Hotel da África do Sul só falta decolar

Erguida bem em frente ao mais movimentado aeroporto do sul da África, a construção chama a atenção.

Do lado de fora, duas imensas asas repousam sobre o telhado que podem ser vistas ainda de dentro das aeronaves do outro lado da rodovia; no restaurante, peças de avião espalhadas sobre imensos contêineres de madeira; o chão é revestido com cartas aeronáuticas; e na piscina, boias salva-vidas amarelas.

Este é o clima reservado para quem se hospeda no Protea O.R. Tambo, em Johannesburgo, hotel a apenas cinco minutos do maior terminal aéreo do país,  em Kempton Park.

Boias salva-vidas na piscina dão o clima neste hotel sul-africano inspirado no mundo da aviação
Boias salva-vidas na piscina dão o clima neste hotel sul-africano inspirado no mundo da aviação

Ficou sem ar? Então tome o elevador, onde máscaras de oxigênio e cintos de segurança caem do teto. Os famosos instrumentos utilizados nas demonstrações feitas pelos comissários servem de decoração e acompanham o hóspede até o andar seguinte. 

No restaurante The Warehouse (“o armazém”, em português), a cenografia aeronáutica se completa com mapas e cartas aeronáuticas no chão, onde rodas de avião e peças mecânicas estão expostas sobre caixas de madeira como as que são usadas para transportar encomendas.

Os mais fanáticos contam até com um autêntico simulador de voo, localizado em pleno lobby do hotel. Basta acionar a tripulação, como são conhecidos os funcionários do hotel, e arriscar tirar do solo um imenso Boeing.

Elevador do hotel OR Tambo, em Johannesburgo
Elevador do hotel OR Tambo, em Johannesburgo

O hotel está localizado longe das principais atrações turísticas da cidade, porém é uma alternativa para os que esperam conexões para outros destinos sul-africanos mais famosos como as praias da Cidade do Cabo ou o selvagem Kruger Park.

Saiba mais
Protea O.R. Tambo

 

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*