Jungfraujoch: a estação de trem mais alta da Europa

Trens riscam trilhos que cortam pastos verdes localizados aos pés de montanhas alpinas; passageiros sobem em ziguezague por vales que inspiraram cenários do “O Senhor dos Anéis”, do britânico J. R. R. Tolkien; e, lá de cima, a estação de trem mais alta da Europa.

Localizada a mais de 3400 metros de altitude, Jungfraujoch é considerada a estação mais elevada do Velho Continente e é um impressionante projeto da engenharia ferroviária. Esta estação inaugurada em 1912 teve sua construção iniciada em 1896 e, atualmente, é uma das atrações mais populares em toda a Suíça.

O ponto de partida é Interlaken, cidade turística localizado no cantão de Berna, no conjunto montanhoso Jungfrau-Aletsch-Bietschhorn, Patrimônio da Humanidade pela Unesco.

A viagem de Interlaken Ost até a estação de trem mais alta da Europa tem duração de 2h30 e cruza cenários como o Vale de Lauterbrunnen, inspiração para a saga “O senhor dos anéis”, e povoados isolados nos Alpes com acesso apenas por vias férreas.

Do topo da Europa, após uma viagem ferroviária por 1400 metros de altura e sete quilômetros de túneis, o passageiro desembarca na Jungfraujoch, complexo turístico que abriga o observatório astronômico de Sphinx, de 1931; o Palácio de Gelo, uma área de mil m² com esculturas feitas sob uma geleira em constante movimento; e o Alpine Sensation, salas que homenageiam a construção da ferrovia.

E é lá do alto que os viajantes descobrem porque os trens e as altas montanhas geladas suíças são alguns dos orgulhos nacionais deste discreto e impressionante país do Velho Continente.

Os trens da Suíça em números
– A Suíça possui 5124 km de vias férreas; Trens riscam trilhos que cortam pastos verdes localizados aos pés de montanhas alpina;

  • Em média, o suíço viaja 2310 km por ano;
  • A estação de montanha mais antiga da Europa fica na Suíça e foi inaugurada em 1871, ligando Vitznau a Rigi;
  • O título de “maior densidade mundial de trens” é também da Suíça e estações como a Zurich Altstetten, em Zurique, chega a receber 2050 trens por dia; (fonte: Swiss Travel System)

Para economizar no transporte
Swiss Pass é uma espécie de bilhete único que permite ao visitante viajar sem limites nos trens, barcos e ônibus do país. Este passe vale de quatro dias até um mês, incluindo todas as rotas panorâmicas da Suíça, transporte urbano em 75 cidades, descontos em teleféricos e trens de montanhas.

Existem três tipos de passes: Swiss Pass (viagens ilimitadas dentro do prazo de validade); Flexi Pass (tíquete que permite ao passageiro marcar as datas da viagem dentro do período de validade do passe); e o Saver, para famílias que viajam acompanhadas com crianças de até 16 anos).

Como não é possível adquirir o passe na Suíça, o passageiro deve comprar o passe ainda no Brasil, em agências como CVC, STB e Tam Viagens


SERVIÇO
Site do turismo oficial da Suíça
www.myswitzerland.com

Trens na Suíça
www.sbb.ch

Jungfraujoch
www.jungfrau.ch


Veja galeria de imagens

Vista do observatório astronômico de Sphinxf, uma das atrações da estação mais alta da Europa (foto: Jungfraujoch/Divulgação)
Vista do observatório astronômico de Sphinxf, uma das atrações da estação mais alta da Europa (foto: Jungfraujoch/Divulgação)
'Alpine Sensation', uma das atrações de Jungfraujoch, a estação de trem mais alta da Europa
‘Alpine Sensation’, uma das atrações de Jungfraujoch, a estação de trem mais alta da Europa
'Palácio de Gelo', uma das atrações de Jungfraujoch, a estação de trem mais alta da Europa
‘Palácio de Gelo’, uma das atrações de Jungfraujoch, a estação de trem mais alta da Europa
Vista da travessia até Jungfraujoch, a estação de trem mais alta da Europa (foto: Eduardo Vessoni)
Vista da travessia até Jungfraujoch, a estação de trem mais alta da Europa (foto: Eduardo Vessoni)
Vista da travessia até Jungfraujoch, a estação de trem mais alta da Europa (foto: Eduardo Vessoni)
Vista da travessia até Jungfraujoch, a estação de trem mais alta da Europa (foto: Eduardo Vessoni)
Vista da região de Jungfraujoch, a estação de trem mais alta da Europa (foto: Eduardo Vessoni)
Vista da região de Jungfraujoch, a estação de trem mais alta da Europa (foto: Eduardo Vessoni)
Vista da região de Jungfraujoch, a estação de trem mais alta da Europa (foto: Eduardo Vessoni)
Vista da região de Jungfraujoch, a estação de trem mais alta da Europa (foto: Eduardo Vessoni)
Vista da região de Jungfraujoch, a estação de trem mais alta da Europa (foto: Eduardo Vessoni)
Vista da região de Jungfraujoch, a estação de trem mais alta da Europa (foto: Eduardo Vessoni)

Suíça

Vista da travessia até Jungfraujoch, a estação de trem mais alta da Europa (foto: Eduardo Vessoni)
Vista da travessia até Jungfraujoch, a estação de trem mais alta da Europa (foto: Eduardo Vessoni)
Vista da travessia até Jungfraujoch, a estação de trem mais alta da Europa (foto: Eduardo Vessoni)
Vista da travessia até Jungfraujoch, a estação de trem mais alta da Europa (foto: Eduardo Vessoni)

 

 

Salvar

4 Comentário

  1. olá, Eduardo, penso em ir c/ minha família no mês de abril, achei o máximo as fotos que postou, se tiver + algumas dicas, prefiro lugares exóticos, e dicas de onde ficar, pretendemos ficar 14 dias, na suíça, desde agradeço, abraços.

  2. Olá Eduardo, sou também jornalista e um amante de viagens diferenciadas.  É a primeira vez que estou visitando seu site e achei muito bacana seu enfoque. Como eventual viajante e possuidor de um blog, pouco expressivo, aproveito para repassar para você e seus leitores um pouco da minha aventura pela Suíça, até então compartilhada somente com alguns amigos que gostam de viajar. Se for de seu interesse pode compartilhar com seus leitores essa minha simples contribuição ou incluir o link no site:

    http://linkhelder.blogspot.com.br/2013/04/suica-um-destino-especial-inesquecivel.html

    Será uma honra pra mim poder colaborar.
    Um grande abraço
    Helder Freitas

1 Trackback / Pingback

  1. Cresce número de brasileiros na Suíça | Viagem em Pauta

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*