Já pensou em descer no interior de um vulcão? A Islândia, já.

por Eduardo Vessoni

A Islândia anda aparecendo no blog do Viagem em Pauta com uma certa frequência.

É que cada vez que sentamos para procurar as próximas atrações inusitadas espalhadas pelo mundo que vão virar post por aqui, nos deparamos novamente com algo curioso naquelas terras geladas e nórdicas.

Primeiro foram as imagens impactantes feitas pelo fotógrafo britânico Alex Bradbury, no Parque Nacional de Vatnajökull; depois o inusitado museu dedicado a pênis de mamíferos, em Reykjavik; e mais uma vez em uma seleção de museus curiosos que fizemos no post Conheça museus pelo mundo com acervo inusitado.

Considerada uma das maiores ilhas vulcânicas do mundo, a Islândia é endereço do vulcão Thrihnukagigur, um gigante adormecido há mais de quatro mil anos que pode ser visitado por dentro. Em uma de suas crateras, visitantes descem em um guindaste que funciona como um elevador até o solo de um dos salões internos do vulcão.

A câmara de magma do vulcão é um a das atrações em seu interior (foto: Vilhelm Gunnarsson/Inside Volcano)
A câmara de magma do vulcão é uma das atrações em seu interior (foto: Vilhelm Gunnarsson/Inside Volcano)
Descida ao interior do vulcão (foto: Vilhelm Gunnarsson/Inside Volcano)
Descida ao interior do vulcão (foto: Vilhelm Gunnarsson/Inside Volcano)

A visita inclui uma caminhada de 50 minutos, aproximadamente, até o topo da cratera, e uma descida de 120 metros até o fundo da cratera a bordo dessa espécie de teleférico aberto.

O destaque da atração é seu interior colorido com paredes de magma solidificado, um fenômeno raro de encontrar em outras partes do mundo, uma vez que crateras vulcânicas costumam ser fechadas após erupções. 

SAIBA MAIS
– A visita funciona entre maio e setembro e o tour completo dura, aproximadamente, seis horas (com 50 minutos no interior do vulcão);

– Embora não exija nenhum conhecimento técnico, o local possui solo irregular e exige atenção do visitante;

– O Thrihnukagigur se localiza entre Reykjavik e a área do Golden Circle, um deslocamento com duração de 30 minutos;

– O valor da aventura por pessoa é de ISK 37.000 (329 dólares, aproximadamente).

– Mais informações: www.insidethevolcano.com

 

Vulcão Thrihnukagigur (foto: Reprodução/Inside Volcano)
Vulcão Thrihnukagigur (foto: Reprodução/Inside Volcano)
Onde está Wally? Ou melhor, o visitante? (foto: Reprodução/Inside Volcano)
Onde está Wally? Ou melhor, o visitante? (foto: Reprodução/Inside Volcano)
Interior do vulcão Thrihnukagigur (foto: Reprodução/Inside Volcano)
Interior do vulcão Thrihnukagigur (foto: Reprodução/Inside Volcano)
Interior do vulcão Thrihnukagigur (foto: Reprodução/Inside Volcano)
Interior do vulcão Thrihnukagigur (foto: Reprodução/Inside Volcano)
A câmara de magma do vulcão Thrihnukagigur é um a das atrações em seu interior (foto: Vilhelm Gunnarsson/Inside Volcano)
A câmara de magma do vulcão Thrihnukagigur é um a das atrações em seu interior (foto: Vilhelm Gunnarsson/Inside Volcano)
A câmara de magma do vulcão Thrihnukagigur é um a das atrações em seu interior (foto: K. Maack/Inside Volcano)
A câmara de magma do vulcão Thrihnukagigur é um a das atrações em seu interior (foto: K. Maack/Inside Volcano)
Descida ao interior do vulcão Thrihnukagigur (foto: Vilhelm Gunnarsson/Inside Volcano)
Descida ao interior do vulcão Thrihnukagigur (foto: Vilhelm Gunnarsson/Inside Volcano)
O elevador em forma de cesto transporta até cinco passageiros de vez e leva vistantes ao fundo de um vulcão (foto: K. Maack/Inside Volcano)
O elevador em forma de cesto transporta até cinco passageiros de vez e leva vistantes ao fundo de um vulcão (foto: K. Maack/Inside Volcano)
A descida até o interior do vulcão Thrihnukagigur leva até oito minutos (foto: Reprodução/Inside Volcano)
A descida até o interior do vulcão Thrihnukagigur leva até oito minutos (foto: Reprodução/Inside Volcano)
A descida até o interior do vulcão leva até oito minutos (foto: Reprodução/Inside Volcano)
A descida até o interior do vulcão leva até oito minutos (foto: Reprodução/Inside Volcano)
Foto tirada na metade do trecho a ser percorrido pelos visitantes (foto: Reprodução/Inside Volcano)
Foto tirada na metade do trecho a ser percorrido pelos visitantes (foto: Reprodução/Inside Volcano)

 

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*