Alemanha é destino para fãs de carros e experiências inusitadas

Quando Karl Benz exibiu o modelo Benz Patent-Motorwagen nas ruas de Mannheim, em 1886, aquele engenheiro alemão não só levava a público o primeiro automóvel motorizado mas também começava a escrever a história do automobilismo nacional e do planeta.

Décadas mais tarde, a Alemanha veria o setor automobilístico se transformar no mais importante da economia local e se tornaria um dos principais produtores mundiais de carros.

Em um país cuja capital Berlim abriga mais de 600 quilômetros de ciclovias e o transporte público é dono de um sistema integrado que beira a perfeição, é quase uma contradição que a indústria alemão tenha produzido, só no ano passado, 5,4 milhões de veículos, segundo a VDA (Associação Alemã da Indústria Automotiva).

É tanta paixão pelo assunto que até o setor hoteleiro e de entretenimento prestam homenagem, de norte a sul do país, em endereços que têm o carro como protagonista.

Confira o roteiro:

⇒ Fábrica transparente da Volkswagen (Dresden)

Localizada ao lado do centro da capital da Saxônia, essa filial se dedica à produção dos modelos de luxo da Volks e surpreende pelo edifício transparente de 40 metros de altura e 16 níveis, onde podem ser vistos até 280 veículos de luxo em exposição como o Phaeton, Passat CC e Touareg.

Entre os serviços disponíveis para o público nesta filial da empresa erguida com vidros, um projeto do arquiteto Gunter Henn, é possível fazer tours guiados pelas instalações da fábrica em todas as etapas da linha de produção, visitar a área de exposição de carros e comandar um simulador que permite ao visitante dirigir um modelo Phaeton.

Fábrica transparente da Volkswagen (foto: Divulgação)
Fábrica transparente da Volkswagen (foto: Divulgação)

A fábrica é conhecida também pelos eventos inusitados que organiza em seu interior como o concerto com autopeças do Phaeton encabeçado pela Filarmônica de Nova York, em 2013, e as aulas de culinária para crianças que acontecem no restaurante da fábrica.

Curiosamente, este edifício futurista é uma das atrações turísticas mais visitada nesta cidade alemã de arquitetura barroca, conhecida pelos museus, igrejas e castelos, às margens do rio Elba.

SAIBA MAIS
Gläsernen Manufaktur
O tour em inglês de 75 minutos custa 7 euros por pessoas e acontece de segunda a sexta às 12h, 15h e 17h; sábado, às 12h e 15h; domingo, às 15h
www.glaesernemanufaktur.de

⇒ Museu da Mercedes (Stuttgart)

Visitar esse museu, considerado o único a abordar os mais de 125 anos da indústria automobilística mundial, é quase como entrar em uma obra de ficção científica.

Museu da Mercedes, em Stuttgart (foto: Eduardo Vessoni)
Museu da Mercedes, em Stuttgart (foto: Eduardo Vessoni)

O acesso até as salas de exposições é feito por um elevador em forma de cápsula que sobe até a primeira sala de exposição, a 34 metros de altura; seu acervo de 160 carros se exibe em um edifício em forma espiral, cuja estrutura foi inspirada na dupla hélice de DNA; e seu projeto arquitetônico de rampas dá acesso a salas de 33 metros de altura que abrigam 1.800 painéis triangulares de vidro.

A exposição segue por sete ambientes que contam de forma cronológica não só a história da Mercedes como também a trajetória da indústria automobilística como os primeiros projetos de modelos movidos a combustão interna, criados por Karl Benz e Gottlieb Daimler, no final do século 19, e réplicas de carros como o primeiro automóvel a gasolina, de 1886.

Museu da Mercedes, em Stuttgart (foto: Eduardo Vessoni)
Museu da Mercedes, em Stuttgart (foto: Eduardo Vessoni)

Além de clássicos produzidos pela empresa, como os primeiros ônibus londrinos de dois andares do início do século passado e o modelo esportivo 500 SL da princesa Diana, a exposição abriga também a sala ‘Flechas de Prata’ com acervo de carros de corrida, ambientada em uma arquibancada com monitores com vídeos de competições históricas que podem ser assistidos pelo público, ao lado de uma pista de corrida com modelos esportivos.

SAIBA MAIS
De terça a domingo das 9h ás 18h.
Entrada: 8 euros
www.mercedes-benz-classic.com

⇒ Museu da Porsche (Stuttgart)

Localizado em um edifício de desenhos arrojados que parece flutuar sobre os visitantes, este museu possui um acervo com mais de 80 modelos da marca que estão expostos em um espaço de 5.600 m².

No local, é possível conhecer o primeiro modelo criado por Ferdinand Porsche, um Egger-Lohner de 1898, e carros velozes como o Porsche 956, cuja velocidade ultrapassa 320 km/h.

Peças automotivas desmontadas e o processo de fabricação de um Porsche também podem ser vistos no local.

Porsche Museum, em Stuttgart
Porsche Museum, em Stuttgart
Porsche Museum, em Stuttgart
Porsche Museum, em Stuttgart
SAIBA MAIS
De terça a domingo das 9h ás 18h.
Entrada: 8 euros
www.porsche.com

⇒ Museu da BMW (Munique)

Dividido em grandes sete áreas temáticas, este museu da Baviera conta os mais de 90 anos da empresa em salas dedicadas a assuntos como design, tecnologia, modelos esportivos e a história da empresa com painéis interativos.

Museu da BMW, em Munique (foto: Eduardo Vessoni)
Museu da BMW, em Munique (foto: Eduardo Vessoni)
Museu da BMW, em Munique (foto: Eduardo Vessoni)
Museu da BMW, em Munique (foto: Eduardo Vessoni)

Localizada em Munique, cujas famosas canecas de um litro de cerveja são outro motivo para desembarcar por ali, a atração funciona em uma área de 4 mil m² e abriga mais de 120 motocicletas, peças mecânicas e automóveis como o modelo Z8 usado no filme “007 – O mundo não é o bastante” e o clássico Isetta Motocoupé, um dos carros de pequeno porte mais inusitado da história do automobilismo.

BMW Z8 usado no filme “007- O mundo não é o bastante”, em exibição no Museu da BMW, em Munique
BMW Z8 usado no filme “007- O mundo não é o bastante”, em exibição no Museu da BMW, em Munique
Modelo Isetta Motocoupé, em exibição no Museu da BMW, em Munique
Modelo Isetta Motocoupé, em exibição no Museu da BMW, em Munique

Com uma exposição permanente com ares de galeria de arte futurista, o local se destaca por ambientes como o setor com 17 carros personalizados por artistas como Andy Warhol e Jeff Koons, um espaço conhecido como BMW Art Car Collection.

O prédio onde funciona o museu se encontra em frente às duas torres administrativas da BMW, declarada patrimônio artístico da cidade.

SAIBA MAIS
De terça a domingo, das 10h às 18h
Entrada: 9 euros
www.bmw-welt.com

⇒ Test drive off-road (Bremen)

Eis a oportunidade de se aventurar sem riscos em um modelão de mais de 36 mil euros.

Inaugurado há seis anos pela Mercedes Benz, o circuito conhecido como The Rock pode ser provado não só por clientes como também pelo público em geral, após uma explicação das instruções de uso.

O percurso off-road tem 963 metros de extensão e inclui obstáculos capazes de fazer qualquer fã de automobilismo se sentir em um autêntico parque de diversões para fãs de carros como as etapas em escadas, pontes estreitas, troncos de árvores e uma ladeira com 80% de inclinação, o que significa dirigir a 40°.

Test Drive GLK, em Bremen (foto: Eduardo Vessoni)
Test Drive GLK, em Bremen (foto: Eduardo Vessoni)

O modelo GLK lançado em outubro de 2008, um produto exclusivo da filial da empresa em Bremen, no norte da Alemanha, alia elementos dos veículos off-road com o design dos atuais modelos da Mercedes Benz e é conhecido por características como a aceleração de 0 a 100 km/h em 6,4 segundos e limite de velocidade de até 238 quilômetros, de acordo com o modelo.

Test Drive GLK, em Bremen (foto: Eduardo Vessoni)
Test Drive GLK, em Bremen (foto: Eduardo Vessoni)
Test Drive GLK, em Bremen (foto: Eduardo Vessoni)
Test Drive GLK, em Bremen (foto: Eduardo Vessoni)
SAIBA MAIS
O test drive dura 15 minutos e custa 40 euros para um motorista e até dois acompanhantes.
www.mercedes-benz.de (site em alemão)

⇒ Hotel para fãs de carros (Stuttgart)

E para que os aficionados sigam sonhando com carros até na hora de dormir, a cidade de Stuttgart, a capital automobilística da Alemanha, abriga o hotel temático V8.

Na recepção, uma exposição de carros antigos e esportivos divide espaço com as malas dos hóspedes que fazem o check in; e o elevador é decorado como se fosse uma autêntica oficina mecânica.

Hotel V8, em Stuttgart (foto: Eduardo Vessoni)
Hotel V8, em Stuttgart (foto: Eduardo Vessoni)

Mas é nos quartos que os amantes de carros vivem aquela experiência capaz de fazer qualquer garoto perder o sono.

Hotel V8, em Stuttgart (foto: Eduardo Vessoni)
Hotel V8, em Stuttgart (foto: Eduardo Vessoni)

Cada uma das unidades deste hotel quatro estrelas é decorada com peças automotivas como tambores de óleo, faróis e ferramentas, e simula ambientes como cinema drive in, lava rápido, garagem e posto de gasolina, onde é possível dormir sobre réplicas de carcaças de carros como o quarto em que o Herbie, o protagonista do filme “Se meu fusca falasse”, funciona como cama.

SAIBA MAIS
Quartos duplos a partir de 155 euros
www.v8hotel.de

3 Trackbacks / Pingbacks

  1. Para cada pai, um estilo de viagem | Viagem em Pauta
  2. Para cada pai, um estilo de viagem | Catraca Livre
  3. "Viagem em Pauta" vence 25º Concurso Europa de Jornalismo - Viagem em Pauta

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*