Família Nalu conta como será a próxima temporada na África do Sul

Durante décadas, a África mandou seus filhos para terras distantes e desconhecidas. Aquela gente teve sua história apagada, sua música ganhou novos ritmos e suas línguas ganharam novas palavras.

Mas o caminho agora é contrário e o mundo parece (por fim) ter olhos voltados para um dos países mais multifacetados do continente negro: a África do Sul (só para se ter uma ideia, são 11 idiomas oficiais falados nesse território de mais de 1 milhão de km²).

E foram essas terras de 3 mil km de praias banhadas por dois oceanos que Fabiana, o surfista Everaldo Pato e a filha do casal, Isabelle, escolheram para ambientar a próxima temporada do programa ‘Nalu pelo Mundo’.

Everaldo Pato, Isabelle Nalu e Fabiana Nigol, na Montanha da Mesa, na Cidade do Cabo (foto: Arquivo Pessoal)
Everaldo Pato, Isabelle Nalu e Fabiana Nigol, na Montanha da Mesa, na Cidade do Cabo (foto: Arquivo Pessoal)

“É muito prático chegar na África do Sul. Em nove horas de voo direto você já está lá e o país conta com uma infraestrutura com atividades para todas as idades e com custo baixo”, descreve a cinegrafista Fabiana Nigol, a mãe.

É tão prático que o casal desembarcou no país, recentemente, em uma espécie de segunda lua de mel para uma campanha interativa da SAT (South African Tourism) voltada para brasileiros, e retornou em seguida (de malas e Belinha, como a filha é conhecida) para a gravação da nova temporada que estreia no canal Multishow, no próximo dia 6 de novembro.

Pato e Fabi, do 'Nalu pelo Mundo', durante passagem por Joanesburgo, na África do Sul (foto: Divulgação)
Pato e Fabi, do ‘Nalu pelo Mundo’, durante passagem por Joanesburgo, na África do Sul (foto: Divulgação)

No mundo das viagens, certas experiências são obrigatórias (ainda que possam soar como clichês turísticos), mas os safáris da África ainda são a atração preferida.

“Amamos os game safaris. É um jogo mesmo, você acorda e não sabe quais animais vai encontrar pela frente. Você entra no habitat deles e vê como a vida animal acontece de verdade.”, descreve Fabiana Nigol sem esconder a emoção de ter encontrado duas chitas caçando um antílope, quatro leoas que acabavam de devorar um kudu, além de leopardo, rinocerontes com filhotes, girafas, hipopótamos e elefantes a poucos metros do carro.

Um dos destinos mais populares para observação de animais selvagens é o Parque Nacional Kruger, uma área preservada no nordeste da África do Sul, nas províncias de Mpumalanga e Limpopo, bem na fronteira com Moçambique. Saiba mais

Exótico, sim. Mas ao mesmo tempo muito parecido com o Brasil, e esse é um dos motivos de sucesso do destino. Todos por lá se comparam ao Brasil e adoram o nosso país. - Fabiana Nigol
Os elefantes são um dos Big Five da África do Sul (foto: Eduardo Vessoni)
Os elefantes são um dos Big Five da África do Sul (foto: Eduardo Vessoni)

“De todos os lugares que eu já visitei até hoje, a África do Sul é o que tem mais semelhanças com o Brasil”, descreve Pato (o pai) durante o vídeo de promoção do destino.

Mas em família de surfista profissional nem só com safáris se faz temporadas de viagens.

Everaldo Pato já conhecia Durban e Jeffrey’s Bay, no encontro entre o Índico e o Atlântico, por causa das competições de surfe.

Everaldo Pato na praia de Muizenberg, na Cidade do Cabo (foto: Divulgação)
Everaldo Pato na praia de Muizenberg, na Cidade do Cabo (foto: Divulgação)
Nessa viagem tive muita sorte e peguei boas ondas. E até quando não deu, encontramos em Durban uma piscina de ondas, onde surfamos até tubo.  - Everaldo Pato

Localizada às margens do oceano Índico, Durban abriga endereços para prática de surfe em piscinas com simulador e também em praias como Umhlanga Coast, faixa de areia do norte da cidade e popular entre surfistas.

E se o forasteiro não vai até o mar, o mar vem até ele.

Em Durban, a família mergulhou com arraias e tubarões, em um tanque do completo aquático Ushaka Marine Park.

Pato e Fabiana no Ushaka Marine Park, em Durban (foto: Arquivo Pessoal)

Do outro lado do país, diante do Atlântico e sede da capital legislativa da África do Sul, a Cidade do Cabo segue como o melhor destino em terras sul-africanas e um dos mais belos cenários urbanos do mundo.

Esse destino tourism friendly também fez parte do roteiro dos apresentadores do programa “Nalu pelo Mundo”.

“Por onde você anda, a Montanha da Mesa está linda, imponente, deixando a cidade grande com sensação de natureza presente”, descreve Fabiana ao falar das experiências nesse destino da província do Cabo Ocidental.

Cidade do Cabo, na África do Sul, vista durante voo panorâmico de helicóptero. SAIBA MAIS (foto: Eduardo Vessoni)
Cidade do Cabo, na África do Sul, vista durante voo panorâmico de helicóptero (foto: Eduardo Vessoni)

Basta o avião sobrevoar a cidade, paralelo à montanha em forma de mesa e símbolo da região, para o viajante se convencer de que certas descrições só fazem sentido ao vivo.

Mas como a premissa do trio viajante é agradar sempre a família inteira, a pequena Isabelle Nalu (a filha) também teve experiências únicas na região da Cidade do Cabo como o “kids tasting” nas vinícolas da região, serviço que recebe crianças com degustação de diversos tipos de suco de uva com balas de goma.

PS: Belinha, o Viagem em Pauta também tem uma queda pelas experiências inusitadas e a sua dica vai ficar aqui anotada para nossa próxima viagem, tá?

SOBRE A CAMPANHA PARA O MERCADO BRASILEIRO

A viagem de sete dias com Everaldo Pato e Fabiana Nigol, apresentadores do programa “Nalu pelo Mundo”, faz parte da campanha interativa “Simplesmente Extraordinária” lançada, recentemente, pelo órgão de promoção do turismo da África do Sul (SAT).

Para elaborar o material, a empresa realizou uma pesquisa sobre os interesses dos viajantes brasileiros e elaborou uma série de vídeos interativos que permitem ao público conhecer aquilo que o brasileiro nem sonhava em encontrar no país como rotas de vinho e praias com ondas perfeitas para o surfe.

Bungee Jump no Soweto, na África do Sul (foto: Eduardo Vessoni)
Bungee Jump no Soweto, na África do Sul (foto: Eduardo Vessoni)

No vídeo interativo, o internauta pode escolher entre acompanhar uma queda livre com Fabi ou fazer bungee jump com o Pato, em duas torres desativadas do Soweto, próximo a Joanesburgo. Ou então virar à esquerda, durante um safári, para ver leões; ou à direita, para acompanhar rinocerontes com seus filhotes.

No site, o viajante brasileiro pode navegar pelas atrações do país personalizar o seu próprio roteiro.

SOBRE A NOVA TEMPORADA

Com estreia marcada para dia 6 de novembro, no canal pago Multishow, às 22h, a nova temporada de ‘Nalu pelo Mundo’ passa pelas ilhas Maldivas (“o Pato precisava de ondas de verdade”, brinca Fabiana) e cidades sul-africanas como Joanesburgo, Cidade do Cabo, Durban, Hermanus, Port Elizabeth e St. Lucia, antes de desembarcar em Moçambique para dar aquela treinada no português.

A série mostra o dia a dia da família Nalu, em viagens para lugares paradisíacos com ondas e atrações para Belinha, filha do casal que viaja desde bebê. 

SERVIÇO

Como chegar
Joanesburgo é a principal porta de entrada para quem voa do Brasil e conta com voos diretos saindo de São Paulo, operados pela South African Airways e com 8h50 horas de duração. Brasileiros podem entrar no país apenas com passaporte que contenha, ao menos, uma folha em branco e carteira de vacina contra febre amarela.

Site do turismo oficial da África do Sul
www.southafrica.net

Salvar

Salvar

3 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*