Clássica e exibida, Paris abriga hotéis inusitados

A capital francesa é mesmo para todos.

São mais de 400 parques e jardins (daí o título de “a mais arborizada da Europa”), manifestações artísticas de todas as épocas em mais de 150 museus com acervo que vai da Pré-História aos dias atuais, e obras de arte ao ar livre espalhadas sobre pontes, igrejas, palácios e fontes.

E como não poderia ser diferente, o mercado hoteleiro parisiense também surpreende com opções de hospedagem que por si só já valem como atração turística.

Para ajudá-lo na difícil escolha da melhor experiência na hora de dormir em Paris, o Viagem em Pauta fez uma lista com uma seleção de hotéis imperdíveis (e inusitados), para todo tipo de viajante.

⇒ SEVEN HOTEL

Em meio a tantas construções clássicas da cidade, este é o endereço para quem procura dar ares de contemporaneidade a sua estadia na capital francesa.

Seus quartos  são uma viagem arrojada pelo mundo da ficção e são assinados por quatro decoradores que abusaram da imaginação para montar ambientes temáticos como a suíte ‘007’ em que Vincent Bastie cria um quarto inspirado nos cenários frequentados pelo famoso agente secreto como submarinos e passagens secretas.

  • Vista do interior da suíte 007, inspirada nos cenários de James Bond (foto: Seven Hotel/Divulgação)
    Vista do interior da suíte 007, inspirada nos cenários de James Bond (foto: Seven Hotel/Divulgação)

  • A arquiduquesa da Áustria, Maria Antonieta, e sua relação secreta com o jovem duque Axel de Fersen foram a inspiração para a decoração da suíte Marie Antoinette (foto: Seven Hotel/Divulgação)
    A arquiduquesa da Áustria, Maria Antonieta, e sua relação secreta com o jovem duque Axel de Fersen foram a inspiração para a decoração da suíte Marie Antoinette (foto: Seven Hotel/Divulgação)

  • A iluminação do quarto  Absolute Levitation garante ao hóspede a sensação de dormir sobre uma cama que flutua (foto: Seven Hotel/Divulgação)
    A iluminação do quarto Absolute Levitation garante ao hóspede a sensação de dormir sobre uma cama que flutua (foto: Seven Hotel/Divulgação)

  •  

  • Vista do lounge do Seven Hotel, em Paris  (foto: Seven Hotel/Divulgação)
    Vista do lounge do Seven Hotel, em Paris (foto: Seven Hotel/Divulgação)

Já Sylvia Corrette é responsável pela suíte ‘Maria Antonieta’, onde retrata a relação secreta entre a arquiduquesa da Áustria e o jovem duque Axel de Fersen.

A imaginação parece seguir sem limites neste hotel inaugurado em 2010 após dois anos de reforma. Outros ambientes temáticos como o psicodélico ‘Alice’ e os quartos com luz negra que faz a cama parecer que está flutuando são uma das experiências inusitadas. SAIBA MAIS

⇒ HÔTEL PARTICULIER MONTMARTRE

Localizado em uma viela privativa, escondido da boemia de Montmartre, este hotel é uma espécie de casa de campo em plena Paris e abriga apenas cinco suítes, ao longo de três andares (ou seja, é quase como ter um andar inteiro para cada um dos quartos).

  • Fachada do Hôtel Particulier Montmartre, em Paris (foto: Divulgação)
    Fachada do Hôtel Particulier Montmartre, em Paris (foto: Divulgação)

  • Staff do Hotel Particulier Montmartre  e uma das duas galinhas famosas que circulam pelas ruas de pedra dessa vila privativa onde se encontra o hotel (foto: Jeff Lanet/Divulgação)
    Staff do Hotel Particulier Montmartre e uma das duas galinhas famosas que circulam pelas ruas de pedra dessa vila privativa onde se encontra o hotel (foto: Jeff Lanet/Divulgação)

  • Banheiro da Junior Suite Vegetale do Hotel Particulier Montmartre, em Paris (foto: Divulgação)
    Banheiro da Junior Suite Vegetale do Hotel Particulier Montmartre, em Paris (foto: Divulgação)

  • Vista da Deluxe Suite localizada no último andar do Hotel Particulier Montmartre, em Paris (foto: Divulgação)
    Vista da Deluxe Suite localizada no último andar do Hotel Particulier Montmartre, em Paris (foto: Divulgação)

  •  

O estabelecimento é rodeado pelo jardim de 900 m² projetado pelo paisagista Louis Benech e ficou conhecido por abrigar um par de galinhas que caminham soltas pelas calçadas de pedras da viela.

É tão bucólico que nem dá para lembrar que a agitada capital francesa fica bem ali, do lado de fora. SAIBA MAIS

⇒ SHANGRI-LA PARIS

O cenário é um palácio em frente ao rio Sena.

Diante dos portões originais de ferro, homens de chapéu e sobretudo preto esperam o desembarque do próximo hóspede para abrir-lhes as portas de acesso ao salão principal revestido com madeira e mármore. Os monogramas desenhados ao redor de cada uma das salas, onde se leem as iniciais ‘r’ e ‘b’, não deixam dúvida: estamos em um original pedaço da história francesa.

Construído em 1896 em estilo eclético com influências arquitetônicas dos séculos 17 e 19, o Palais Iéna serviu de residência do príncipe Roland Bonaparte, sobrinho-neto do temido imperador francês Napoleão Bonaparte. E isto já é motivo suficiente para escolher o local como uma das experiências hoteleiras mais autênticas de Paris.

 

  • No Shangri-la Paris, o melhor fica do lado de fora. Todos os quartos do hotel contam com terraço com vista para a Torre Eiffel (foto: Shangri-la Paris/Divulgação)
    No Shangri-la Paris, o melhor fica do lado de fora. Todos os quartos do hotel contam com terraço com vista para a Torre Eiffel (foto: Shangri-la Paris/Divulgação)

  • Terraço do Shangri-la Paris,   hotel da capital francesa conhecido por ter sido a residência do sobrinho-neto do imperador francês Napoleão Bonaparte (foto: Shangri-la Paris/Divulgação)
    Terraço do Shangri-la Paris, hotel da capital francesa conhecido por ter sido a residência do sobrinho-neto do imperador francês Napoleão Bonaparte (foto: Shangri-la Paris/Divulgação)

  • [/slider]

    Após um longo processo de reforma que levou quatro anos, este espaço de 3 mil m² abriga agora mais de 80 quartos com 47 m², em média, decorados com detalhes que remetem aos anos imperais e às influências asiáticas trazidas pela rede hoteleira que cuida do local.

    No entanto, o melhor fica do lado de fora. Todos os quartos do hotel contam com um terraço com vista para o ícone máximo parisiense: a Torre Eiffel. SAIBA MAIS

    ⇒ THE KUBE HOTEL

    O único acesso desse hotel discreto do bairro la Chapelle é o cubo de vidro com 5 metros de altura.

    O destaque fica para o Ice Bar, um estabelecimento com temperaturas que beiram os dez graus negativos e 20 tons de gelo na decoração, cujas noites são aquecidas com apresentações de DJs. SAIBA MAIS

    • Kube Hotel (foto: Stephane Adam/Divulgação)
      Kube Hotel (foto: Stephane Adam/Divulgação)

    • Kube Hotel (foto: Stephane Adam/Divulgação)
      Kube Hotel (foto: Stephane Adam/Divulgação)

    • Ice Kube Bar localizado no interior do Kube Hotel, em Paris (foto: Divulgação)
      Ice Kube Bar localizado no interior do Kube Hotel, em Paris (foto: Divulgação)

    • Ice Kube Bar localizado no interior do Kube Hotel, em Paris (foto: Divulgação)
      Ice Kube Bar localizado no interior do Kube Hotel, em Paris (foto: Divulgação)

     

    1 Comentário

    Faça um comentário

    Seu e-mail não será divulgado.


    *