Bate e volta paulista: cinco destinos próximos a São Paulo

IPTU, IPVA, rematrícula na escola das crianças, material escolar…

Para muito viajante, janeiro é aquele mês que as contas não fecham e viajar nem sempre é a prioridade.

Por isso, o Viagem em Pauta selecionou cinco destinos bem próximos de São Paulo que podem dar uma aliviada na alma viajante dos nossos leitores.

No roteiro bate e volta de até 100 km de distância da capital paulista tem trilhas em meio à Serra do Mar, construções históricas e até um templo budista.

1. PARANAPIACABA

Conhecida como a “Silent Hill brasileira”, a vila inglesa de Paranapiacaba, a pouco mais de 50 km de São Paulo, tem um cenário que costuma assustar os mais supersticiosos, como a tradicional neblina de final de tarde e pelos cemitérios de trens abandonados, em pleno centro histórico foto: Eduardo Vessoni)
foto: Eduardo Vessoni

Localizado a pouco mais de 50 km da capital de São Paulo, este distrito de Santo André, no ABC paulista, é considerado a única vila ferroviária em estilo inglês preservada do Brasil.

No centro histórico compacto, é possível visitar construções preservadas e carcaças de trens antigos (que a gente ainda acha que poderia ter um fim mais útil, diga-se de passagem).

Porém o destaque de Paranapiacaba, destino histórico declarado Patrimônio Nacional pelo Iphan, são as trilhas que cruzam trechos da Serra do Mar. Conheça as trilhas

Sites de turismo de Paranapiacaba
www.paranapiacaba-spr.org.br
www.santoandre.sp.gov.br

2. JOAQUIM EGÍDIO

Vista do casario de Joaquim Egídio m(foto: Eduardo Vessoni)
Vista do casario de Joaquim Egídio m(foto: Eduardo Vessoni)

Este distrito de Campinas, a 100 km de São Paulo, é feito para amantes de história, da boa gastronomia e para sair de bar em bar.

Erguido no período de crescimento do comércio cafeeiro, no século 19, Joaquim Egídio ainda abriga construções e fazendas coloniais da época.

Mas os visitantes e locais se concentram mesmo na Heitor Penteado, rua de paralelepípedos que abriga alguns dos estabelecimentos mais populares da região como o inusitado Bar do Marcelino, conhecido pelos caixotes de laranja do lado de fora do bar usado como mesinhas e cadeiras. Não perca a tradicional porção de pimenta dedo-de-moça empanada recheada com carne moída

3. SANTANA DO PARNAÍBA

Igreja Matriz de Santana do Parnaíba (foto: pt.wikipedia.org
Igreja Matriz de Santana do Parnaíba (foto: pt.wikipedia.org)

De passado bandeirante, este município a pouco mais de 40 km de São Paulo é conhecido como a “Ouro Preto de São Paulo” (guardadas as devidas proporções, sejamos honestos) e abriga um simpático centro histórico com mais de 200 construções erguidas a partir do século 17.

Destaques para a Igreja Matriz, cuja versão atual é do final do século 19, e a Casa do Anhanguera, construção do século 17 que abrigou a antiga residência do bandeirante Bartolomeu Bueno da Silva.

4. EMBU DAS ARTES

Embu das Artes (foto: Celso Marchini/Flickr-Creative Commons)
Embu das Artes (foto: Celso Marchini/Flickr-Creative Commons)

A tradicional Feira de Arte e Artesanato, inaugurada em 1969, continua sendo uma das principais atrações turísticas dessa cidade a 28 km de São Paulo.

Espalhada pelas ruas do centro histórico, a feira é tomada por trabalhos de artistas que expõem e vendem produtos como móveis, cestaria, objetos de decoração, pinturas e esculturas.

O destino abriga também pequenos museus como o de arte sacra jesuítica e do índio, e a Cidade das Abelhas, parque ecológico com trilhas, museu da apicultura e um observatório com enxames que podem ser vistos a partir de uma parede de vidro.

Feira de Arte e Artesanato
Centro de Histórico de Embu das Artes
Sábados, domingos e feriados, das 9h às 18h


5. COTIA

Templo Zu Lai, em Cotia (foto: rvcroffi/Flickr-Creative Commons)
Templo Zu Lai, em Cotia (foto: rvcroffi/Flickr-Creative Commons)

Localizado no sudoeste da Região Metropolitana de São Paulo, este município é conhecido pelo Templo Zu Lai, construção inaugurada em 2003 em estilo arquitetônico dos palácios da dinastia Tang (618–907).

Considerada o atrativo que mais atrai visitantes a Cotia, o local possui museu, restaurante vegetariano, área de cursos e jardim Zen. Destaque para o Jardim dos 18 Arhats, na entrada do templo, com os dezoito Arhats (monges iluminados que perceberam as verdades do “não eu”.

TEMPLO ZU LAI
Estrada Fernando Nobre, 1461 (acesso pelo Km 28,5 da Rodovia Raposo Tavares)

Aos domingos, os visitantes contam com um ônibus fretado (R$ 10 por pessoa), a partir da Rua Dr. Rodrigo Silva, próximo à estação Liberdade do Metrô, às 8h30 e retorno, às 16h.
www.templozulai.org.br

VEJA GALERIA

  • Trilha m Paranapiacaba (foto: Eduardo Vessoni)
    Localizado a pouco mais de 50 km da capital de São Paulo, Paranapiacaba é um distrito de Santo André, no ABC paulista, e é considerado a única vila ferroviária em estilo inglês preservada do Brasil. No centro histórico compacto, é possível visitar construções preservadas e carcaças de trens antigos. Porém o destaque de Paranapiacaba, destino histórico declarado Patrimônio Nacional pelo Iphan, são as trilhas que cruzam trechos da Serra do Mar. SAIBA MAIS (foto: Eduardo Vessoni)

  • Vista do casario de Joaquim Egídio m(foto: Eduardo Vessoni)
    Joaquim Egídio é um distrito de Campinas, a 100 km de São Paulo, e é feito para amantes de história, da boa gastronomia e para sair de bar em bar. Erguido no período de crescimento do comércio cafeeiro, no século 19, Joaquim Egídio ainda abriga construções e fazendas coloniais da época. Mas os visitantes e locais se concentram mesmo na Heitor Penteado, rua de paralelepípedos que abriga alguns dos estabelecimentos mais populares da região (foto: Eduardo Vessoni)

  • Igreja Matriz de Santana do Parnaíba (foto: pt.wikipedia.org
    De passado bandeirante, Santana do Parnaíba está a pouco mais de 40 km de São Paulo e é conhecido como a “Ouro Preto de São Paulo” e abriga um simpático centro histórico com mais de 200 construções erguidas a partir do século 17 (foto: pt.wikipedia.org)

  • Embu das Artes (foto: Celso Marchini/Flickr-Creative Commons)
    A tradicional Feira de Arte e Artesanato, inaugurada em 1969, continua sendo uma das principais atrações turísticas de Embu das Artes, cidade a 28 km de São Paulo. Espalhada pelas ruas do centro histórico, a feira é tomada por trabalhos de artistas que expõem e vendem produtos como móveis, cestaria, objetos de decoração, pinturas e esculturas (foto: Celso Marchini/Flickr-Creative Commons)

  • Templo Zu Lai, em Cotia (foto: rvcroffi/Flickr-Creative Commons)
    Cotia, no sudoeste da Região Metropolitana de São Paulo, é conhecido pelo Templo Zu Lai, construção inaugurada em 2003 em estilo arquitetônico dos palácios da dinastia Tang (618–907). Considerada o atrativo que mais atrai visitantes a Cotia, o local possui museu, restaurante vegetariano, área de cursos e jardim Zen (foto: rvcroffi/Flickr-Creative Commons)

3 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*