Aos 76 anos, Parque Nacional do Iguaçu tem atrações clássicas para todos os estilos

No último sábado, 10 de janeiro, o Parque Nacional do Iguaçu comemorou 76 anos.

Criado em 1939, o Iguaçu abriga o maior remanescente de floresta Atlântica da região sul do Brasil e protege uma biodiversidade formada por espécies representativas da fauna e flora brasileiras, das quais algumas ameaçadas de extinção, como a onça-pintada, puma, jacaré-de-papo-amarelo, papagaio-de-peito-roxo e o gavião-real.

Porém, a festa foi marcada para a sexta-feira, 9 de janeiro, quando foi inaugurado o Espaço Memória, no Centro de Visitantes do Parque Nacional do Iguaçu. SAIBA MAIS

Não tem como escapar. Alguns clichês de Foz do Iguaçu são inevitáveis (e obrigatórios).

A gente nem precisa dizer que as cataratas estão na primeira posição na nossa lista de sugestões (afinal de contas, quem seria louco de passar batido por uma das sete maravilhas naturais do mundo?)

Na lista, incluímos também o completo Parque das Aves, uma área verde de 16,5 hectares com 1.100 animais, e a maior hidrelétrica do planeta (a visita à Itaipu Binacional irá te surpreender).

LEIA TAMBÉM: Conheça a versão espiritualizada de Foz de Iguaçu

Confira as atrações:

  • Consideradas uma das Sete Maravilhas da Natureza, as cataratas se formaram há 200 mil anos devido a uma falha geológica no leito do Rio Paraná que faz com que a desembocadura do Rio Iguaçu se converta em uma impressionante queda de 80 metros de altura (foto: Eduardo Vessoni)
    Consideradas uma das Sete Maravilhas da Natureza, as cataratas se formaram há 200 mil anos devido a uma falha geológica no leito do Rio Paraná que faz com que a desembocadura do Rio Iguaçu se converta em uma impressionante queda de 80 metros de altura (foto: Eduardo Vessoni)

  • A região das cataratas abriga até 275 quedas d'água, de acordo com o nível de água na região, que podem ser vistas a partir de diversos mirantes espalhados ao longo da trilha leve que margeia o rio Iguaçu. A largura total das Cataratas no território brasileiro é de, aproximadamente, 800 metros. Na Argentina, a sequência de quedas é de 1.900 metros (foto: Eduardo Vessoni)
    A região das cataratas abriga até 275 quedas d’água, de acordo com o nível de água na região, que podem ser vistas a partir de diversos mirantes espalhados ao longo da trilha leve que margeia o rio Iguaçu. A largura total das Cataratas no território brasileiro é de, aproximadamente, 800 metros. Na Argentina, a sequência de quedas é de 1.900 metros (foto: Eduardo Vessoni)

  • <strong>Criado em 1939, o Parque Nacional do Iguaçu possui o maior remanescente de floresta Atlântica do sul do Brasil (são mais de 600 mil hectares de área protegida) e abriga espécies animais como onça-pintada, puma, jacaré-de-papo-amarelo e o papagaio-de-peito-roxo (foto: Eduardo Vessoni)</strong>
    Criado em 1939, o Parque Nacional do Iguaçu possui o maior remanescente de floresta Atlântica do sul do Brasil (são mais de 600 mil hectares de área protegida) e abriga espécies animais como onça-pintada, puma, jacaré-de-papo-amarelo e o papagaio-de-peito-roxo (foto: Eduardo Vessoni)

  • Seja qual for o seu roteiro, orçamento ou estilo de viagem, a visita às Cataratas do Iguaçu é a atração principal (ainda que você tenha apenas um dia no destino) (foto: Eduardo Vessoni)
    Seja qual for o seu roteiro, orçamento ou estilo de viagem, a visita às Cataratas do Iguaçu é a atração principal, ainda que você tenha apenas um dia no destino (foto: Eduardo Vessoni)

  • A região das cataratas abriga até 275 quedas d'água, de acordo com o nível de água na região, que podem ser vistas a partir de diversos mirantes espalhados ao longo da trilha leve que margeia o rio Iguaçu. A largura total das Cataratas no território brasileiro é de, aproximadamente, 800 metros. Na Argentina, a sequência de quedas é de 1.900 metros (foto: Eduardo Vessoni)
    A região das cataratas abriga até 275 quedas d’água, de acordo com o nível de água na região, que podem ser vistas a partir de diversos mirantes espalhados ao longo da trilha leve que margeia o rio Iguaçu. A largura total das cataratas no território brasileiro é de, aproximadamente, 800 metros. Na Argentina, a sequência de quedas é de 1.900 metros (foto: Eduardo Vessoni)

  • <strong>Considerada uma das maiores hidrelétricas do planeta, a Itaipu Binacional já recebeu a visita de 18 milhões de pessoas desde que começaram os trabalhos no local, em 1975 (foto: Eduardo Vessoni)</strong>
    Considerada uma das maiores hidrelétricas do planeta, a Itaipu Binacional já recebeu a visita de 18 milhões de pessoas desde que começaram os trabalhos no local, em 1975 (foto: Eduardo Vessoni)

  • Uma das atrações mais populares é o tour panorâmico em território neutro, entre o Brasil e o Paraguai, um circuito de 2 km de extensão a bordo de um ônibus de dois pisos que faz passa pela barragem principal, uma obra impressionante de 196 metros de altura,  e faz paradas em mirantes como o do vertedouro, por onde a água desce a 140 km por hora,  e no píer de onde saem os passeios de catamarã inaugurados, recentemente (foto: Eduardo Vessoni)
    Uma das atrações mais populares é o tour panorâmico em território neutro, entre o Brasil e o Paraguai, um circuito de 2 km de extensão a bordo de um ônibus de dois pisos que passa pela barragem principal, uma obra impressionante de 196 metros de altura, e faz paradas em mirantes como o do vertedouro, por onde a água desce a 140 km por hora, e no píer de onde saem os passeios de catamarã inaugurados, recentemente (foto: Eduardo Vessoni)

  • Uma das atrações mais populares é o tour panorâmico em território neutro, entre o Brasil e o Paraguai, um circuito de 2 km de extensão a bordo de um ônibus de dois pisos (foto: Eduardo Vessoni)
    Uma das atrações mais populares é o tour panorâmico em território neutro, entre o Brasil e o Paraguai, um circuito de 2 km de extensão a bordo de um ônibus de dois pisos (foto: Eduardo Vessoni)

  • 311
    A gente não consegue imaginar que um lugar tão técnico como uma hidrelétrica consiga oferecer tantas opções de entretenimento. Mas Itaipu, que em tupi-guarani significa “a pedra que canta”, conta também com test drive em veículos elétricos, em um circuito de 20 km; show de iluminação noturna, cuja barragem é iluminadas por 747 refletores e acompanhada por música; e atrações como um museu que conta a história do local e um tour astronômico (foto: Eduardo Vessoni)

  • Criado em 94 pelo casal de ingleses Dennis e Anna Croukamp, o Parque das Aves abriga, aproximadamente, 1.100 animais, e uma área de 16,5 hectares (foto: Eduardo Vessoni)
    Criado em 94 pelo casal de ingleses Dennis e Anna Croukamp, o Parque das Aves abriga, aproximadamente, 1.100 animais, e uma área de 16,5 hectares (foto: Eduardo Vessoni)

  • 27
    O Parque das Aves, área verde de Foz do Iguaçu com animais prevenientes de apreensões pela polícia ambiental e o IBAMA, abriga araras, faisões, corujas, harpias e o mal-humorado casuar, ave gigante de 60 kg originários da Austrália e Nova Guiné (foto: Eduardo Vessoni)

  • O destaque do Parque das Aves são os viveiros em que os visitantes entram em gaiolas gigantes e podem ficar bem próximo de aves como araras e tucanos (foto: Eduardo Vessoni)
    O destaque do Parque das Aves são os viveiros em que os visitantes entram em gaiolas gigantes e podem ficar bem próximo de aves como araras e tucanos (foto: Eduardo Vessoni)

  • Gralha-azul, uma das aves que podem ser vistas no Parque das Aves, em Foz do Iguaçu (foto: Eduardo Vessoni)
    Gralha-azul, uma das aves que podem ser vistas no Parque das Aves, em Foz do Iguaçu (foto: Eduardo Vessoni)

  • O lugar tem ares de abandono e oferece poucas opções para o visitante como uma praça e uma loja de souvenirs, mas no Marco das Três Fronteiras é possível ver cada um dos marcos geográficos na fronteira de Foz do Iguaçu (Brasil), Puerto Iguazu (Argentina) e Puerto Franco (Paraguai) (foto: Eduardo Vessoni)
    O lugar tem ares de abandono e oferece poucas opções para o visitante como uma praça e uma loja de souvenirs, mas no Marco das Três Fronteiras é possível ver cada um dos marcos geográficos na fronteira de Foz do Iguaçu (Brasil), Puerto Iguazu (Argentina) e Puerto Franco (Paraguai) (foto: Eduardo Vessoni)

  • Localizado em Puerto Iguazú, na fronteira do Brasil com a Argentina, o Duty Free é uma zona livre de impostos em forma de shopping, capaz de deixar brasileiros alucinados por horas. Sua área de 5 mil m² abriga stands com produtos de marcas como Prada, Puma, Diesel, GAP, Nike e Cannon (foto: Eduardo Vessoni)
    Localizado em Puerto Iguazú, na fronteira do Brasil com a Argentina, o Duty Free é uma zona livre de impostos em forma de shopping, capaz de deixar brasileiros alucinados por horas. Sua área de 5 mil m² abriga stands com produtos de marcas como Prada, Puma, Diesel, GAP, Nike e Cannon (foto: Eduardo Vessoni)

SAIBA MAIS

SITE DE TURISMO DE FOZ
Iguassu Convention & Visitors Bureau
www.iguassu.com.br

DOCUMENTOS
Para cruzar as fronteiras de Foz com o Paraguai e a Argentina, brasileiros devem portar RG, carteira de habilitação ou passaporte.

QUANDO IR
Foz de Iguaçu é um destino para ser visitado durante todo o ano, mas é entre outubro e março que seu volume de água é maior, garantindo um dos espetáculos naturais mais impactantes em todo o Brasil.

Parque Nacional do Iguaçu
R$ 20 (adultos brasileiros) e grátis para crianças até 12 anos.
www.cataratasdoiguacu.com.br

Itaipu Binacional
Av. Tancredo Neves, 6731
Visita Panorâmica (R$ 27) / Circuito Especial (R$ 64) / Iluminação da Barragem (R$ 15)
www.turismoitaipu.com.br

Parque das Aves
Av. das Cataratas, km 17.1 (ao lado do Parque Nacional)
Diariamente, das 8h30 às 17h
R$ 20 (brasileiros) e R$ 5 (moradores de Foz)
www.parquedasaves.com.br

Duty Free
A brasileira Foz do Iguaçu conta com um serviço gratuito de ônibus que percorre os hotéis da cidade e leva hóspedes até o Duty Free (reservas: 0800 645 4434)
www.dutyfreeshoppuertoiguazu.com

*Esta viagem foi feita com o apoio da CVC (www.cvc.com.br)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*