9 países para viajar apenas com RG

Você sonha com uma viagem internacional, mas acha a Europa ou os Estados Unidos muito burocráticos ou pouco acessíveis?

Na América do Sul, entre os países que fazem parte do Mercosul, é possível viajar sem passaporte e ainda economizar com a compra de passagens aéreas (afinal de contas esses destinos ficam logo ali).

Antes de entrar no país, seja no aeroporto ou em aduanas terrestres, o visitante deve apenas mostrar o RG com foto recente e especificar a duração da viagem e as cidades a serem visitadas.

Conheça os nove países sul-americanos que permitem a entrada de brasileiros apenas com RG:

ARGENTINA

Apesar da rivalidade no futebol (e em outros temas polêmicos), argentinos e brasileiros se dão muito bem quando o assunto é viagem. Afinal, os dois países dividem uma das Sete Maravilhas da Natureza, o que já é um motivo mais que especial para conhecer a terra vizinha.

A cidade de Puerto Iguazu costuma ser uma das portas de entrada para a Argentina, principalmente entre os visitantes que vão conhecer as cataratas. Além dessa pequena cidade na Tríplice Fronteira (que inclui ainda o Paraguai), há muitos outros destinos que merecem entrar no roteiro do viajante como a (obrigatória) capital Buenos Aires, as regiões vinícolas de Mendoza e a isolada Patagônia.

DOCUMENTOS: Passaporte ou RG (não há prazo de validade, desde que esteja em boas condições e a foto permita claramente a identificação do titular)

LEIA TAMBÉM: “De norte a sul, a vizinha Argentina tem experiências inusitadas”

URUGUAI

José Ignacio, refúgio do litoral uruguaio, a 45 km da (dispensável) Punta del Este Saiba mais (foto: Eduardo Vessoni)
José Ignacio, refúgio do litoral uruguaio, a 45 km da (dispensável) Punta del Este Saiba mais (foto: Eduardo Vessoni)

O Uruguai até pode ser menor em comparação com os outros países da América do Sul, mas isso não significa que tenha menos atrativos a oferecer ao visitante.

Dono de praias escondidas como as da região de Cabo Polônio, destinos descolados como José Ignacio e de endereços culturais e históricos da capital Montevidéu, o Uruguai é parada obrigatória para quem quer conhecer a versão menos óbvia do continente.

DOCUMENTOS: RG ou passaporte com validade superior a 6 meses

LEIA TAMBÉM: “José Ignacio: a versão relaxada de Punta del Este”

PARAGUAI

Santísima Trinidad, no sul do Paraguai, é um dos destaques arquitetônicos do roteiro das Reduções Jesuíticas que abriga construções do século 16 (foto: Eduardo Vessoni)
Santísima Trinidad, no sul do Paraguai, é um dos destaques arquitetônicos do roteiro das Reduções Jesuíticas que abriga construções do século 16 (foto: Eduardo Vessoni)

Injustamente esquecido por boa parte dos viajantes brasileiros, o Paraguai pode ser uma agradável surpresa, especialmente para aqueles que viajam com o objetivo de enriquecer a bagagem cultural.

A capital Assunção abriga prédios históricos e diversas áreas verdes. Já o interior paraguaio propicia experiências ainda mais convidativas, graças a lugares como a região das Missões Jesuíticas que revelam detalhes do período quando os jesuítas desembarcaram por ali com o objetivo de catequizar comunidades indígenas.

DOCUMENTOS: Passaporte ou RG

LEIA TAMBÉM: “Cartões postais imperdíveis da América do Sul”

BOLÍVIA

(foto: Javierosh/Flickr-Ceative Commons)
(foto: Javierosh/Flickr-Ceative Commons)

Um país dono de belezas naturais como o Salar de Uyuni – o maior deserto de sal do mundo – e sítios arqueológicos que ainda mexem com o imaginário do grande público e de historiadores só pode proporcionar viagens incríveis.

A Bolívia conta com destinos capazes de entreter o viajante por dias como a caótica (e fascinante) La Paz.

DOCUMENTOS: Passaporte com validade igual ou superior a 6 meses ou RG expedido há, no máximo dez anos, e certificado de vacinação contra a febre amarela

LEIA MAIS: “Viagem pelo maior salar do mundo é experiência única na América do Sul”

CHILE

Desertos, vulcões, geleiras, vinhedos e história fazem do Chile um país múltiplo.

A cada nova estação, uma experiência única é vivenciada pelos visitantes estrangeiros e não importa qual região chilena faça parte do roteiro – a Patagônia Chilena, a capital Santiago ou a Ilha de Páscoa. Embora cada um destes lugares marque de maneira diferente a memória do viajante, é possível dizer que são todos igualmente envolventes.

DOCUMENTOS: Passaporte válido ou RG e passagem de retorno

LEIA MAIS: “Chile em 27 imagens”

COLÔMBIA

De um lado, o azul das águas caribenhas. Do outro, o verde dos cafezais. E em meio a tudo isso cidades históricas, formadas por conjuntos arquitetônicos majestosos e imponentes.

É com essa geografia variada que a Colômbia recebe seus visitantes, garantindo ainda a hospitalidade e as valiosas tradições de seu povo.

DOCUMENTOS: Passaporte ou RG

LEIA MAIS: “Rota inca é declarada Patrimônio da Humanidade”

EQUADOR

Galápagos (foto: Divulgação)
Galápagos (foto: Divulgação)

O Equador é um dos países mais baratos da América do Sul para viajar.

Além de economia, o viajante tem a possibilidade de traçar roteiros que mesclem o que há de mais bonito em seus cenários naturais ao que há de mais valioso em sua história.

Depois de desembarcar na capital Quito, o viajante poderá se ver diante de assombrosos vulcões, como Cotopaxi e Chimborazo; cidades históricas como a bela Cuenca ou ainda conhecer lugares paradisíacos como o arquipélago de Galápagos.

DOCUMENTOS: Passaporte ou RG

LEIA MAIS: “Vulcões da América do Sul”

PERU

O principal cartão postal peruano é, sem dúvida, Machu Picchu. Mas esse país andino tem muito mais a oferecer.

Não que a cidade perdida de Cuzco não seja motivo suficiente para cruzar os Andes, mas o país abriga outras atrações imperdíveis como as misteriosas linhas de Nazca, observação de condores no Cânion do Colca e a versão peruana da Amazônia.

DOCUMENTOS: Passaporte ou RG

LEIA MAIS: “Faça uma viagem por diversas regiões do Peru, na América do Sul”

VENEZUELA

Outro país latino-americano banhado pelo mar do Caribe é a Venezuela, destino para quem viaja em busca de um roteiro aventureiro único e emocionante (embora a política atual ande afugentando viajantes de todo o mundo).

O país abriga endereços naturais impresisonantes como o Monte Roraima, na fronteira com o Brasil; praias paradisíacas do Caribe como Los Roques; e a cachoeira mais alta do mundo, o Salto Ángel, no Parque Nacional Canaima.

DOCUMENTOS: Passaporte ou RG

LEIA MAIS: “Pesquisa lista as dez cidades mais caras do mundo”

Salvar

Salvar

Salvar

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*