10 museus imperdíveis da Holanda

Ícone da arte europeia, a Holanda se prepara para um 2015 culturalmente especial.

Na capital Amsterdã, que tem a maior densidade de museus do mundo – cerca de 60 –, e por todo o país, novas exposições celebram da arte clássica à contemporânea, passando pela história e cultura locais.

Além das comemorações pelos 125 anos de inspiração de Van Gogh, um dos mais ilustres pintores holandeses, os museus do país trazem uma programação intensa. Confira a seleção:

1.Van Gogh Museum

Van Gogh Museum, em Amsterdã (foto: jan.tito/Flickr-Creative Commons)
Van Gogh Museum, em Amsterdã (foto: jan.tito/Flickr-Creative Commons)

Dono do maior acervo dedicado a esse artista, o Museu Van Gogh fica em Amsterdã e atrai cerca de 1,5 milhão de visitantes por ano.

Remodelado no ano passado para a celebração de 125 anos de morte do pintor, o local abriga desde novembro uma exposição com mais de mil produções entre cartas e desenhos que, raramente, são exibidas por conta da sensibilidade à luz. Saiba mais

2. Rijksmuseum

Rijksmuseum, o Museu Nacional da Holanda, em Amsterdã (foto: Simone Richter/Flickr-Creative Commons)
Rijksmuseum, o Museu Nacional da Holanda, em Amsterdã (foto: Simone Richter/Flickr-Creative Commons)

O destaque de 2015, no Museu Nacional da Holanda, é a exposição Late Rembrandt que acontece no Rijksmuseum até o dia 17 de maio) com trabalhos do pintor feitos entre 1652 até seu falecimento, em 1669.

Instalado na Museumplein (Praça do Museu), bem no centro de Amsterdã, o Rijksmuseum abriga também uma coleção de arte e história da Holanda desde a Idade Média, que ocupa 80 salas em quatro pisos. Saiba mais

3.Mauritshuis

A obra “Moça com Brinco de Pérola”, de Johannes Vermeer, está em exibição no Mauritshuis, em Haia (foto: Mauritshuis/Reprodução)
A obra “Moça com Brinco de Pérola”, de Johannes Vermeer, está em exibição no Mauritshuis, em Haia (foto: Mauritshuis/Reprodução)

Após dois anos de reforma, o Mauritshuis, em Haia, volta a abrir suas portas para o público.

O local é famoso por guardar uma das obras mais emblemáticas de Johannes Vermeer, “Moça com Brinco de Pérola”,  conhecida como a Mona Lisa holandesa.

Além de Vermeer, o museu reúne obras dos velhos mestres dos séculos XVII e XVIII, como Rembrandt e Frans Hals. Saiba mais

4.Casa de Anne Frank

Vista aérea da Casa de Anne Frank, museu localizado em Amsterdã (foto: José A./Flickjr-Creative Commons
Vista aérea da Casa de Anne Frank, museu localizado em Amsterdã (foto: José A./Flickjr-Creative Commons

Semestralmente, a casa mais famosa de Amsterdã recebe uma uma nova exibição temporária.

Até abril deste ano, The helpers of the Secret Annexe está aberta à visitação, uma exposição especial que ressalta a importância daqueles que ajudaram a família Frank a se esconder durante a Segunda Guerra Mundial. Em 2015, também será celebrado o 70º aniversário da morte de Anne Frank e algumas homenagens serão feitas ao longo do ano.

Nessa casa, no centro de Amsterdã, está o esconderijo onde Anne Frank escreveu seu famoso diário durante a Segunda Guerra Mundial. Anne era uma garota normal em circunstâncias excepcionais. Por mais de dois anos, ela descreveu no diário os eventos de seu dia a dia no esconderijo.

A visita à Casa de Anne Frank é uma experiência comovente e parada obrigatória para os visitantes da cidade. Saiba mais

5.NEMO

Nemo Museum, em Amsterdã (foto: Divulgação)
Nemo Museum, em Amsterdã (foto: Divulgação)

Este é um centro de ciência e tecnologia de cinco andares com atrações para as crianças.

Com uma arquitetura curiosa, o centro está localizado próximo à estação central de Amsterdã e recebe todos os interessados em experimentos de física ou uma jornada pela mente humana. Saiba mais

6. Hermitage Amsterdã

Hermitage, em Amsterdã (foto: David van der Mark/Flickr-Creative Commons)
Hermitage, em Amsterdã (foto: David van der Mark/Flickr-Creative Commons)

O Hermitage Amsterdã é o maior museu satélite do Museu Hermitage de São Petersburgo, aclamado por viajantes como o melhor museu do mundo.

Localizado Amstelhof, construção às margens do rio Amstel, o museu abriga uma coleção com cerca de três milhões de objetos do museu original.

Atualmente, o destaque fica para a exposição Dining with the Tsars com louças russas de luxo.Saiba mais

7. Boijmans Van Beuningen

Museu Boijmans Van Beuningen, em Roterdã, na Holanda (foto: Michele Ahin/Flickr-Creative Commons)
Museu Boijmans Van Beuningen, em Roterdã, na Holanda (foto: Michele Ahin/Flickr-Creative Commons)

O museu abriga uma coleção única de pinturas, esculturas e objetos, valorizando a arte, o design e a moda nas suas exposições clássicas e modernas.

Localizado em Roterdã, o Museu Boijmans van Beuningen abriga coleções permanentes que contam com pinturas de mestres como Magritte e Dalí, peças de designers aclamados da Holanda e as novas exposições com obras de artistas contemporâneos, tais como Infinity Mirror Room da Yayoi Kusama. Saiba mais

8. EYE

Fachada do museu Eye, em Amsterdã (foto: Divulgação)
Fachada do museu Eye, em Amsterdã (foto: Divulgação)

Este é o único museu da Holanda dedicado, exclusivamente, a filmes e à cinematografia.

Com uma programação diária de filmes como clássicos, alternativos e infantis, o museu conta também com exposições como a atual Jean Desmet’s Dream Factory. The Adventurous Years of Film (1907-1916) sobre os primeiros anos do cinema holandês.

O museu, em Amsterdã, convida os visitantes a assistir a filmes em suas quatro telas, explorar a área de mostras, o porão interativo, a loja, o restaurante e o café que oferecem uma linda vista do rio IJ, pronunciado como o nome do museu. Saiba mais

9.Royal Delft

Royal Delft, em Delft, na Holanda (foto: Divulgação)
Royal Delft, em Delft, na Holanda (foto: Divulgação)

Fundada em 1653, a Royal Delft é a única fábrica de porcelana da cidade de Delft do século XVII que ainda continua ativa.

A famosa cerâmica ainda é toda pintada à mão, de acordo com séculos de tradição. Durante a Royal Delft Experience, os visitantes embarcam em uma viagem pelo presente, passado e futuro desse símbolo secular holandês, e a cada mês do ano há atividades e workshops diversificados no espaço, com temas festivos como Valentine’s Day, Páscoa e Dia das Mães.

Também é possível tomar um chá da tarde, promover eventos e até mesmo se casar nos espaços da antiga fábrica. Saiba mais

10.Museu do Sexo

Museu do Sexo, em Amsterdã (foto: Reprodução)
Museu do Sexo, em Amsterdã (foto: Reprodução)

O primeiro e mais antigo museu do sexo no mundo encontra-se em Amsterdã.

Seu acervo contém estátuas, pinturas, fotos, vídeos e todo tipo de objetos e até mesmo atrações relacionadas ao tema.

Com slogan “Sexo é a coisa mais natural do mundo”, o museu mostra que sexo teve papel importante ao longo da história e também nas artes e atrai mais de 500 mil visitantes por ano.Saiba mais

(*fonte: assessoria de imprensa de Amsterdã)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*