10 viagens para fazer antes dos 30 anos

Fazer uma faculdade, conseguir um bom emprego, comprar a casa própria, casar, ter filhos e, quem sabe, até fazer seu primeiro milhão.

As pressões do mundo “normal” costumam bater cedo na porta de quem está na casa dos 20 anos. Mas antes de assumir todas essas responsabilidades, que tal fazer diferente e escolher o mundo para se preparar para o futuro?

O buscador de preços de passagens aéreas Skyscanner selecionou 10 experiências para você ter antes de chegar aos 30 anos.

LEIA TAMBÉM: 9 países para viajar apenas com RG

10. NADAR COM TUBARÕES

Mergulhos com tubarão podem ser feitos na Austrália, Califórnia e África do Sul (foto: Jeff/Flickr-Creative Commons)
Mergulhos com tubarão podem ser feitos na Austrália, Califórnia e África do Sul (foto: Jeff/Flickr-Creative Commons)

Para viajantes que gostam de desafiar a natureza (e a si mesmos), nadar entre tubarões em seu ambiente natural é daquelas experiências que valem cada centavo.

Seja na África do Sul, no sul da Califórnia ou na Austrália é possível mergulhar em uma gaiola protegida para ver de perto tubarões brancos. Já nas Bahamas você pode alimentar tubarões e na ilha Holbox, no México, dá para mergulhar com segurança e tranquilidade com os tubarões-baleia, que apesar de serem os maiores do mundo só comem plâncton.

9. FAZER UM CURSO DE IOGA NA ÍNDIA

(foto: Dennis Yang/Flickr-Creative Commons)
(foto: Dennis Yang/Flickr-Creative Commons)

Este é daqueles destinos para amar ou odiar.

E caso o seu coração tenha sido conquistado, uma das melhores experiências que você pode ter na Índia é fazer um curso de ioga com alguns dos melhores especialistas do mundo. Esta disciplina tem sido praticada no país como uma forma de libertar a mente, corpo e espírito. SAIBA MAIS

8.DIVERTIR-SE EM LAS VEGAS

High Roller (foto: Divulgação/Las Vegas Convention & Visitors Authority)
High Roller (foto: Divulgação/Las Vegas Convention & Visitors Authority)

O que se faz em Las Vegas, fica em Las Vegas (e que seja antes dos 30).

Neste destino estadunidense do sul do estado de Nevada tudo (ou quase tudo) parece permitido. Não precisa ir ao extremo dos personagens do filme “Se beber, não case”, mas viva o que a cidade tem para oferecer como cassinos, discotecas de luxo com luzes de néon e espetáculos como os do Cirque du Soleil.

7. NADAR EM UM LAGO CONGELADO

(foto: Skyscanner/Divulgação)
(foto: Skyscanner/Divulgação)

Imagine agora a sensação de nadar em águas com temperaturas abaixo de zero, sentindo o golpe do frio em todos os poros do corpo.

Saia rapidamente para não se congelar também, mas aproveite cada instante e certamente esta experiência ficará gravada na sua memória como um dos maiores choques (térmicos) que você já sentiu na vida.

Na Rússia e na Finlândia, os locais já estão acostumados com a maluquice e afirmam que a experiência ajuda a melhorar a circulação e a mantê-los mais jovem. Eles garantem que é mais barato (e mais saudável) do que uma cirurgia estética.

6. FAZER O CAMINHO DE SANTIAGO

(foto: Manuel/Flickr-Creative Commons)
(foto: Manuel/Flickr-Creative Commons)

Apesar de não haver limite de idade para realizar o Caminho de Santiago, na Espanha e em outros países europeus como Portugal e França.

Não importa se você é religioso ou não, fazer alguns dos caminhos de qualquer uma das muitas rotas, certamente vai mudar a sua vida. Defina um ritmo de caminhada que se adapte às suas necessidades, calce sapatos confortáveis e não deixe a mochila muito carregada.

O que importa mesmo é observar a paisagem e sentir as sensações durante a peregrinação, além de conhecer pessoas de todo o mundo. SAIBA MAIS

5. MERGULHAR EM UM CENOTE NO MÉXICO

Cenote Ik Kil, em YUcatán, no México (foto: Vicente Villamón/Flickr-Creative Commons)
Cenote Ik Kil, em YUcatán, no México (foto: Vicente Villamón/Flickr-Creative Commons)

Você com certeza já viu imagens de um cenote. Esses poços de água doce criadas pela erosão do calcário são abundantes na Península de Yucatán, no México.

Os antigos maias acreditavam ser a fonte da vida, a porta de entrada para as maravilhas do outro mundo e um lugar para se comunicar com os deuses.

Qual a melhor maneira de mergulhar nas águas azuis-turquesa iluminadas pela luz que cruza a vegetação local? O cenote Ik Kil é um dos mais populares naquele país da América do Norte.

4. CRUZAR A TRANSIBERIANA

 

Vista da Transiberiana (foto: Russian Railways;/Divulgação)
Vista da Transiberiana (foto: Russian Railways;/Divulgação)

ão 9.288 km de ferrovias entre Moscou e Vladivostok, no Mar do Leste.

Durante a travessia, o viajante passa por sete fusos horários, admirando paisagens capazes de fazer parar o coração de qualquer um.

A rota pode ser feita em oito dias, mas fica ainda melhor se paradas estratégicas forem feitas ao longo do caminho. Se for para conhecer todas as maravilhas, reserve pelo menos 3 semanas para esta experiência.

Saiba como é a travessia de trem pela Transiberiana: Conheça a Transiberiana, a ferrovia mais longa do mundo

3. SALTAR DE BUNGEE JUMPING NA NOVA ZELÂNDIA

(foto: PomInOz, Shutterstock.com/Skyscanner)
(foto: PomInOz, Shutterstock.com/Skyscanner)

Gosta de correr riscos? A Nova Zelândia é o lugar perfeito para os amantes de adrenalina, como esportes de aventura.

Aqui tem opção aventureira para todo tipo de viajante maluco: desde rafting até zorbing(jogar-se morro abaixo dentro de uma bola de plástico transparente).

Com cânions, rios, vales profundos e de beleza sem limites, a Nova Zelândian tem o melhor bungee jumping do mundo – isso diante de paisagens incríveis.

2. FAZER UM MOCHILÃO NA ÁSIA

Centro financeiro de Hong Kong visto do alto do The Peak, uma das atrações turísticas mais populares do destino (foto: Eduardo Vesoni)
Centro financeiro de Hong Kong visto do alto do The Peak, uma das atrações turísticas mais populares do destino (foto: Eduardo Vesoni)

Viajar por países do outro lado do mundo como Tailândia, Laos, Camboja, Vietnã e até Hong Kong, além de fácil, é muito barato.

Estas nações do outro lado do mundo estão bem preparados para o turismo e recebem viajantes com custos bem mais baixos dos que os praticados em países da Europa.

1. ENCARAR A TRILHA INCA DE MACCHU PICCHU

 (foto: Geraint Rowland/Flickr-Creative Commons)
(foto: Geraint Rowland/Flickr-Creative Commons)
Poucas trilhas do mundo têm uma recompensa tão emocionante como a de Macchu Picchu.A Trilha Inca é uma rota de 43 quilômetros percorridos a pé para chegar a este monumento tido como Patrimônio da Humanidade.Durante o caminho, os aventureiros passam por bosques e denso nevoeiro, trilhas milenares e contemplam algumas das melhores vistas do Peru e do planeta. Para encerrar, os viajantes são agraciados pela famosa Puerta del Sol e pelo panorama das majestosas ruínas de Machu Picchu.

(*fonte: Skyscanner)

O post 10 viagens para fazer antes dos 30 anos apareceu primeiro em Viagem em Pauta.

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*