Vulcões do Chile

Dono de uma das geografias mais extremas do continente, o Chile abriga uma sequência de paisagens que vai da fria e isolada Patagônia ao norte árido do país, onde o Atacama é o principal cartão postal. Veja o Chile em 27 imagens.

É justamente essa variedade de cenários naturais que impressiona e assusta, ao mesmo tempo, viajantes que desembarcam naquelas estreitas terras espremidas, entre as cordilheiras dos Andes e o oceano Pacífico.

E nas últimas semanas, as notícias não foram nada animadoras.

Chuvas extremas na Patagônia chilena que obrigaram autoridades a fecharem todos os acessos ao Parque Nacional Torres del Paine, na Patagônia, aeroportos com operações suspensas e atividades vulcânicas intensas que colocaram cidades em alerta máximo.

Vulcão Licancabur, na na fronteira entre o Chile e a Bolívia (foto: Pablo Trincado/Flickr-Creative Commons)
Vulcão Licancabur, na na fronteira entre o Chile e a Bolívia (foto: Pablo Trincado/Flickr-Creative Commons)

De acordo com o departamento de geologia da Universidad de Chile, o país abriga mais de 2 mil vulcões, dos quais 80 deles, aproximadamente, contam com registro eruptivo, nos últimos 450 anos. Considerado um dos países mais sísmicos do mundo, o Chile abriga (para temor e fascínio de viajantes aventureiros) mais de 500 vulcões ativos, segundo informou o jornal La Tercera, no último final de semana.

Dois dos vulcões mais ativos da América do Sul se encontram no Chile, o Villarrica e o Llaima, ainda de acordo com a reportagem do periódico chileno. O primeiro, localizado na região de Pucón, entrou em erupção, no último dia 3 de março, cujo alerta vermelho dado por autoridades obrigou a evacuação de mais de 3 mil pessoas da região.

Na semana passada, no dia 22 de abril, foi a vez do Calbuco, vulcão da região dos Lagos, porta de entrada para a Patagônia chilena, que não tinha registro vulcânico dessas proporções, há mais de 40 anos.

E se esses e outros fenômenos naturais assustam e alteram a rotina de viajantes e moradores de áreas tão delicadas, aquele cenário de vulcões fascina pela beleza que se exibe diante de forasteiros em busca de outras paisagens.

LEIA TAMBÉM: “10 motivos para conhecer a Ilha de Páscoa”

Confira vulcões do Chile

Vulcão Licancabur, na na fronteira entre o Chile e a Bolívia (foto: Pablo Trincado/Flickr-Creative Commons)
Vulcão Licancabur, na na fronteira entre o Chile e a Bolívia (foto: Pablo Trincado/Flickr-Creative Commons)
Vulcão Parinacota, no Parque Nacional Lauca, na região de Arica e Parinacota (foto: wilth/ Flickr-Creative Commons)
Vulcão Parinacota, no Parque Nacional Lauca, na região de Arica e Parinacota (foto: wilth/ Flickr-Creative Commons)
Vulcão Osorno, em Porto Varas (foto: Eduardo Vessoni)
Vulcão Osorno, em Porto Varas (foto: Eduardo Vessoni)
Vulcão Rano Kau, na Ilha de Páscoa (foto: Eduardo Vessoni)
Vulcão Rano Kau, na Ilha de Páscoa (foto: Eduardo Vessoni)
Vulcão Villarrica, em Pucón (foto: Eduardo Vessoni)
Vulcão Villarrica, em Pucón (foto: Eduardo Vessoni)
Vulcão Calbuco (foto: Domínio Público/Flickr-Creative Commons)
Vulcão Calbuco (foto: Domínio Público/Flickr-Creative Commons)
Vista da erupção do vulcão Llaima, em julho de 2008. Localizado na Região da Araucanía, este vulcão a 3.125 metros de altitude é considerado um dos mais ativos da América do Sul (foto: Ismael Cañete/Flickr-Creative Commons)
Vista da erupção do vulcão Llaima, em julho de 2008. Localizado na Região da Araucanía, este vulcão a 3.125 metros de altitude é considerado um dos mais ativos da América do Sul (foto: Ismael Cañete/Flickr-Creative Commons)
Vulcão Calbuco em erupção (foto: Domínio Público/Flickr-Creative Commons)
Vulcão Calbuco em erupção (foto: Domínio Público/Flickr-Creative Commons)
Vista do vulcão Chaitén, a 10 km da cidade de Chaitén, cujas erupções recentes foram em 2008 e 2009 (foto: Sam Beebe/Flickr-Creative Commons)
Vista do vulcão Chaitén, a 10 km da cidade de Chaitén, cujas erupções recentes foram em 2008 e 2009 (foto: Sam Beebe/Flickr-Creative Commons)
Vulcão Puntiagudo (foto: Eduardo Vessoni)
Vulcão Puntiagudo (foto: Eduardo Vessoni)

Salvar

Salvar

2 Comentário

  1. Adorei conhecer sobre esses vulcões,estava querendo saber se existia um em especial,para ja saber mais sobre o local em que tenho o sonho de visitar. (Ilha de Páscoa ).

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*