São Paulo tem tours gratuitos de bicicleta por atrações históricas e turísticas

Enquanto continua a (inútil) discussão sobre a funcionalidade das vermelhas ciclovias de São Paulo, tem ciclista que não perde tempo e ajuda em projeto de solidariedade.

O Bike Tour SP é um passeio de bicicleta gratuito, cujo ingresso é a doação de 2kg de alimento não perecível que são direcionados para o Núcleo Assistencial Bezerra de Menezes, que conta com quatro roteiros temáticos pelas ruas da cidade: Centro Histórico, Avenida Paulista, Parque Ibirapuera e Avenida Faria Lima.

Equipado com um áudio guia, em português e inglês, acoplado ao capacete e acompanhado por dois guias voluntários, o participante recebe informações históricas e curiosidades sobre 52 pontos da cidade.

Os roteiros do Bike Tour SP passam por atrativos de São Paulo, como o Parque do Ibirapuera (foto: Eduardo Vessoni)
Os roteiros do Bike Tour SP passam por atrativos de São Paulo, como o Parque do Ibirapuera (foto: Eduardo Vessoni)

O projeto começou a ser planejado há 17 anos, durante uma viagem que o idealizador do roteiro, André Moral, fez pela Europa.

“Pensei em adaptar os roteiros com áudio em Barcelona para conhecer São Paulo de bike, mas na época a cidade não estava tão preparada para isso como hoje”, descreve Moral.

Desde seu lançamento, cujo aniversário de dois anos foi comemorado no último domingo (17 de maio), mais de 10 mil pessoas já participaram desse projeto que, atualmente, conta com mais de 50 bicicletas que rodam por rotas com até 5 km e por terreno plano.

LEIA TAMBÉM: “Roteiro mapeia arte de rua em São Paulo”

A avenida Paulista é uma das rotas dos passeios gratuitos de bicicleta que acontecem, nos finais de semana, em São Paulo (foto: Bike Tour SP/Divulgação)
A avenida Paulista é uma das rotas dos passeios gratuitos de bicicleta que acontecem, nos finais de semana, em São Paulo (foto: Bike Tour SP/Divulgação)

O percurso tem duração média de 1h15 e as bicicletas, coletes e equipamentos de segurança são fornecidos pelo projeto.

Os roteiros mais procurados, em que o ciclista conhece até 15 atrativos, são os que passam pelo centro histórico e pela avenida Paulista, as rotas mais antigas do projeto. No roteiro histórico, por exemplo, é possível pedalar na Praça da Sé, Viaduto do Chá e Páteo do Colégio. Na avenida Paulista, as paradas são em atrativos como a Casa das Rosas, MASP e o Conjunto Nacional.

Já no roteiro da Faria Lima, os ciclistas passam pelo Museu da Casa Brasileira, Largo da Batata, Instituto Tomie Otake e pela Vila Madalena.

Idosos e portadores de necessidades especiais (físicas ou visuais) contam também com um trenzinho ou Hand Bike (em que o pedal fica nas mãos).

“Nossa ideia era que todos pudessem fazer esses roteiros e, para isso, criamos um trenzinho com três triciclos conectados”, conta André Moral.

Idosos e portadores de necessidades especiais contam com trenzinhos para realizar os roteiros de bicicleta, em São Paulo (foto: Bike Tour SP/Divulgação)
Idosos e portadores de necessidades especiais contam com trenzinhos para realizar os roteiros de bicicleta, em São Paulo (foto: Bike Tour SP/Divulgação)

LEIA TAMBÉM: “Bate e volta paulista: cinco destinos próximos a São Paulo”

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*