Conheça 3 tours imperdíveis para amantes de cerveja

No lugar de sonolentas descrições históricas diante de monumentos centenários, tecnologia e interatividade fazem a alegria de visitantes em salas multimídias.

Saem atrações turísticas famosas e entram Stout, Ale e Lager.

O Viagem em Pauta selecionou três tours que homenageiam a cerveja, desenhados à medida para elevar o teor alcoólico de sua próxima viagem.

Neste roteiro, os viajantes etílicos encontram não só sabores exóticos da bebida alcoólica mais consumida no mundo mas também uma cenografia de efeitos embriagantes em destinos como a Holanda, Irlanda e (quem diria) a África do Sul.

Com ambientes cenográficos caprichados e altos investimentos em tecnologia, esses espaços expositivos guardam o melhor para o final: todos os tours incluem degustação de bebidas.

⇒ Heineken Experience

(foto: Eduardo Vessoni)
(foto: Eduardo Vessoni)

Sem dúvida esse é um dos tours cervejeiros mais interativos de toda a Europa, marcado pelo mesmo espírito arrojado e aventureiro das campanhas publicitárias dessa marca holandesa.

A experiência, uma das atrações mais visitadas da cidade, começa no interior de antigas salas erguidas pela família Heineken, onde se encontram objetos históricos da época como os frascos de vidro do primeiro laboratório dedicado às análises de cerveja, aberto por Adriaan Heineken, e segue pelo antigo setor de produção, cuja prova do mosto vale mais pela reação dos visitantes do que pelo sabor desse líquido açucarado prévio à fermentação.

A interação fica por conta das salas multimídias como o local onde é possível personalizar a própria garrafa, pick ups de Djs que podem ser manipuladas pelos visitantes, ambiente com projeções das famosas peças publicitárias da empresa e até um cinema 4D em que o visitante se sente como se fosse um dos ingredientes do preparo da bebida.

Neste roteiro autoguiado, o visitante conta também com audioguias e informações extras dadas por funcionários à disposição em cada uma das salas.

SAIBA MAIS
Onde: Amsterdã (Holanda)
Quanto: 18 euros (16 euros, para a compra online)
www.heineken.com

⇒ Guiness Storehouse

(foto: Guinness Storehouse/Divulgação)
(foto: Guinness Storehouse/Divulgação)

Essa Stout de sabor acentuado, uma espécie de mania nacional da Irlanda, não agrada a todos os paladares, mas o completo tour pelos setores cenográficos dessa empresa é a atração turística mais visitada da Irlanda.

Ao longo dos sete andares onde acontece a visita, dá para perder fácil a noção do tempo, em atrações expostas em salas bem decoradas que contam a história e o processo de preparo da Stout, cerveja escura produzida com malte torrado.

Porém o ponto máximo da visita é o observatório do bar envidraçado que se localiza no último andar do edifício, de onde se tem uma vista panorâmica de 360° de Dublin.

Fundada em 1759 por Arthur Guinness, após a assinatura de um inusitado contrato de nove mil anos de uso de uma cervejaria desativada no St. James Gate, a empresa já foi uma das maiores em seu gênero, em todo o mundo.

SAIBA MAIS
Onde: Dublin (Irlanda)
Quanto: €18 e 16.20 (online)
www.guinness-storehouse.com

⇒ South African Breweries

(foto: Eduardo Vessoni)
(foto: Eduardo Vessoni)

Em terras onde safáris selvagens e tours de vinhos parecem ser as únicas opções de turismo, a África do Sul quebra estereótipos nesta cervejaria do centro financeiro de Joanesburgo.

Fundada durante a corrida do ouro que tomou conta da cidade, no final do século 19, a SAB (South African Breweries) surpreende com esse tour cenográfico que conta a história da bebida desde a Mesopotâmia.

A visita segue por ambientes que recriam momentos históricos da África do Sul como a fabricação artesanal nas antigas aldeias africanas e os tradicionais shebeens do Soweto, como eram conhecidos os estabelecimentos ilegais que funcionavam, nos duros anos de apartheid.

SAIBA MAIS
Onde: Joanesburgo (África do Sul)
Quanto:
95 rands sul-africanos
www.worldofbeer.co.za

VEJA MAIS FOTOS

  • (foto: Eduardo Vessoni)
    Sala de degustação da Heineken, em Amsterdã, na Holanda (foto: Eduardo Vessoni)

  • (foto: Eduardo Vessoni)
    Sala de degustação da SAB, em Joanesburgo, na África do Sul (foto: Eduardo Vessoni)

  • (foto: Guinness Storehouse/Divulgação)
    Vista do bar panorâmico da Guinness, em Dublin, n Irlanda (foto: Guinness Storehouse/Divulgação)

  • Vista de uma das salas da da Heineken, em Amsterdã, na Holanda foto: Heineken Experience/Divulgação
    Vista de uma das salas da da Heineken, em Amsterdã, na Holanda foto: Heineken Experience/Divulgação)

  • Início do tour pela fábrica da Guinness, em Dublin, na Irlanda (foto: Eduardo Vessoni)
    Início do tour pela fábrica da Guinness, em Dublin, na Irlanda (foto: Eduardo Vessoni)

  • Sala de ingredientes da Heineken EXperience, em Amsterdã, na Holanda (foto: Eduardo Vessoni)
    Sala de ingredientes da Heineken Experience, em Amsterdã, na Holanda (foto: Eduardo Vessoni)

  • Sala multimídia da Heineken Experience, em Amsterdã, na Holanda (foto: Eduardo Vessoni)
    Sala multimídia da Heineken Experience, em Amsterdã, na Holanda (foto: Eduardo Vessoni)

  • O tour cenográfico de cerveja, na África do Sul, conta com ambientes que recriam momntos históricos do país como  os tradicionais shebeens do Soweto, como eram conhecidos os estabelecimentos ilegais que funcionavam, nos duros anos de apartheid (foto: Eduardo Vessoni)
    O tour cenográfico de cerveja, na África do Sul, conta com ambientes que recriam momntos históricos do país como os tradicionais shebeens do Soweto (foto), como eram conhecidos os estabelecimentos ilegais que funcionavam, nos duros anos de apartheid (foto: Eduardo Vessoni)

  • Sala de degustação da Guinness, em Dublin, na Irlanda (foto: Eduardo Vessoni)
    Sala de degustação da Guinness, em Dublin, na Irlanda (foto: Eduardo Vessoni)

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*