400 anos depois de lançamento, Dom Quixote inspira turismo na Espanha

Quatro séculos depois do lançamento da segunda parte da saga Dom Quijote, de Miguel de Cervantes, a Espanha ainda se orgulha de um de seus personagens mais famosos, internacionalmente.

Essa sátira aos romances de cavalaria, lançada em 1615, continua sendo uma das obras literárias espanholas mais celebradas e chegou até a ser classificada como “parte da memória da Humanidade”, segundo o escritor argentino Jorge Luís Borges.

Até hoje, Cervantes e seu cavaleiro andante ainda servem de inspiração para diversas atrações turísticas da Espanha como a histórica Alcalá de Henares, onde Miguel de Cervantes Saavedra teria nascido, supostamente, em 29 de setembro de 1547.

Dona de um centro histórico declarado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, o destino é uma das quinze cidades espanholas que também são patrimônio mundial.

Confira as atrações relacionadas a Miguel de Cervantes:

⇒ Museo Casa Natal de Cervantes

Museo Casa Natal de Cervantes, em Alcalá de Henares (foto: Eduardo Vessoni)
Museo Casa Natal de Cervantes, em Alcalá de Henares (foto: Eduardo Vessoni)

Localizada a 14 km do aeroporto de Madri, a cidade de Alcalá de Henares ainda preserva o casarão onde Cervantes nasceu e morou até os quatro anos de idade.

Dividido em dois andares, o museu abriga salas temáticas dedicadas às vidas social e privada espanholas, bem como uma coleção bibliográfica com as edições mais importantes de Cervantes, entre as quais se destacam uma publicação lisboeta de 1605 e a primeira edição espanhola ilustrada de 1674. SAIBA MAIS

⇒ Calle Mayor de Alcalá

Mural na Calle Mayor, em Alcalá de Henares (foto: Eduardo Vessoni)
Mural na Calle Mayor, em Alcalá de Henares (foto: Eduardo Vessoni)

Essa rua exclusiva para pedestres, no centro histórico de Alcalá de Henares, abriga atrações como a casa natal do escritor e um trabalho de grafite com referências a Dom Quixote.

Considerada o eixo principal da cidade, no século 12, essa via ainda guarda construções bem preservadas que datam do século 19, com antigos comércios no piso térreo e residências, no segundo andar.

⇒ Trem de Cervantes

(foto: Renfe/Divulgação)
(foto: Renfe/Divulgação)

Nesta viagem ferroviária entre Madri e Alcalá de Henares, os viajantes são recepcionados por atores que representam trechos de Dom Quixote e também participam de um tour por endereços históricos da cidade como a Calle Mayor, Universidade de Alcalá, Catedral Magistral, Plaza de Cervantes, Torre de Santa María e o Corral de Comedias. SAIBA MAIS

⇒ Museo-Casa de Dulcinea del Toboso

A antiga moradora dessa casa, em El Toloboso, na província de Toledo, teria inspirado a criação da imaginária donzela Dulcinéia del Toboso, uma das protagonistas da obra de Cervantes

Uma das teorias é que o nome Dulcinea seria a aglutinação das palavras “dulce” e “Ana”, em referência a Ana Martínez Zarco de Morales.

O museu, que funciona em uma típica casa de La Mancha do século 16, abriga ambientes como a sala de moinho, adega e pátios interiores. SAIBA MAIS

⇒ Casa Museo de Cervantes

Este museu em Esquivias, município da província de Toledo, funciona no interior da casa onde Cervantes viveu, após se casar com Catalina de Palacios, e abriga suas estruturas originais, onde podem ser vistos documentos da época de documentos e mobiliário da época. SAIBA MAIS

⇒ Museo Casa de Cervantes

No número 14 desse conjunto de residências de Valladolid, na província espanhola de mesmo nome, Miguel de Cervantes morou com a família, entre 1604 e 1606.

Foi nesse curto período em que o escritor publicou a primeira edição de El Quijote, em 1605, cuja residência recria ambientes residenciais da época. SAIBA MAIS

⇒ Quarto centenário de Dom Quixote

(imagem: qvixote2015.es/Divulgação)
(imagem: qvixote2015.es/Divulgação)

As comemorações quixotescas da comunidade autônoma de Castilla-La Mancha segue intensa até outubro de 2015 com uma programação que inclui festival de cinema, tours de bicicletas, campeonatos esportivos e um show com Alejandro Sanz e Pablo Alborán. SAIBA MAIS

Site oficial do turismo da Espanha
www.spain.info

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*