Para sair do comum, conheça opções de turismo criativo no Brasil

Para quem já está cansado de fazer sempre as mesmas viagens, para os destinos mais manjados e com a típica programação turística, o Brasil conta com experiências inusitadas, bem aqui no quintal de casa, para quem quer um turismo mais criativo.

O Viagem em Pauta selecionou essas 16 opções de passeios diferentes que podem ser feitos em território nacional. Confira:

⇒ SARAU NO MUSEU IMPERIAL

foto: Museu Imperial/Divulgação
foto: Museu Imperial/Divulgação

Em Petrópolis, no Rio de Janeiro, nos fins de tarde de sexta e sábado, às 18h30, o Museu Imperial promove saraus em que o turista pode participar de uma dramatização de época, que conta ainda com modinhas imperais cantadas, em acompanhamento de um pianista.

O público ainda participa em declamações de poesia, canções e conversas sobre temas políticos e sociais retirados de correspondências da época do Império.

⇒ ARTE DE RUA

foto: Eduardo Vessoni
foto: Eduardo Vessoni

Na capital paulista, o Arte Urbana, roteiro criado pelo escritório oficial de turismo da cidade de São Paulo, é um dos oito passeios que propõem rotas autoguiadas com temas como cultura afro, arquitetura no centro histórico e futebol.

A rota mapeia lugares que possuem grafites e outras expressões de arte de rua, que podem ser encontradas na região da Vila Madalena, como no Beco do Batman, na Liberdade, no Buraco da Paulista, na avenida 23 de maio e em outros locais da cidade. SAIBA MAIS

⇒ CERVEJARIAS DE SÃO PAULO

foto: Divulgação
foto: Divulgação

O ônibus conhecido como Beer Bus sai, todos os meses, de São Paulo e leva turistas para visitar microcervejarias do interior do estado e difundir a cultura cervejeira nacional, a partir do contato do visitante com seus processos de produção.

Em cada parada, é possível conhecer o mestre cervejeiro e a história do local, além de poder degustar as bebidas que estão nos tanques de maturação. SAIBA MAIS

⇒ PUB CRAWL

Lapa, no Rio de Janeiro (foto: AHLN/Flickr-Creative Commons)
Lapa, no Rio de Janeiro (foto: AHLN/Flickr-Creative Commons)

De bar em bar, com um ingresso que dá direito a consumir bebidas e petiscos, os crawlers, como são chamados os que participam da brincadeira, visitam endereços noturnos de grandes capitais do País. O percurso de um estabelecimento a outro pode ser feito a pé, de van ou ônibus.

No Brasil, esse tipo de roteiro tem crescido cada vez mais e já está disponível em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Salvador e Búzios.

LEIA TAMBÉM: Turismo de balada: veja 5 Pub Crawls para fazer pelo Brasil

⇒ BIKE TOUR SP

A avenida Paulista é uma das rotas dos passeios gratuitos de bicicleta que acontecem, nos finais de semana, em São Paulo (foto: Bike Tour SP/Divulgação)
foto: Bike Tour SP/Divulgação

Em São Paulo, tours gratuitos de bicicleta passam por atrações históricas e turísticas da cidade e o ingresso para o passeio é a doação de 2 kg de alimento não perecível.

Equipado com um áudio guia, em português e inglês, acoplado ao capacete e acompanhado por dois guias voluntários, o participante recebe informações históricas e curiosidades sobre 52 pontos da cidade. O percurso tem duração média de 1h15 e as bicicletas, coletes e equipamentos de segurança são fornecidos pelo projeto. SAIBA MAIS

⇒ TREKKING DE CACHORRO

foto: Divulgação
foto: Divulgação

Juquitiba, a cerca de 70 km da capital paulista, é um dos destinos de São Paulo que costumam receber o curioso trekking para cachorros e seus donos.

Os trilheiros de 4 patas fazem uma ‘cãominhada’ de 3 km, aproximadamente, em meio a um trecho preservado de Mata Atlântica. O roteiro é para qualquer porte ou raça de cachorro.  SAIBA MAIS

⇒ HOTEL DE ESPAÇONAVES 

Hotel Espaço Naves Lunazen, em Alto Paraíso (foto: Jamille Queiroz/Divulgação)
foto: Jamille Queiroz/Divulgação

Na Chapada dos Veadeiros fica a cidade de Alto Paraíso, conhecida por seu espírito esotérico. E é lá que fica também o hotel Espaço Naves LunaZen, que recebe os hóspedes em quartos construídos em forma de naves espaciais.

As construções arredondadas, formadas por ferro e cimento, suportam “qualquer fenômeno da natureza, como ventos, tornados e chuvas”, segundo os proprietários. A região toda tem uma grande pegada mística. SAIBA MAIS

⇒ VOO DE BALÃO NA CHAPADA

foto: João Paulo Barbosa/MTur
foto: João Paulo Barbosa/MTur

Em um roteiro que reúne balonismo, natureza e fotografia, o Coletivo Experimente, de Brasília, criou um passeio que dura 3 dias e pode ser feito em grupo ou privativo.

Acompanhado de um fotógrafo e historiador, o roteiro consiste em um workshop de fotos, fotografando as paisagens da região, nascer do sol na Chapada e um voo de balão sobre o local.

⇒ OBSERVAÇÃO DE BALEIAS 

 viagem sobre duas rodas pelo litoral sul catarinense dura de três a cinco dias, e cruza toda a Área de Proteção Ambiental (APA) da baleia-franca, passando por 11 praias, de Imbituba até o sul da ilha de Santa Catarina (foto: Caminhos do Sertão/Divulgação)
foto: Rota das Baleias/Flickr

Entre os meses de agosto a novembro, o litoral sul de Santa Catarina passa a ser ocupado por baleias-francas, que vão até a região para amamentar seus filhotes.

O roteiro de bicicleta dura de 3 a 5 dias, percorrendo toda a região da Área de Proteção Ambiental da baleia, em que há pontos de parada para observação e visita a iniciativas de educação ambiental, como o Projeto Baleia Franca, o Museu da Baleia Franca e Projeto Ambiental Gaia Village. SAIBA MAIS

⇒ HOTEL EM BARRICAS DE VINHO

Interior de um dos quartos do Hotel Pampas, em Canela (foto: Eduardo Vessoni)
foto: Eduardo Vessoni

Em Canela, no Rio Grande do Sul, o hotel Los Pampas recebe seus hóspedes dentro de barricas de vinho que suportam até 110 mil litros, usadas antigamente nas vinícolas da Serra Gaúcha, mas transformadas em quartos de três andares.

O hotel é composto por 14 antigas pipas de vinho que ainda exalam um leve aroma da bebida e são construídas em um primeiro andar com cozinha e banheiro, feito de tijolos e concreto, um segundo andar com o quarto instalado dentro da barrica e, no mais alto, um mirante com vista para a região.

LEIA TAMBÉM:Quartos de hotel da Serra Gaúcha ficam em antigas barricas de vinho

⇒ EDREDON NOS PARREIRAIS

Vinícola Cristofoli, em Faria Lemos, na Serra Gaúcha (foto: Eduardo Vessoni)vESSONI)
Vinícola Cristofoli, em Faria Lemos, na Serra Gaúcha (foto: Eduardo Vessoni)

Próximo a Bento Gonçalves, no distrito de Faria Lemes, a Vinícola Cristofoli tem a experiência de um piquenique sob as parreiras, no café da manhã, almoço ou jantar.

As reservas precisam ser efetuadas com antecedência para conseguir a data desejada e a refeição é composta por itens da culinária italiana, como massas e bruschettas, além de vinho para acompanhar.

⇒ TOUR EM CAVE SUBTERRÂNEA

‘Túnel à la glace’, na Vinícola Peterlongo (foto: Eduardo Vessoni)
foto: Eduardo Vessoni

A vinícola Peterlongo, em Garibaldi, a 110 km de Porto Alegre, foi a primeira a obter o uso do direito do termo champagne no País. Nesse ano, ela comemora seu centenário com um tour que recebe visitantes em suas caves subterrâneas, construídas com pedra basalto.

Um dos destaques da visita de 50 minutos é a sala com 108 barricas de carvalho que guardam o cobiçado licor de expedição com 22 anos de armazenamento em barris, bebida adicionada em pequena quantidade na etapa final do processo de elaboração dos espumantes.

LEIA TAMBÉM: Responsável pelo 1º champanhe do Brasil, vinícola tem tour em cave subterrânea centenária

⇒ CICLISMO NA SERRA GAÚCHA

foto: Jonatha Junge/Divulgação
foto: Jonatha Junge/Divulgação

Bento Gonçalves, cidade turística do Rio Grande do Sul, possui quatro opções de roteiros para serem feitos sobre duas rodas.

O “Caminho das Pedras” tem 3h de duração e passa por locais que são Patrimônio Histórico, já o “Vale dos Vinhedos” e “Estrada do Sabor” percorrem vinícolas e têm degustação da bebida produzida lá. Por fim, a última opção de roteiro, “Vale do Rio das Antas” é mais selvagem e tem paradas para observar as montanhas e rios locais. SAIBA MAIS

⇒ ROTA DO CHIMARRÃO

foto: Kátia Goretti Dias Vazzoller/Flickr-Creative Commons
foto: Kátia Goretti Dias Vazzoller/Flickr-Creative Commons

Considerada a capital do Chimarrão, bebida tradicional gaúcha, a cidade de Venâncio Aires a 130 km de Porto Alegre, possui uma opção de passeio para os interessados em se aprofundar na tradição e produção dessa herança cultural indígena que persiste até hoje.

A rota inicia na Escola do Chimarrão, onde pode-se aprender sobre a história e preparo da bebida; depois, passa pela Casa do Mate, local em que é possível adquirir utensílios para sua produção. De lá, os visitantes seguem para o Museu Agrícola e visitam, ao final, o Chimarródromo, monumento cartão postal da cidade. SAIBA MAIS

⇒ CRUZEIRO LITERÁRIO

O 'Navegar é Preciso' acontece no Amazonas, a bordo do IberoStar (foto: Eduardo Vessoni)
foto: Eduardo Vessoni

Navegando pelos rios da Amazônia e com passeios pela mais cobiçada das florestas tropicais do planeta, o “Navegar é Preciso” em sua edição de 2016 contará com a presença dos escritores Fernando Morais, Mário Prata, Noemi Jaffe, Rodrigo Lacerda e Raphael Montes, e as noites artísticas terão apresentações de Zeca Baleiro e da atriz Clarice Niskier.

O auditório do palco receberá, diariamente, dois dos autores. Um será o entrevistado e o outro o entrevistador, em um formato que se aproxima mais de um diálogo do que de uma palestra. SAIBA MAIS

⇒ CAPTURA DE TARTARUGAS

foto: Eduardo Vessoni
foto: Eduardo Vessoni

Em Fernando de Noronha,  às segundas e quintas, biólogos do Projeto Tamar realizam, na Baía do Sueste, a captura intencional de tartarugas marinhas, um programa que inclui a captura e marcação desses animais para o estudo de informações como taxa de crescimento, desova, rota migratória e todas outras informações dinâmicas.

A observação desse momento é algo que deixa tanto adultos quanto crianças paralisados, em uma das atividades mais emocionantes do destino. Porém, não é possível ser avisado ou agendado,  o visitante precisa estar na praia no momento certo.

LEIA TAMBÉM: Captura de tartarugas é experiência única em Fernando de Noronha

Salvar

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*