25 praias brasileiras que você não deve deixar de conhecer neste verão

Eis que começou a estação mais esperada dos brasileiros.

É hora de tirar a canga do armário, preparar os protetores solares e cair na estrada, em busca das melhores faixas de areia do litoral do Brasil.

Nesse post, o Viagem em Pauta selecionou as suas 25 faixas de areia preferidas no Brasil. Mas, certamente, a lista de praias cenográficas da costa brasileira vai além e nunca vai faltar espaço para sugerir mais uma.

LEIA TAMBÉM: “20 praias do Brasil que parecem piscinas”

CONFIRA IMAGENS

foto: WikiCommons
BONETE (SP): Considerada ‘uma das dez praias mais bonitas do Brasil’ pelo jornal britânico The Guardian, Bonete fica ao sul de Ilhabela, no litoral norte de São Paulo, e sua exclusividade se deve ao acesso difícil por uma trilha de 12 km (foto: WikiCommons)

 

Praia de Superagui, no litoral do Paraná (foto: Eduardo Vessoni)
SUPERAGUI (PR): Localizado no município de Guaraqueçaba, no litoral do Paraná, este vilarejo rústico é considerado Patrimônio Natural pela UNESCO e faz parte do parque nacional de mesmo nome, uma área com quase 34 mil hectares que protege uma fauna local formada por aves marinhas da Praia Deserta, mico-leão-da-cara-preta e papagaio-da-cara-roxa (foto: Eduardo Vessoni)

 

Praias do Meio e da Conceição, vistas do Forte da Vila dos Remédios, em Fernando de Noronha (foto: Eduardo Vessoni)
FERNANDO DE NORONHA (PE):Praias do Meio e da Conceição, vistas do Forte da Vila dos Remédios, em Fernando de Noronha. Mas nesse arquipélago pernambucano, a pouco mais de 540 km de Recife, não precisa escolher muito para encontrar a melhor faixa de areia para esticar a canga. Seja no Mar de Fora ou no de Dentro, Fernando de Noronha é um dos destinos brasileiros mais cenográficos (foto: Eduardo Vessoni)

 

ANTUNES (AL): Localizada no litoral norte de Alagoas, a Costa dos Corais abriga praias que fazem a gente nunca mais querer voltar pro escritório, como a de Antunes, no Litoral Norte de Maragogi (foto: Eduardo Vessoni)
ANTUNES (AL): Localizada no litoral norte de Alagoas, a Costa dos Corais abriga praias que fazem a gente nunca mais querer voltar pro escritório, como a de Antunes, no Litoral Norte de Maragogi (foto: Eduardo Vessoni)

 

foto: Karla Vidal/Flickr-Creative Commns
PRAIA DOS CARNEIROS (PE): Considerada uma das praias mais bonitas do Brasil (e nova modinha dos casamentos na areia), a Praia dos Caneiros fica em Tamandaré, no litoral sul de Pernambuco (foto: Karla Vidal/Flickr-Creative Commns)

 

Torres eólicas de Galinhos vistas a partir da Praia do Farol (foto: Eduardo Vessoni)
GALOS/GALINHOS (RN): Torres eólicas de Galinhos vistas a partir da Praia do Farol. Isolados em uma península estreita, entre as águas mansas do rio Aratuá e o mar, Galos e Galinhos são destinos da região oeste potiguar que abrigam uma geografia exagerada que conseguiu reunir em um mesmo endereço a típica vegetação da caatinga, dunas móveis, falésias, mangue, imensas salinas e extensas faixas isoladas de areia (ou em outras palavras, praias desertas só para você) (foto: Eduardo Vessoni)

 

Localizada a 60 km de Natal, no município de Maxaranguape, a região de Maracajaú briga os famosos parrachos, piscinas naturais de águas transparentes que ficam a 7 km da praia e permitem ao visitante nadar entre arrecifes de corais que aparecem de acordo com a maré, dando origem a um cordão de 13 km² (foto: Otávio Nogueira/Flickr-Creative Commons)
MARACAJAÚ (RN): Localizada a 60 km de Natal, no município de Maxaranguape, a região de Maracajaú abriga os famosos parrachos, piscinas naturais de águas transparentes que ficam a 7 km da praia e permitem ao visitante nadar entre arrecifes de corais que aparecem de acordo com a maré, dando origem a um cordão de 13 km² (foto: Otávio Nogueira/Flickr-Creative Commons)

 

PIPA (RN): Localizada a quase 90 km ao sul de Natal, no município de Tibau do Sul, a cidade surgiu como destino dos viajantes alternativos, nos anos 70, e hoje abriga algumas das praias mais famosas do litoral nordestino. Em Pipa, o melhor fica do lado de fora e é de graça: falésias, praias de águas calmas recortadas por piscinas naturais e trechos preservados de Mata Atlântica são alguns dos atrativos naturais da região (foto: Eduardo Vessoni)
PIPA (RN): Localizada a quase 90 km ao sul de Natal, no município de Tibau do Sul, a cidade surgiu como destino dos viajantes alternativos, nos anos 70, e hoje abriga algumas das praias mais famosas do litoral nordestino. Em Pipa, o melhor fica do lado de fora e é de graça: falésias, praias de águas calmas recortadas por piscinas naturais e trechos preservados de Mata Atlântica são alguns dos atrativos naturais da região (foto: Eduardo Vessoni)

 

Localizada a 75 quilômetros de Natal, próximo a Pipa, a Barra do Cunhaú é conhecida pelas praias formadas com águas do mar e do rio (foto: Eduardo Vessoni)
BARRA DO CUNHAÚ (RN): Localizada a 75 quilômetros de Natal, próximo a Pipa, a Barra do Cunhaú é conhecida pelas praias formadas com águas do mar e do rio, no litoral do Rio Grande do Norte (foto: Eduardo Vessoni)

 

Vista da Praia do Forno, em Arraial do Cabo, uma das mais belas praias da Região dos Lagos, no Rio de Janeiro (foto: Leonardo Shinagawa/Flickr-Creative Commons)
PRAIA DO FORNO (RJ): Vista da Praia do Forno, em Arraial do Cabo, uma das mais belas praias da Região dos Lagos, no Rio de Janeiro (foto: Leonardo Shinagawa/Flickr-Creative Commons)

 

foto: Roberto Faccenda/Flickr-Creative Commons/trivago
ARACATI (CE): Mais famosa pela praia de Canoa Quebrada do que propriamente pelo nome do município, no Ceará, Aracati abriga dunas, falésias e lagoas, além de atividades e passeios como voo de parapente, passeio de buggy e kitesurf (foto: Roberto Faccenda/Flickr-Creative Commons/trivago

 

Outro cenário surreal do litoral norte paraibano é Areia Vermelha, ilha com 1,5 quilômetro de extensão que se forma na maré baixa e dá lugar a piscinas naturais rodeadas por areias de tons avermelhados, no município de Cabedelo, região metropolitana de João Pessoa (foto: Cacio Murilo/PBTur)
AREIA VERMELHA (PB): Outro cenário surreal do litoral norte paraibano é Areia Vermelha, ilha com 1,5 quilômetro de extensão que se forma na maré baixa e dá lugar a piscinas naturais rodeadas por areias de tons avermelhados, no município de Cabedelo, região metropolitana de João Pessoa (foto: Cacio Murilo/PBTur)

 

Praia de Coqueirinho, em Conde, na Paraíba (foto: Eduardo Vessoni)
COQUEIRINHO (PB): Essa baía de águas protegidas, no sul da Paraíba, tem cenário com falésias e coqueiral denso, em Conde, na Paraíba (foto: Eduardo Vessoni)

 

foto: Rodrigo Soldon-FlickrCreative Commons
ILHA DO CAMPECHE (SC): Com acesso diário restrito a 400 pessoas, autorizadas a ficar apenas na Praia da Enseada, essa ilha é conhecida por suas águas claras e areia fina. Não é à toa que esse santuário ecológico tombado pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) é conhecido como o “Caribe de Florianópolis” (foto: Rodrigo Soldon/FlickrCreative Commons)

 

PRAIA DA ARMAÇÃO (SC): Localizada ao lado do Parque Municipal da Lagoa do Peri, essa bela faixa de areia começa na Ponta da Companha e termina no lado sul do Morro das Pedras, de onde dá para observar baleias franca, entre os meses de julho e novembro (foto: Eduardo Vessoni)
PRAIA DA ARMAÇÃO (SC): Localizada ao lado do Parque Municipal da Lagoa do Peri, essa bela faixa de areia começa na Ponta da Companha e termina no lado sul do Morro das Pedras, de onde dá para observar baleias-franca, entre os meses de julho e novembro (foto: Eduardo Vessoni)

 

Japara Mirim, tranquila praia de falésias, a 8 km de Cumuruxatiba. na Bahia (foto: João Ramos/Bahiatursa)
JAPARA MIRIM (BA): Essa tranquila e deserta praia de falésias fica a 8 km de Cumuruxatiba, no sul da Bahia (foto: João Ramos/Bahiatursa)

 

TAIPU DE FORA (BA): Situada na Península de Maraú, litoral sul da Bahia, a 138 km de Salvador, essa praia de 7 km de extensão contém diversos coqueirais e um mar de águas calmas e claras, propícias para mergulho livre. Na costa, há recifes de corais, que na maré baixa formam piscinas naturais onde se pode observar peixes e outros animais marinhos (foto: André Solnik/Flickr-Creative Commons)
TAIPU DE FORA (BA): Situada na Península de Maraú, litoral sul da Bahia, a 138 km de Salvador, essa praia de 7 km de extensão abriga diversos coqueirais e um mar de águas calmas e claras, propícias para mergulho livre. Na costa, há recifes de corais, que na maré baixa formam piscinas naturais onde se pode observar peixes e outros animais marinhos (foto: André Solnik/Flickr-Creative Commons)

 

PRAIA DE MURO ALTO (PE): raia de Muro Alto (foto: WIkimedia Commons)
PRAIA DE MURO ALTO (PE): Localizada em Ipojuca, município da Região Metropolitana de Recife, essa praia é conhecida por suas águas calmas, ideais para a prática de esportes náuticos (foto: WIkimedia Commons)

 

Prainha, no Rio de Janeiro (foto: Yacine Petitprez/Flickr-Creative Commons)
PRAINHA (RJ): Assim como a Praia do Tombo (SP) e do Remando (RJ), esse pedaço de area é um dos cinco destinos do litoral brasileiro a contar com o selo Bandeira Azul, certificação que garante que faixas litorâneas do mundo cumprem determinados critérios de preservação e educação ambientais (foto: Yacine Petitprez/Flickr-Creative Commons)

 

MIrante do Gunga, no litoral sul de Alagoas (foto: Eduardo Vessoni)
PRAIA DO GUNGA (AL): Localizado a 49 km de Maceió, o município de Roteiro abriga essa que é uma das praias mais belas do litoral brasileiro, uma ponta de areia branca, recortada por coqueiral denso, que separa o oceano Atlântico e a Lagoa do Roteiro. Na foto, vista do mirante do Gunga, no litoral sul de Alagoas (foto: Eduardo Vessoni)

 

Ponta Verde é uma das praias urbanas de Maceió e abriga águas com tons azulados e piscinas naturais de fácil acesso (foto: Eduardo Vessoni)
PONTA VERDE (AL): Nem parece, mas essa é uma das praias urbanas de Maceió, capital de Alagoas, e abriga águas com tons azulados e piscinas naturais de fácil acesso (foto: Eduardo Vessoni)

 

foto: Turismo Sergipe/Divulgação
PRAIA DO SACO (SE): Esse destino fica a 50 km de Aracaju, no litoral de Sergipe, A região é formada por dunas de areia dourada, cercadas por coqueirais que compõem o pontal que abriga a praia (foto: Turismo Sergipe/Divulgação)

 

A praia de Pratagi é a versão mais selvagem do litoral norte de Maceió, onde o encontro do mar com o rio Meirim é um dos pontos altos dessa praia, procurada por quem quer banhos em águas mais tranquilas, a 20 km da capital de Alagoas (foto: Eduardo Vessoni)
PRATAGI (AL): Essa é a versão mais selvagem do litoral norte de Maceió, onde o encontro do mar com o rio Meirim é um dos pontos altos dessa praia, procurada por quem quer banhos em águas mais tranquilas, a 20 km da capital de Alagoas (foto: Eduardo Vessoni)
Praia do Espelho (foto: Eduardo Vessoni)
ESPELHO (BA): Esse pedaço exclusivo do litoral sul baiano é figura fácil nas listas que enumeram as melhores praias do Brasil. E, para se convencer disso, é só subir em algum dos mirantes com vista para aquele mar de tons variados, recortado por falésias, ou se deitar em uma das almofadas espalhadas pelos bares pé na areia do local (foto: Eduardo Vessoni)

 

Jacumã, praia que fica no roteiro que vai de Trancoso à Praia do Espelho, no litoral sul da Bahia (foto: Eduardo Vessoni)
JACUMÃ (BA): Essa é uma das praias isoladas do litoral sul da Bahia, entre Trancoso e Praia do Espelho (foto: Eduardo Vessoni)

 

Salvar

4 Comentário

  1. A foto número 10, de Arraial do Cabo (RJ) NÃO É da praia do forno (que é outra praia sensacional também. A cada praia que vc conhece aqui, acha a mais sensacional de todas e, no fim, o cérebro buga de tanta beleza junta).

    A praia da foto 10 é “AS PRAINHAS” (do pontal do Atalaia). Ao fundo é a ilha dos porcos, ponto famoso por mergulhos, e à direita, a ilha do farol…
    Esta é a verdadeira praia do forno: https://youtu.be/DjYMDxWZkfs

  2. as pessoas que fizeram estas reportagem acho que nunca vieram a Alagoas, mande vir e ver a Praia de Barra de São Miguel, do Francês, do Patacho, Carro Quebrado Maragogí. todas são melhores de que as que foram apresentadas de Alagoas.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*