Fazendo a executiva: como é viajar na nova Business Plus da Iberia

− “O senhor vai para São Paulo, certo?”, me perguntou a simpática atendente do check in da classe executiva, no caótico aeroporto de Tenerife.

− “Ou para Tóquio”, apressou-se o guia que estivera comigo no destino, nos últimos dias, em referência à confissão que eu havia feito sobre a frustração de (ainda) não conhecer a capital do Japão.

− “E por que eu levaria esse senhor para o Japão, se ele está indo pra casa?”, devolveu-lhe, ainda mais rápido, a funcionária da Iberia.

Mais do que prioridade no embarque ou serviço superior, viajar na classe executiva é quase como ser recebido em casa, outra vez. Um sorriso mais demorado no rosto de quem faz o seu despacho de malas, fila inexistente no check in e a possibilidade (esse, sim, o melhor argumento) de viajar deitado.

Cruzar oceanos na horizontal é daquelas experiências que fazem a gente esquecer a rigidez dos trâmites de imigração e pensar que a Europa fica mais perto do Brasil, ainda que as infindáveis 10 horas que nos separam da capital da Espanha sejam as mesmas.

foto: Divulgação
foto: Divulgação

LEIA TAMBÉM: “Companhia aérea indiana anuncia o voo mais longo do mundo”

A companhia aérea Iberia lançou, recentemente, a novísimaa Business Plus, com poltronas que viram camas planas de quase 2 metros de extensão, instaladas em módulos individuais que permitem acesso direto ao corredor (ou seja, é quase como ter a sensação de viajar sozinho, mesmo naquele voo lotado entre Madri e São Paulo, inclusive a cabine executiva da aeronave).

Atualmente, a empresa espanhola opera 135 aeronaves, oito delas são o Airbus A330, usada em voos de longas distâncias.

O sistema de entretenimento a bordo da Business Plus da Ibéria, outro serviço que as companhias aéreas do mundo têm investido pesado,  conta com telas táteis de 15,4 polegadas, onde é possível ver, mensalmente, 33 filmes clássicos, quase 80 programas e séries de TV e 17 estreias do cinema.

Para os mais conectados, tem também conector USB, tomadas e WI-FI grátis para os quatro primeiro megas de navegação. E quando a aeronave toca suave o solo do aeroporto de Guarulhos, dez horas depois da decolagem, dá até vontade de ficar mais um pouquinho para baixar mais um arquivo.

Para os planos pagos, após o uso dos 4 megas iniciais, os valores são 4,95 dólares (4 MB) e 19,95 (22 MB).

foto: Divulgação
foto: Divulgação

Passageiros da nova classe, criada para substituir a extinta Primeira Classe, contam também com reserva gratuita de poltrona (sim, o serviço é cobrado nas outras cabines); franquia de bagagem com três malas de 23 quilos cada uma; serviço de limusine em São Paulo, Madri e Barcelona; acesso exclusivo (fast track) ao controle de segurança nos aeroportos que oferecem esse serviço; e acesso a mais de 500 salas VIPs no mundo todo (3 delas no Terminal 4 do aeroporto de Madri, como a sala VIP Velázquez com sala de reuniões, área de descanso com chaises loungues, business center, duchas, buffet com pratos quentes e o Rincón del Vino, onde um sommelier assessora sobre os vinhos que são servidos a bordo).

A tripulação faz de tudo para valer a pena cada um dos centavos pagos por um assento na Classe Executiva da Iberia (inclusive com alguns exagerados sorrisos que, em certos momentos, causam desconforto), mas as comissárias só não conseguem esconder a decepção quando eu e o passageiro ao lado, no voo Tenerife-Madri, recusamos, quase que momentanemante, o espumante que seria servido naquele voo curto entre as Ilhas Canárias e a Península Ibérica.

A gente vira pra um lado, filme começa, folheia a revista de bordo, filme acaba, aprende a usar todos os botõezinhos daquela espécie de central eletrônica presa ao encosto, testa todas as posições possíveis da poltrona e ainda faltam algumas longas horas para deixar o avião.

Mas é nos voos de longa distância, como o trecho Madri-São Paulo em que o Viagem em Pauta esteve embarcado, no último mês de setembro, que os passageiros veem o tempo passar mais rápido (ou desejem que não termine tão cedo, no caso dos gourmets e enófilos).

foto: Divulgação
foto: Divulgação

Inspirados pela culinária mediterrânea, os cardápios servidos da classe Business da Iberia são assinados por chefs espanhóis.

No nosso voo, foi servida uma longa entrada com pães quentes (ufa, fazia tempo que eu não era recebido assim, em aviões), consomé de vitela, pastrami, salada com vinagre balsâmico e uma porção de queijo com uvas.

Entre as três opções quentes, o passageiro podia escolher peito de frango recheado com presunto e com molho de tomilho; camarão com molho baiano, arroz branco  com pimentões salteados; ou massa sfogliatti de champignon com molho de espinafre.

Já a sobremesa contava com opções como torta de chocolate e café; ou sorvete de morango (e eu que nem sabia que dava para servir sorvete a mais de 10 mil pés de altura) com escamas de chocolate.

Tudo isso servido com uma carta de vinhos com garrafas de Denominação de Origem como o El Vínculo Reserva 2010, de Ribera del Duero, um intenso crianza, envelhecido 24 meses em barricas de carvalho americano e com notas de couro, frutas vermelhas e especiarias.

E, no final dessa viagem na horizontal, a gente acaba nem se importando se o destino final é a nossa casa ou a distante capital do Japão.

LEIA TAMBÉM: “Companhia aérea espanhola combina avião e trem em um único bilhete”

SAIBA MAIS
Iberia
Atualmente, a companhia aérea opera voos diários entre o Rio de Janeiro e Madri; e 12 voos semanais, entre São Paulo e a capital espanhola, em seus A340/600, considerados os maiores da frota.

Em parceria com a brasileira TAM, é possível voar também para dez destinos nacionais como Belo Horizonte, Brasilia, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Manaus, Porto Alegre, Recife, Salvador e Vitória.

A empresa voa para 119 destinos, em 43 países e realiza, diariamente, 600 voos.

No último mês de novembro, a Iberia foi eleita a companhia aérea mais pontual do mundo, segundo ranking mensal realizado pela consultoria global especializada na indústria de viagens, FlightStats. Dos mais de 14.800 voos operados pela empresa, 92,35% foram realizados, pontualmente, de acordo com os horários previstos.  www.iberia.com

(*O Viagem em Pauta conheceu os novos serviços da Business Plus a convite da Iberia)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*