Praias de água doce são alternativas no litoral brasileiro

A gente não tem dúvida de que faixas de areia com mar verdinho são a preferência dos viajantes brasucas, mas não é todo mundo que encara os perrengues que destinos do litoral costumam oferecer, em época de alta temporada.

A crise que bateu na porta, em 2015, vem obrigando brasileiros a trocar viagens ao exterior para roteiros litorâneos mais perto de casa (que o diga São Paulo, que teve transtornos com o excesso de visitantes em áreas como a Baixada Santista e o litoral norte do estado, nos feriados de final de ano).

Porém nem só com água salgada se faz turismo no Brasil.

Prainha da Cachoeira da Velha, no Tocantins (foto: Eduardo Vessoni)
Prainha da Cachoeira da Velha, no Tocantins (foto: Eduardo Vessoni)

O Ministério do Turismo divulgou, recentemente, uma lista com dicas de destinos com águas doces e calmas, em praias de rio espalhadas pelo País e ainda pouco conhecidas pelos turistas.

No Brasil, que segundo o MTur detém a maior reserva de água doce do mundo (12%, aproximadamente), as praias de rio ainda são mais vazias e preservadas em comparação as de mar, devido a sua localização próxima a municípios menores.

De acordo com o Estudo da Demanda Turística Internacional, divulgado pelo Ministério, dos brasileiros que sinalizaram intenção de viajar nos próximos seis meses, 81,7% deverão fazê-lo em destinos nacionais. E desse total, 62% buscam viagens a lazer em locais de sol, praia, natureza, ecoturismo e aventura.

LEIA TAMBÉM: “Alta do dólar estimula viagens pelo Brasil. Veja dicas de destinos nacionais”

Conheça destinos para banhos em praias de águas doces:

ANDARAÍ

Praia do rio Paraguaçu (foto: Secretaria de Meio Ambiente e Turismo de Andaraí/Chapada Diamantina)
Praia do rio Paraguaçu (foto: Secretaria de Meio Ambiente e Turismo de Andaraí/Chapada Diamantina)

A 10 minutos da cidade de Andaraí, na região central do Parque Nacional da Chapada Diamantina, a região da cachoeira da Donana, na saída do Canyon do Rio Paraguaçu, dá acesso às praias do rio Paraguaçu.

Com praias rasas e de pouca correnteza, o local abriga 4 km de praia com vasto areal branco. As águas da região representam o berço de 50% dos rios que banham a Bahia, cujo principal endereço é o Paraguassu, rio importante para o desenvolvimento da vida no semiárido baiano.

CARAÍVA

Eis um dos destinos mais exclusivos e alternativos do litoral sul da Bahia.

Caraíva, no litoral sul da Bahia (foto: Eduardo Vessoni)
Caraíva, no litoral sul da Bahia (foto: Eduardo Vessoni)

Localizada a pouco mais de 100 km de Porto Seguro, a pacata vila de pescadores de Caraíva tem como principal atração o rio que dá nome ao destino, cuja única forma de acesso é em breves viagens de canoa, uma vez que esse destino de ruas de areia não permite a entrada de carros.

Entre as atrações recomendadas, observação do pôr do sol, passeios de Stand Up Paddle, descida de rio a bordo de boias e o famoso pastel de arraia, em bares locais.

PRAIA DA FIGUEIRA

Praia da Figueira (foto: Divulgaçao)
Praia da Figueira (foto: Divulgaçao)

Localizada em uma área particular de Bonito, destino ecoturístico do Mato Grosso do Sul, a praia da Figueira tem areia branca e uma lagoa de 60 mil m².

Além de mergulho, o local conta com atividades como tirolesa, caiaque e flutuação. SAIBA MAIS

CACHOEIRA DA VELHA

Prainha da Cachoeira da Velha, no Tocantins (foto: Eduardo Vessoni)
Prainha da Cachoeira da Velha, no Tocantins (foto: Eduardo Vessoni)

A força das águas da Cachoeira da Velha, considerada a maior do Jalapão, no Tocantins, não é muito convidativa para banhos.

Mas próximo ao local, uma prainha com águas mansas, alimentada pelas águas do Rio Novo e cercada por matas de galeria, pode ser visitada após uma trilha de uma hora. O destino possui área para descanso e para camping.

PRAIA DO TUPÉ

Localizado a 34 km de Manaus e com acesso exclusivo por barco, o local é procurado por moradores locais, nos finais de semana. Sua extensão pode variar de 20 a 80 metros, de acordo com a vazante do Rio Negro. A melhor época vai de agosto a março.

Praia do Tupé (foto: Eduardo Vessoni)
Praia do Tupé (foto: Eduardo Vessoni)

Outra faixa de areia amazônica é a lotada Ponta Negra, a 13 km do centro da capital do Amazonas.

Fique atento à época de chuvas na região, entre dezembro e maio. Embora com clima mais ameno, os dias são marcados por chuvas frequentes.

ALTER DO CHÃO

Alter do Chão (foto: Embratur/Divulgação)
Alter do Chão (foto: Embratur/Divulgação)

Localizada a 35 km de Santarém, no Pará, essa praia do rio Tapajós tem areia branca e águas cristalinas provenientes do Rio Tapajós.

Conhecida como Caribe Amazônico, a atração só está disponível no período da vazante do rio, de agosto a janeiro.

(*com informações do Ministério do Turismo)

Salvar

Salvar

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*