Parques Nacionais do Brasil registram recorde de visitação em 2015

O turismo de natureza e aventura fechou o ano com uma boa notícia: três parques nacionais brasileiros tiveram recorde de visitações em 2015.

Localizada em Goiás, no Centro-Oeste, a Chapada dos Veadeiros teve 56.629 visitantes, no ano passado, o que representa um crescimento de 43,5% em relação ao ano anterior. A vegetação típica do cerrado, cachoeiras, formações rochosas e trilhas foram responsáveis pelo maior registro de turistas desde 2012.

Outro parque que também fechou o ano com aumento de visitantes é o da Chapada dos Guimarães, no Mato Grosso. Atrativos como cachoeiras, cavernas, lagoas e trilhas atraíram 174.855 visitantes, em 2015, considerado o maior número já registrado desde 2010 e representa um crescimento de 29% em relação a 2014.

Em 2015, o Parque Nacional do Iguaçu, no Paraná, registrou o maior número de visitantes desde 2012, com mais de 1,6 milhão de turistas. De acordo com os resultados do Índice de Competitividade do Turismo Nacional 2015, divulgado em dezembro, Foz do Iguaçu está entre os dez destinos mais competitivos do País.

LEIA TAMBÉM: “Cinco parques nacionais do Brasil que você (ainda) não conhece”

Conheça os parques

Chapada dos Veadeiros

Vista da queda de 120 metros do Salto do Rio Preto I, na Chapada dos Veadeiros, em Goiás (foto: Eduardo Vessoni)
Vista da queda de 120 metros do Salto do Rio Preto I, na Chapada dos Veadeiros, em Goiás (foto: Eduardo Vessoni)

O nordeste do Estado de Goiás guarda um dos destinos verdes mais belos do Brasil, uma área de 65.514 hectares, entre os municípios de Alto Paraíso de Goiás, Cavalcante e Colinas do Sul.

Nessa região de formações vegetais únicas, cursos d’água e rochas com mais de um bilhão de anos, as opções de turismo são caminhadas e banhos de cachoeira, em pleno cerrado brasileiro, em antigas rotas usadas por garimpeiros.

Declarado Patrimônio Mundial Natural pela Unesco, o parque também preserva áreas de antigos garimpos de cristais, por onde passam trilhas como a ‘da Janela’, uma das imagens mais impactantes de toda a Chapada dos Veadeiros, com vista panorâmica dos saltos I e II do Rio Preto (120 e 80 metros de altura, respectivamente).

LEIA TAMBÉM: “Chapada dos Veadeiros abriga trilhas alternativas por cachoeiras e piscinas naturais” 

Chapada dos Guimarães

Parque Nacional da Chapada dos Guimarães (foto: Embratur)
Parque Nacional da Chapada dos Guimarães (foto: Embratur)

Localizada no Mato Grosso, nos municípios de Cuiabá e Chapada dos Guimarães, essa chapada abriga amostras significativas dos ecossistemas locais e sítios arqueológicos, em uma área de pouco mais de 32 mil hectares.

Segundo o ICMBIO, a visita ao local está sendo reestruturada e os atrativos abertos à visitação são o Mirante do Véu de Noiva, acessado por um trilha curta de 550 metros; Circuito das Cachoeiras, com seis quedas d’água e piscinas naturais; cachoeira Casa de Pedra, uma gruta de arenito esculpida pelo córrego Independência; Cidade de Pedra, formações rochosas que podem ser vistas de mirantes, às margens dos paredões da Chapada dos Guimarães; e o Morro de São Jerônimo, com mais de 800 metros de altitude, considerado um dos pontos mais altos do Parque Nacional.

Para visitar as atrações são necessários agendamento prévio e contratação de guias, exceto para o Mirante do Véu da Noiva.

Parque Nacional do Iguaçu

10º LUGAR: Foz do Iguaçu (foto: Eduardo Vessoni)
Foz do Iguaçu (foto: Eduardo Vessoni)

Criado em 1939, o Iguaçu abriga o maior remanescente de floresta Atlântica da região sul do Brasil e protege uma biodiversidade formada por espécies representativas da fauna e flora brasileiras, das quais algumas ameaçadas de extinção, como a onça-pintada, puma, jacaré-de-papo-amarelo, papagaio-de-peito-roxo e o gavião-real.

Uma das experiências mais marcantes no Parque é o Macuco Safári. Após um percurso de 3 km a bordo de um carro elétrico e uma trilha curta pelo interior do parque, o visitante embarca em um bimotor em direção às quedas d’água próximas à Garganta do Diabo.

O ponto alto do passeio é a parada nas cachoeiras “Três Mosqueteiros”, cujo batismo dos aventureiros é feito sob aquelas quedas de até 80 metros de altura.

LEIA TAMBÉM: “Conheça a versão espiritualizada de Foz de Iguaçu”

SAIBA MAIS
Parque Nacional do Iguaçu
Diariamente, das 9h às 17h
R$ 56,30 por pessoa
www.cataratasdoiguacu.com.br

Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros
De terça a domingo, das 8h às 17 horas. Em janeiro e julho, o Parque está aberto todos os dias
R$ 3,00 por pessoa
www.icmbio.gov.br

Parque Nacional da Chapada dos Guimarães
Diariamente, das 9h às 17h
Entrada gratuita
www.icmbio.gov.br

LEIA TAMBÉM: “Viajantes elegem os 10 melhores destinos do Brasil”

(*com informações do Ministério do Turismo e do ICMBIO)

 

 

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*