Brasil é eleito um dos 16 melhores lugares para visitar em 2016

Taí duas características que jornalistas de turismo e viajantes temos em comum: adoramos viajar e temos certo apego pelas listas de destinos que nos ajudam a escolher o próximo destino.

Recentemente, a revista Condé Nast Traveler divulgou uma lista (olha ela aí!) com os melhores lugares do mundo para visitar em 2016.

O ranking com 16 destinos, em continentes como a América do Sul, África e Ásia, inclui endereços como a Colômbia, Tanzânia, Sri Lanka e, claro, o Brasil.

LEIA TAMBÉM: “Brasil é eleito melhor destino de aventura do mundo”

Confira a lista completa:

  • Final de tarde na capital da França (foto: Eduardo Vessoni)
    PARIS: Ainda sob medo e desconfiança, depois dos últimos ataques terroristas de novembro, a capital da França é um dos destinos recomendados para 2016, segundo a revista Condé Nast Traveler. De acordo com a publicação, a Cidade Luz continua a brilhar e, mais do que nunca, esse é o momento de voltar a Paris ou conhecê-la, por fim (foto: Eduardo Vessoni)

  • (foto: Robert Montgomery/Flickr-Creative Commons)
    AUSTRÁLIA: O distante e impressionante país-continente, do outro lado do mundo, é a aposta para 2016, segundo a Condé Nast Traveler. Essa publicação estadunidense recomenda, entre tantas opções de experiências, atrações como a Grande Barreira de Corais; o interior desértico, conhecido como Outback; e os vinhedos de Victoria. Na foto, vista noturna de Sydney, uma das principais portas de entrada para a Austrália (foto: Robert Montgomery/Flickr-Creative Commons)

  • SRI LANKA: Não é de hoje que esse país entra para listas de destinos que devem ser tendência. Segundo a revista estadunidense Condé Nast Traveler, esse é um destino tropical (ainda) bem acessível, sem muvuca e, relativamente, inexplorado (foto: Kosala Bandara/Flickr-Creative Commons)
    SRI LANKA: Não é de hoje que esse país entra para listas de destinos que devem ser tendência. Segundo a revista estadunidense Condé Nast Traveler, esse é um destino tropical (ainda) bem acessível, sem muvuca e, relativamente, inexplorado (foto: Kosala Bandara/Flickr-Creative Commons)

  • MOÇAMBIQUE: Localizado na costa leste da África, às margens do oceano Índico, esse país guarda destinos únicos do setor sul do continente como o Arquipélago de Bazaruto, considerado pela Condé Nast Traveler um dos destinos para luia de mel, em 2016 (foto: Eduardo Vessoni)
    MOÇAMBIQUE: Localizado na costa leste da África, às margens do oceano Índico, esse país guarda destinos únicos do setor sul do continente como o Arquipélago de Bazaruto, considerado pela Condé Nast Traveler um dos destinos para luia de mel, em 2016 (foto: Eduardo Vessoni)

  • MYANMAR: Esse é outro destino da Ásia que entrou para a lista dos 16 melhores lugares do mundo para conhecer em 2016. Uma das atrações recomendadas nesse país, segundo a revista Condé Nast Traveler, é o arquipélago de Mergui, cujo crescimento do turismo se deve sobretudo às viagens de barcos pela região (foto: Nick Kenrick/Flickr-Creative Commons)
    MYANMAR: Esse é outro destino da Ásia que entrou para a lista dos 16 melhores lugares do mundo para conhecer em 2016. Uma das atrações recomendadas nesse país, segundo a revista Condé Nast Traveler, é o arquipélago de Mergui, cujo crescimento do turismo se deve sobretudo às viagens de barcos pela região. Na foto, vista de Bagan (foto: Nick Kenrick/Flickr-Creative Commons)

  • foto: Eduardo Vessoni
    BRASIL: A gente não anda com muito estímulo para viajar (para fora e dentro do próprio país. Mas, segundo a revista Condé Nast Traveler, 2016 é o ano de conhecer o Brasil, sobretudo por conta dos Jogos Olímpicos que acontecem em agosto, no Rio de Janeiro (foto: Eduardo Vessoni)

  • Vulcão Cotopaxi (foto: Eduardo Vessoni)
    EQUADOR: A Amazônia equatoriana e o centro histórico de Quito são algumas das apostas para 2016, de acordo com a revista Condé Nast Traveler. Na foto, vista do vulcão Cotopaxi, próximo a Quito (foto: Eduardo Vessoni)

  • ESTADOS UNIDOS: Para 2016, a revista Condé Nast Traveler recomenda também alguns dos parques nacionais estadunidenses, como os glaciais do Alasca, a costa de Maine, o Grand Canyon e o Great Sand Dunes National Park (foto), que abriga as dunas mais altas da América do Norte (foto: Ron Cogswell/Flickr-Creative Commons)
    ESTADOS UNIDOS: Para 2016, a revista Condé Nast Traveler recomenda também alguns dos parques nacionais estadunidenses, como os glaciais do Alasca, a costa de Maine, o Grand Canyon e o Great Sand Dunes National Park (foto), que abriga as dunas mais altas da América do Norte (foto: Ron Cogswell/Flickr-Creative Commons)

  • ESPANHA: Localizada próximo a Madri e Segóvia, a cidade de Pedraza é uma das sugestões para 2016, segundo a revista Condé Nast Traveler. Esse destino histórico se caracteriza por suas construções que datam do ano 1500 e ruas de paralelepípedos (foto: Raúl A./Flickr-Creative OMMONS)
    ESPANHA: Localizada próximo a Madri e Segóvia, a cidade de Pedraza é uma das sugestões para 2016, segundo a revista Condé Nast Traveler. Esse destino histórico se caracteriza por suas construções que datam do ano 1500 e ruas de paralelepípedos (foto: Raúl A./Flickr-Creative OMMONS)

  • Aurora boreal vista a partir do lago Jokulsarlon, na Islândia (foto: Moyan Brenn/Flickr-Creative Commons)
    ISLÂNDIA: A desconhecida e fria terra da cantora Björk é uma das sugestões da revista Condé Nast Traveler para 2016. Segundo a publicação, esse país tem como destaques as águas da Blue Lagoon, paisagens lunares, cena culinária e as luzes do norte. Na foto, vista da Aurora Boreal, a partir do lago Jokulsarlon (foto: Moyan Brenn/Flickr-Creative Commons)

  • TANZÂNIA: Praias, safáris e parques nacionais são alguns dos destaques desse destino do leste da África, segundo lista da revista Condé Nast Traveler, publicada recentemente (foto: Peter/Flickr-Creative Commons)
    TANZÂNIA: Praias, safáris e parques nacionais são alguns dos destaques desse destino do leste da África, segundo lista da revista Condé Nast Traveler, publicada recentemente (foto: Peter/Flickr-Creative Commons)

  • COLÔMBIA: Medellín, a segunda maior cidade colombiana, é uma das sugestões de viagens para 2016, segundo a Condé Nast Traveler, publicada recentemente. Famoso no passado pelo tráfico de drogas e pela alta taxa de homicídios, o destino se tornou um dos endereços mais agradáveis da América do Sul, de acordo com a revista (foto: Iván Erre Jota/Flickr-Creative Commons)
    COLÔMBIA: Medellín, a segunda maior cidade colombiana, é uma das sugestões de viagens para 2016, segundo a Condé Nast Traveler, publicada recentemente. Famoso no passado pelo tráfico de drogas e pela alta taxa de homicídios, o destino se tornou um dos endereços mais agradáveis da América do Sul, de acordo com a revista (foto: Iván Erre Jota/Flickr-Creative Commons)

  • MIAMI: A queridinha dos brasileiros já não é novidade para os viajantes do lado de cá do continente, cujas cenas hoteleira e gastronômica são os destaques, de acordo com a revista Condé Nast Traveler, em ranking divulgado, recentemente (foto: Eduardo Vessoni)
    MIAMI: A queridinha dos brasileiros já não é novidade para os viajantes do lado de cá do continente, cujas cenas hoteleira e gastronômica são os destaques, de acordo com a revista Condé Nast Traveler, em ranking divulgado, recentemente (foto: Eduardo Vessoni)

  • JAPÃO: A província de Okinawa e suas ilhas, que ficam mais perto de Taiwan do que de Tóquio, são algumas das apostas da revista Condé Nast Traveler, em ranking divulgado, recentemente (foto: Jay Bergesen/Flickr-Creative Commons)
    JAPÃO: A província de Okinawa e suas ilhas, que ficam mais perto de Taiwan do que de Tóquio, são algumas das apostas da revista Condé Nast Traveler, em ranking divulgado, recentemente (foto: Jay Bergesen/Flickr-Creative Commons)

  • CARIBE: As ilhas francesas de Guadalupe e Martinica, uma espécie de versão caribenha da Europa, são as sugestões da revista Condé Nast Traveler, em 2016. Na foto, Saint Pierre, na Martinica (foto: Roberto Faccenda/Flickr-Creative Commons)
    CARIBE: As ilhas francesas de Guadalupe e Martinica, uma espécie de versão caribenha da Europa, são as sugestões da revista Condé Nast Traveler, em 2016. Na foto, Saint Pierre, na Martinica (foto: Roberto Faccenda/Flickr-Creative Commons)

  • Mesquita Azul (foto: Arian Zwegers/Flickr-Creative Commons)
    TURQUIA: A frenética Istambul, conhecida pela Basílica de Santa Sofia e pela Mesquita Azul, é uma das apostas para 2016, de acordo com a revista Condé Nast Traveler. Na foto, vista noturna da Mesquita Azul (foto: Arian Zwegers/Flickr-Creative Commons)

(*fonte: Condé Nast Traveler)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*