Confira os melhores destinos brasileiros para visitar nos próximos feriados

Toda vez é a mesma coisa. Passado o Carnaval, o Brasil começa, finalmente, a se movimentar para o Ano Novo.

E brasileiro é tudo igual. É só terminar o feriado mais cobiçado dos 365 dias seguintes, para a gente começar a pensar em viajar, outra vez.

Baseado no calendário oficial de feriados nacionais, o Viagem em Pauta fez uma seleção de lugares para você aproveitar, em cada um dos feriados prolongados de 2016.

E nunca é tarde lembrar que o primeiro semestre de 2016 concentra o maior número de feriados prolongados (dos quatro dias festivos até o mês de junho, três podem ser emendados com finais de semana. Já o segundo semestre conta com seis feriados, porém a maioria será na quarta-feira.

LEIA TAMBÉM: “Confira calendário para conhecer os melhores destinos brasileiros em 2016”

Confira destinos para os próximos feriados brasileiros:

⇒ Paixão de Cristo (25 de março/sexta-feira)
Março é o mês em que os destinos turísticos brasileiros estão ficando mais vazios e, com o início da baixa temporada, os preços começam a cair. Para quem pode viajar nesse mês, essa é a chance de aproveitar o restinho de calor com mais privacidade e menos custos.

Outro cenário surreal do litoral norte paraibano é Areia Vermelha, ilha com 1,5 quilômetro de extensão que se forma na maré baixa e dá lugar a piscinas naturais rodeadas por areias de tons avermelhados, no município de Cabedelo, região metropolitana de João Pessoa (foto: Cacio Murilo/PBTur)
Outro cenário surreal do litoral norte paraibano é Areia Vermelha, ilha com 1,5 quilômetro de extensão que se forma na maré baixa e dá lugar a piscinas naturais rodeadas por areias de tons avermelhados, no município de Cabedelo, região metropolitana de João Pessoa (foto: Cacio Murilo/PBTur)

A Paraíba reserva praias bonitas que valem a viagem, como Tambaba, no município de Conde. Outra opção nordestina é Porto de Galinhas, em Pernambuco, onde é possível visitar as piscinas naturais formadas entre corais.

Em Foz do Iguaçu, as quedas continuam com volume d’água suficiente para encantar os visitantes, mas com o parque já com poucas pessoas.

LEIA TAMBÉM: “Conheça a versão espiritualizada de Foz de Iguaçu”

⇒ Tiradentes (21 de abril/quinta-feira)
Passada a temporada de chuvas, abril é o mês ideal para visitar as chapadas.

Na Chapada Diamantina, na Bahia, chove pouco e é possível aproveitar os passeios, além de ter uma visibilidade melhor da paisagem; a Chapada dos Guimarães (MT) é também um bom destino nessa época, faz menos calor e ainda dá par aproveitar a cheia dos rios para curtir as cachoeiras.

Ouro Preto, em Minas Gerais, um dos destinos recomendados para abril (foto: Embratur/Divulgação)
Ouro Preto, em Minas Gerais, um dos destinos recomendados para abril (foto: Embratur/Divulgação)

As chuvas dão uma trégua também nas regiões Sul e Sudeste, onde é possível conhecer as Cidades Históricas de Minas, cujos destinos mais populares são Ouro Preto e Tiradentes.

Para quem não desiste de uma praia, Jericoacoara, no Ceará, mantém as temperaturas altas o ano todo e, logo após o verão, com a queda do número de turistas, é a melhor época para ser visitada.

LEIA TAMBÉM: “Chapada dos Veadeiros abriga trilhas alternativas por cachoeiras e piscinas naturais”

⇒ Dia Mundial do Trabalho (1º de maio/domingo)
Em pleno domingo, esse feriado não favorece quem quer fazer viagens mais longas, mas viajante viciado sempre dá um jeito de cair na estrada.

Nosso roteiro bate e volta de até 100 km de distância da capital paulista tem trilhas em meio à Serra do Mar, construções históricas e até um templo budista.

Embu das Artes, próximo a São Paulo (foto: Celso Marchini/Flickr-Creative Commons)
Embu das Artes, próximo a São Paulo (foto: Celso Marchini/Flickr-Creative Commons)

Saiba mais: “Bate e volta paulista: cinco destinos próximos a São Paulo”

⇒ Corpus Christi (26 de maio/quinta-feira)
Em maio, começa a temporada de vazante na região do Pantanal, que segue até setembro. É o período em que chove menos e as temperaturas atingem níveis suportáveis, favorecendo a observação da vida selvagem.

Em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, tanto a chuva como a seca definem o cenário que o visitante irá encontrar no Pantanal, segundo o Ministério do Turismo. O período de seca, considerado o melhor para visitação e até observação de onças, vai de maio a setembro.

Jacaré observado em passeio pelo Pantanal mato-grossense, destino indicado para maio (foto: Tambako The Jaguar/Flickr-CreativeCommons)
Jacaré observado em passeio pelo Pantanal mato-grossense, destino indicado para maio (foto: Tambako The Jaguar/Flickr-CreativeCommons)

Outra opção é a Serra do Cipó, em Minas Gerais, pois no outono as chuvas não atrapalham mais os passeios, mas ainda há bastante verde na paisagem e dá para visitar as cachoeiras e grutas.

Com o fim das chuvas na região Sudeste, a cidade de Paraty é uma boa pedida para quem quer conhecer um destino histórico e passear pelo centro antigo da cidade.

LEIA TAMBÉM: “Veleiro em Paraty pode ser mais econômico do que diária de pousada”

⇒ Revolução Constitucionalista (9 de julho/sábado)
Celebrado apenas em São Paulo, esse feriado também não favorece quem quer sair da cidade por alguns dias.

Mas para quem fica, tem passeios guiados e temáticos de bicicleta, roteiro de arte de rua e atrações gratuitas na mais paulistana das avenidas, a Paulista.

Viajantes em férias (e disponibilidade para esticar alguns dias) podem curtir o inverno brasileiro, em destinos como a Serra Gaúcha, onde é possivel visitar vinícolas de Bento Gonçalves; além de Gramado, cidade mais famosa da região, e Canela, que além do tradicional, oferece também opções de ecoturismo.

Véu da Noiva, em Canela (foto: Eduardo Vessoni)
Véu da Noiva, em Canela (foto: Eduardo Vessoni)

Na Serra Catarinense, a sugestão é Urupema, cujas temperaturas podem chegar a -7°C. No Sudeste, Campos do Jordão, em São Paulo, é muito procurada pelo clima romântico das suas serras e pela degustação de chocolate e cerveja na cidade. Um destino muito parecido, mas em Minas Gerais, é Monte Verde, onde o viajante pode descansar hospedado em chalés da região.

Já o Nordeste, entre julho e novembro, assiste à emocionante temporada de baleias jubarte, no Parque Nacional Marinho de Abrolhos, no sul da Bahia. É nesses meses que os mamíferos aquáticos escolhem as águas quentes do mar baiano para reprodução e amamentação dos filhotes.

⇒ Independência do Brasil (7 de setembro/quarta-feira) / Nossa Senhora Aparecida(12 de outubro/quarta-feira)
Dois feriados curtos, no meio da semana, para frustrar viajantes viciados em estradas. E como dessa vez não vai dar para ir muito longe, a gente fica por aqui mesmo, em São Paulo.

A maior cidade latino-americana é terra da diversidade de estilos, da boa comida, de uma respeitada cena cultural, dos eventos, de mais de cem museus, do grafite, da música, das artes, da moda…

Confira a lista com 18 motivos para turistar em São Paulo, segundo o site oficial de turismo da cidade.

⇒ Finados (2 de novembro/quarta-feira) / Dia da Consciência Negra (20 de novembro/domingo)

Mais dois dias de descanso que, para azar de viajantes, caem no meio da semana.

foto: Diego Torres Silvestre/Flickr-Creative Commons

Fazer um “bate e volta em cinco destinos próximos a São Paulo”, turistar na capital ou conhecer atrações do Parque do Ibirapuera que nem todo visitante conhece são algumas opções para quem fica por aqui mesmo.

⇒ Proclamação da República (15 de novembro/terça-feira)
Mais um feriadão prolongado e um bom motivo para cair na estrada, mais uma vez.

O clima vai esquentando no Brasil e começa a contagem regressiva para o verão. Nesse mês, as praias do Nordeste ainda não estão cheias e valem a visita, como Pipa, no Rio Grande do Norte, ou Trancoso, no sul da Bahia.

Caraíva (foto: Eduardo Vessoni)
Caraíva (foto: Eduardo Vessoni)

Um dos destinos mais cobiçados do país, Fernando de Noronha, é ideal para quem quer mergulhar, pois os níveis de visibilidade de Mar de Dentro estão ótimos.

Para quem não quer ir longe, as praias do litoral paulista também já estão com águas mais quentes e, num mês com três feriados diferentes, vale a pena descer em um fim de semana para Ilhabela ou Ubatuba.

LEIA TAMBÉM: “Explore as praias selvagens do litoral de São Paulo”

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*