Aracaju, capital do Sergipe, é a pequena notável do litoral do Nordeste

Em visita recente ao Sergipe, um empresário me confessou que a capital do estado é daqueles destinos de quem já conhece todo o Nordeste e quer completar seu mapa de cidades visitadas.

Não podemos negar que, devido às influências de rios, seu mar não tem os mesmos tons de águas como o das vizinhas cenográficas; sua orla, considerada uma das mais bonitas do Brasil, se esconde detrás de estabelecimentos comerciais; e suas atrações turísticas não contam com fama nacional.

Mas Aracaju é, sim, daqueles lugares que surpreendem forasteiros com opções que a gente não esperava em terras nordestinas. Tem museu com salas multimídia que fazem o visitante viajar o estado sem sair da capital; banco de areia que vira praia, em dias de maré baixa; e até pôr do sol, diante do mangue.

Com quase 600 mil habitantes e um litoral de 35 km, aproximadamente, a capital do menor estado brasileiro é a pequena notável do Nordeste.

LEIA TAMBÉM: “Confira roteiros para conhecer Sergipe, o menor estado brasileiro”

Conheça 5 atrações imperdíveis de Aracaju:

ORLA DE ATALAIA

Arcos da Orla de Atalaia (foto: Secretaria do Turismo e do Esporte de Sergipe/Divulgação)
Arcos da Orla de Atalaia (foto: Secretaria do Turismo e do Esporte de Sergipe/Divulgação)

A cidade se orgulha de seu principal endereço turístico, mas chega a ser frustrante ter o mar escondido por um extenso complexo de estabelecimentos comerciais.

Ao longo de 6 km de extensão, a Atalaia é uma bem equipada orla com áreas de lazer como quadras, ciclovias, bares, restaurantes e o primeiro oceanário do Nordeste, a cargo do Projeto Tamar.

Para provar algo diferente, peça o gratinado de aratu do Caravelas Bar, um tipo de caranguejo servido em purê de macaxeira e creme de queijo. Para quem tem saudade de São Paulo, a Pizza D’Oro prova que é possível ter boas redondas em território nordestino, com massa fina crocante e bem recheada.

ORLA PÔR DO SOL
Localizada na Praia do Mosqueiro, às margens do rio Vaza Barris, essa orla de 600 metros de extensão é endereço estratégico para observação do pôr do sol, sobre um píer de madeira com vista para manguezais.

Orla Pôr do Sol, em Aracaju (foto: Eduardo Vessoni)
Orla Pôr do Sol, em Aracaju (foto: Eduardo Vessoni)

Inaugurado há pouco mais de 5 anos, a 30 km do centro, no extremo sul de Aracaju, o local é ponto de partida dos passeios às praias de água doce de Aracaju e conta com feira de artesanato, apresentações musicais, aos sábados, e até competições náuticas.

CROA DO GORÉ
Entre guarda-sóis de palha e pranchas de Stand Up Paddle, esse banco de areia emerge e desaparece, de acordo com o movimento da maré das águas calmas do rio Vaza Barris.

Vista da Croa do Goré (foto: Eduardo Vessoni)
Vista da Croa do Goré (foto: Eduardo Vessoni)

O passeio de 5 horas de duração ((R$ 60 por pessoa) passa por manguezais e faz parada nessa ilha temporária, equipada com bar flutuante e atividades náuticas. SAIBA MAIS

LEIA TAMBÉM: “Confira atrações turísticas do Velho Chico, em Sergipe”

ILHA DOS NAMORADOS
Diz a lenda que um casal navegou até essa ilha, localizada entre o rio Vaza Barris e o oceano Atlântico, a fim de se afastar do agito da capital sergipana.

Mas os apaixonados se esqueceram de fundear seu barquinho, que foi levado com a subida da maré, e só foram resgatados, dias depois, por pescadores que passavam por ali.

Ilha dos Namorados, próximo a Aracaju (foto: Eduardo Vessoni)
Ilha dos Namorados, próximo a Aracaju (foto: Eduardo Vessoni)

Sem nenhuma estrutura, para sorte de quem também busca sossego, a poucos minutos de Aracaju, o local é uma das paradas dos catamarãs que partem da Orla Pôr do Sol, em direção ao rio Vaza Barris.

Serviços de praia como bebidas e petiscos, cadeiras para descanso e tendas simples sob sombras ficam a cargo da empresa responsável pelo transporte (R$ 60, por pessoa, com parada também na Croa do Goré). SAIBA MAIS

MUSEU DA GENTE SERGIPANA
Localizado em um edifício de fachada imponente, no centro da cidade, esse museu funciona como um memorial nordestino que homenageia as manifestações populares e capítulos da história do menor estado brasileiro, em cenográficas salas multimídias em que o próprio visitante dá o tom do tour.

Túnel com projeções de ecossistemas de Sergipe (foto: Eduardo Vessoni)
Túnel com projeções de ecossistemas de Sergipe (foto: Eduardo Vessoni)

Entre os destaques estão as cabines que possibilitam ao visitante protagonizar um repente e ler capítulos de cordéis; o feirante virtual Josevende que dialoga com o visitante/cliente; e a sala ‘Nossas Praças’, onde um carrossel de madeira, quando acionado, projeta imagens em 360° de diversas praças sergipanas.

SAIBA MAIS: “Conheça o museu mais arretado do Nordeste”

VEJA VÍDEO

SAIBA MAIS
Turismo oficial de Sergipe
www.turismosergipe.net

ONDE FICAR
Em Aracaju, o Viagem em Pauta ficou hospedado no Aracaju Praia Hotel, um 3 estrelas econômico, recém reformado, a 3 km do aeroporto.

Localizado na Orla de Atalaia, o hotel conta com restaurante por quilo (inclusive para não-hóspedes), piscina e quartos amplos, bem equipados com wi-fi, ar condicionado e TV a cabo. Diárias: R$ 160 (single) e R$ 180 (duplo). SAIBA MAIS

(* O Viagem em Pauta visitou Aracaju com o apoio da Secretaria do Turismo e do Esporte de Sergipe, e da GoPro)

Salvar

1 Comentário

  1. minha cidade de laranjeiras é linda, nasci em laranjeiras, quando eu tinha 6 anos vinhemos para sp com mais 4 irmãos, mas sempre volta para visitar minha cidade de origem

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*