48 horas em Canoa Quebrada, no Ceará

Dois dias para conhecer um dos destinos nordestinos mais cobiçados parecem poucos, mas já são suficientes para sair da rotina e desembarcar em um dos cenários mais belos do Ceará.

Localizada a 150 km ao sul de Fortaleza, a praia de Canoa Quebrada tem opção para todos os tipos de viagem: para quem quer ficar sem fazer nada, para aventureiros, para os românticos e para quem viaja com crianças.

Seu nome remete à uma lenda que diz que, em 1650, uma caravela se chocou nas pedras de Ponta Grossa, praia próxima à Canoa Quebrada, e naufragou mais adiante. Os pescadores da região chamavam uns aos outros para ver a tal canoa quebrada. E assim ficou até hoje.

LEIA TAMBÉM: “8 paraísos do Nordeste para esquecer da vida”

Confira dicas de atrações para conhecer Canoa Quebrada em dois dias:

Canoa Quebrada (foto: Roberto Faccenda/Flickr-Creative Commons)
Canoa Quebrada (foto: Roberto Faccenda/Flickr-Creative Commons)

1º DIA
manhã
Vamos direto ao que interessa. Reserve a manhã para conhecer a praia de Canoa Quebrada, uma faixa de 12 km de areia clara, mar de águas claras e mornas.

Praia de Canoa Quebrada (foto: Rodolfo Vilela/MTur
Praia de Canoa Quebrada (foto: Rodolfo Vilela/MTur

tarde
Aracati, cidade onde fica Canoa Quebrada, é um nome de origem tupi que significa “bons ventos”.

E são esses mesmos ventos que dão o ritmo aos passeios por esse litoral contornado por falésias que podem chegar a 7 metros de altura, onde é possível praticar parapente, impulsionado pelos ventos do mar que batem em paredões de argila e sobem, criando o ambiente propício para o esporte. O melhor horário costuma ser das 14h às 17h.

Símbolo de Canoa Quebrada (foto: Silveira Neto/Flickr-Creative Commons)
Símbolo de Canoa Quebrada (foto: Silveira Neto/Flickr-Creative Commons)

Outra sugestão é o passeio de bugue pelas dunas móveis, com duração aproximada de 2 horas e término em locais para observação do pôr do sol.

Uma das parada é no local que abriga o símbolo da praia. Segundo guias, o artesão e pescador Chico Olisiaro avistou em uma noite a Lua Crescente próxima a uma pequena estrela. Dali surgiu a ideia de esculpir o símbolo nas falésias da praia.

noite
A Broadway é uma rua de paralelepípedo com lojas, restaurantes e casas noturnas. Para garantir o agito noturno na região, programe sua visita ao local, aos sábados, o dia mais agitado e com o comércio aberto.

LEIA TAMBÉM: “Confira agenda das festas de São João, no Nordeste”

2º DIA
manhã
O rio Jaguaribe cruza todo o estado do Ceará e é considerado o maior rio seco do Brasil (na temporada seca, o Jaguaribe chega a desaparecer, completamente, retornando na estação chuvosa, quando é possível realizar pesca esportiva e passeios de barco em suas águas).

Outra sugestão de passeio é visitar o centro histórico de Aracati, uma das primeiras capitais do Ceará e uma das primeiras cidades brasileiras a abolir a escravatura.

Aracati (foto: Ministério do Turismo/divulgação)
Aracati (foto: Ministério do Turismo/divulgação)

A primeira igreja construída na cidade é a Nossa Senhora do Rosário, datada de 1700. Logo em seguida foram construídas outras quatro igrejas, preservadas até hoje: São Rosário dos Pretos, Bom Jesus dos Navegantes, Senhor do Bonfim e Nossa Senhora dos Prazeres.

Em 2001, o Iphan tombou cerca de 200 construções de Aracati.

tarde
O passeio de quadriciclo pode ser pela beira mar ou pelas dunas para ver o pôr do sol, um dos principais atrativos do destino.

LEIA TAMBÉM: “10 experiências únicas para o verão no Nordeste”

SAIBA MAIS
Turismo do Ceará
www.ceara.gov.br

Turismo de Fortaleza
www.fortaleza.ce.gov.br/turismo

Como chegar
O aeroporto mais próximo de Canoa Quebrada fica em Fortaleza, capital do Ceará. De lá, é mais recomendado alugar um carro e seguir pela Litorânea, como é conhecida a CE-040, até Aracati.

A partir de Natal, no Rio Grande do Norte, siga pela BR-406 até Mossoró e pegue a BR-304 até a entrada de Canoa Quebrada, localizada a um km de Aracati.

Outra opção é alguns dos tours saindo da capital Fortaleza. Já as viagens de ônibus costumam durar de 3 a 4 horas, dependendo daquele pinga-pinga clássico de viagens pelo interior do Nordeste.

(*fonte: Ministério do Turismo)

Salvar

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*