Conheça os melhores pontos para mergulho básico, em Noronha

Mergulho em Noronha, onde o mar tem uma das melhores visibilidades do mundo (foto: All Angle/Tati Vasconcelos)
Mergulho em Noronha, onde o mar tem uma das melhores visibilidades do mundo (foto: All Angle/Tati Vasconcelos)

Se você ainda não se convenceu do talento marinho desse cobiçado arquipélago brasileiro, a mais de 500 km do continente, vale relembrar.

Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco, Fernando de Noronha abriga algumas das mais belas praias do planeta; suas águas são consideradas um dos melhores pontos de mergulho do Brasil, com uma temperatura média de 27º; a visibilidade debaixo d’água pode chegar a 50 metros de distância, por conta da distância do litoral e da ausência de águas de rios e seus sedimentos; e sua geografia é marcada por uma variedade topográfica que reúne diversos cenários, em um mesmo ponto de mergulho.

Nesta espécie de ‘Harvard do mergulho’, a regra é descer para o fundo do mar, em operações que são feitas tanto com mergulhadores certificados quanto com aqueles que provam a experiência pela primeira vez.

LEIA TAMBÉM: “Mergulho: saiba como é se certificar em Fernando de Noronha“

Para imersões de até 12 metros de profundidade, as agências locais contam com batismos, acompanhados de um instrutor exclusivo para mergulhos em algum ponto de mar mais tranquilo, entre as opções possíveis nas 21 ilhas e ilhotas de Fernando de Noronha.

Um dos endereços perfeitos para a estreia marinha é a Ilha do Meio, nas Ilhas Secundárias, entre o Mar de Fora e o de Dentro.

E para cada desembarque, Noronha garante um cenário diferente.

Nas Ilhas Secundárias, os mergulhos de nível básico acontecem em locais como Buraco do Inferno, a 12 metros de profundidade, cujo fundo arenoso é conhecido por suas cavernas e grutas de fácil acesso. A versatilidade cênica pode ser vista também em Cagarras Rasas, ponto de mergulho protegido por paredões de até 30 metros de altura.

LEIA TAMBÉM: “[crônica]: Mergulho na alma (com cilindro e pé-de-pato), em Noronha”

Confira os melhores pontos de mergulho no Mar de Dentro e no Mar de Fora, setor da ilha virado para a África:

Fernando de Noronha, Pernambuco, mergulho, Brasil

MAR DE DENTRO

Pontos de batismos para mergulhadores de primeira viagem, o Buraco do Inferno e Ressurreta, ambos a 12 metros de profundidade, são locais rasos para mergulho e abrigam, respectivamente, uma gruta submersa com belas formações rochosas e grande concentração de peixes tropicais como frades, garoupas e barracudas.

Mergulho no Buraco do Inferno (foto: All Angle/Nayara Bucair)
Mergulho no Buraco do Inferno (foto: All Angle/Nayara Bucair)

Mergulho na Ressurreta (foto: All Angle/Sandro Rodrigues)
Mergulho na Ressurreta (foto: All Angle/Sandro Rodrigues)

O mergulho na Ilha do Meio (16m) é marcado pela variedade marinha, devido ao encontro do Mar de Fora e o Mar de Dentro, através de um canal que o separa da Ilha Rata.

Mergulho na Ilha do Meio, no Mar de Dentro (foto: All Angle/Sandro Rodrigues)
Mergulho na Ilha do Meio, no Mar de Dentro (foto: All Angle/Sandro Rodrigues)

Outro ponto fácil de mergulho, é o Morro de Fora (16m), próximo à praia da Conceição. O local é um dos pontos de maior concentração de corais de fogo e espécies como moreias, mariquitas e raias-xita.

Morro de Fora (foto:_All Angle/Tati Vasconcelos)
Morro de Fora (foto:_All Angle/Tati Vasconcelos)

Rasa e sem muitas formações, a Laje Dois Irmãos (22m) fica ao largo do Morro Dois Irmãos e abriga uma laje com corais e esponjas. O local costuma ser frequentado por raias-chita e tubarões bico-fino.

Laje Dois Irmãos (foto: All Angle/Nayara Bucair)
Laje Dois Irmãos (foto: All Angle/Nayara Bucair)

Já a Caverna da Sapata (de 24 a 30m) é um costão rochoso que abriga uma gruta de fácil penetração, porém sujeito a fortes correntes. Indicado também para mergulhadores de nível avançado.

Mergulho na Caverna da Sapata (foto: All Angle/Lola Fritzsche)
Mergulho na Caverna da Sapata (foto: All Angle/Lola Fritzsche)

Voltado para mergulhadores de níveis básico e avançado, Cordilheiras (30m) é um ponto conhecido por sua formação que lembra uma cadeia de montanhas submersas. próximo do final da Ilha Rata.

Mergulho nas Cordilheiras (foto: All Angle/Andreza dos Santos)
Mergulho nas Cordilheiras (foto: All Angle/Andreza dos Santos)

O mergulho em Cagarras (33m), considerado o melhor endereço noronhense para batismo, se caracteriza por sua versatilidade, proporcionando diferentes pontos de mergulho em um mesmo local, como águas rasas e abrigadas, e paredões de até 30 metros de profundidade. Experiência voltada também para mergulhadores avançados.

Cagarras (foto:_All Angle/Zaira Matheus)
Cagarras (foto:_All Angle/Zaira Matheus)

Com profundidade que vai de 17 a 42 metros, o mergulho no Cabeço das Cordas acontece próximo à extremidade norte da ilha e é marcado por correntes que trazem cardumes de xaréus, piranjicas e dentões. Indicado também para mergulhadores de nível avançado.

Cabeço das Cordas (foto: All Angle/Tati Vasconcelos)
Cabeço das Cordas (foto: All Angle/Tati Vasconcelos)

LEIA TAMBÉM: “Mirantes de Fernando de Noronha mostram outras perspectivas da ilha”

MAR DE FORA

Este lado da ilha abriga um dos coloridos pontos de mergulho de Noronha. O Buraco das Cabras (16m) se caracteriza pela travessia de um canal, usando a técnica de “drift dive”, quando onde o mergulhador é levado pela correnteza. Grande número de corais e esponjas, além de tartarugas e raias, marcam a experiência por ali.

Buraco das Cabras (foto: All Angle/Andreza dos Santos)
Buraco das Cabras (foto: All Angle/Andreza dos Santos)

O mergulho em Caieiras (18m) ocorre entre três formações rochosas, em meio a uma laje de pedras, conhecido pela grande quantidade de algas e uma das áreas de descanso e alimentação de tartarugas marinhas.

Caieiras (foto: All Angle/Andreza dos Santos)
Caieiras (foto: All Angle/Andreza dos Santos)

Cobiçado ponto de mergulho de Noronha, Pedras Secas (18m) é endereço fácil de arraias, tartarugas e tubarões-lixa. O local é formado por impressionantes corredores, cânions, grutas e pequenas cavernas. Indicado também para mergulhadores de nível avançado.

Vista aérea de Pedras Secas, um dos pontos de mergulho mais cobiçados de Noronha (foto: All Angle/Alice Grossman)
Vista aérea de Pedras Secas, um dos pontos de mergulho mais cobiçados de Noronha (foto: All Angle/Alice Grossman)

Localizado em frente à Praia da Atalaia, o mergulho da Ilha do Frade (22m) começa a oito metros de profundidade, em área mais abrigada da ilha, e segue em direção ao setor mais profundo, um cenário que vai de imensas rochas até o fundo arenoso. Outro mergulho nesse nível de profundidade acontece na Ilha Trinta Réis, em frente à Enseada dos Abreus, cujo destaque é a passagem por um  cânion formado por duas paredes rochosas.

Vista aérea da Ilha do Frade (foto: All Angle/ALice Grossman)
Vista aérea da Ilha do Frade (foto: All Angle/ALice Grossman)

O Cabeço Submarino (23m) é considerado uma das formações mais interessantes da região, localizado em frente à Baía do Sueste. O local se caracteriza pela grande quantidade de tartarugas, barracudas, lagostas e eventuais tubarões.

Cabeço Submarino, um dos pontos de mergulho, em Fernando de Noronha (foto: All Angle/Andreza dos Santos)
Cabeço Submarino, um dos pontos de mergulho, em Fernando de Noronha (foto: All Angle/Andreza dos Santos)

LEIA TAMBÉM: “Isolado e paradisíaco, arquipélago de Fernando de Noronha também tem opções econômicas”

SAIBA MAIS
Atlantis Divers
A empresa realiza duas saídas diárias para batismo, pela manhã e à tarde. Os valores vão de R$ 470 (um mergulho) a R$640 (duas saídas).
www.atlantisdivers.com.br
(*com informações da Atlantis Divers)

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*