Confira os melhores pontos para mergulho avançado, em Noronha

Nesta espécie de ‘Harvard do mergulho’, a regra é descer para o fundo do mar. Bem fundo, sobretudo para quem conta com certificação avançada de mergulho.

Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco, Fernando de Noronha, a 545 km de Recife, abriga um dos melhores pontos de mergulho do Brasil.

Com temperatura média de 27º, suas águas contam com visibilidade que pode chegar a 50 metros de distância, por conta da distância do litoral e da ausência de águas de rios e seus sedimentos; e sua geografia é marcada por uma variedade topográfica que reúne diversos cenários, em um mesmo ponto de mergulho.

E no caso de mergulhos avançados ou técnicos, Noronha abriga endereços como Pedras Secas, a 18 metros de profundidade, e a cobiçada descida até a Corveta V-17, um dos melhores no Brasil, a 62 metros.

LEIA TAMBÉM: “Conheça os melhores pontos para mergulho básico, em Noronha”

MAR DE FORA

Cobiçado ponto de mergulho de Noronha, Pedras Secas (18m) é endereço fácil de arraias, tartarugas e tubarões-lixa.

O local é formado por impressionantes corredores, cânions, grutas e pequenas cavernas.

Indicado também para mergulhadores de nível básico.

Vista aérea de Pedras Secas, um dos pontos de mergulho mais cobiçados de Noronha (foto: All Angle/Alice Grossman)
Vista aérea de Pedras Secas, um dos pontos de mergulho mais cobiçados de Noronha (foto: All Angle/Alice Grossman)

Considerado um dos mais exclusivos de Noronha, o mergulho em Iuias (24m) é recomendado apenas para mergulhadores mais experientes, pois o local está sujeito a correntes.

Possui fundo tomado por grandes blocos de pedras sobrepostas, e abriga passagens como cavernas e cânions.

LEIA TAMBÉM: “Praia brasileira é eleita a melhor do mundo”

Mergulho avnçado em Iuias (foto: All Angle/Tati Vasconcelos)
Mergulho avnçado em Iuias (foto: All Angle/Tati Vasconcelos)

Macaxeira (40m): Nesse mergulho perfeito para o uso de Nitrox, no extremo norte do arquipélago, a correnteza é quase sempre presente e leva o mergulhador ao paredão de rochas desmoronadas até a extremidade da ilha.

Macaxeira (foto: All Angle/Tati Vasconcelos)
Macaxeira (foto: All Angle/Tati Vasconcelos)

MAR DE DENTRO

Com profundidade que vai de 17 a 42 metros, o mergulho no Cabeço das Cordas (42m) acontece próximo à extremidade norte da ilha e é marcado por correntes que trazem cardumes de xaréus, piranjicas e dentões.

Indicado também para mergulhadores de nível básico.

Cabeço das Cordas (foto: All Angle/Tati Vasconcelos)
Cabeço das Cordas (foto: All Angle/Tati Vasconcelos)

O mergulho na Caverna da Sapata (de 24 a 30m) é marcado por um costão rochoso que abriga uma gruta de fácil penetração, porém sujeito a fortes correntes.

Indicado também para mergulhadores de nível básico.

Mergulho na Caverna da Sapata (foto: All Angle/Lola Fritzsche)
Mergulho na Caverna da Sapata (foto: All Angle/Lola Fritzsche)

Voltado para mergulhadores de níveis básico e avançado, Cordilheiras (30m) é um ponto conhecido por sua formação que lembra uma cadeia de montanhas submersas. próximo do final da Ilha Rata.

Mergulho nas Cordilheiras (foto: All Angle/Andreza dos Santos)
Mergulho nas Cordilheiras (foto: All Angle/Andreza dos Santos)

Já o mergulho em Cagarras (33m) se caracteriza por sua versatilidade, proporcionando diferentes pontos de mergulho em um mesmo local, como águas rasas e abrigadas, e paredões de até 30 metros de profundidade.

Experiência voltada também para mergulhadores básicos.

Cagarras (foto:_All Angle/Zaira Matheus)
Cagarras (foto:_All Angle/Zaira Matheus)

Realizado em em mar aberto, o mergulho no Pontal do Norte (42m) é conhecido pelo grande monólito quadrado de tons escuros, que parece um imenso cofre afundado, em águas, extremamente, claras.

O local é endereço fácil de tartarugas, barracudas e badejos.

Mergulho no Pontal do Norte (foto: All Angle/ Laís Iná)
Mergulho no Pontal do Norte (foto: All Angle/ Laís Iná)

Cabeço da Sapata (42m) é um mergulho multinível, onde é possível encontrar peixes de profundidade, como badejos, meros e xaréus.

O local tem correntes fortes e oferece atrativos adicionais aos mergulhadores técnicos.

Cabeço da Sapata (foto: All Angle/Zaira Matheus)
Cabeço da Sapata (foto: All Angle/Zaira Matheus)

A Corveta V-17 (62m) é o mais cobiçado mergulho técnico de Fernando de Noronha, considerado também um dos melhores em todo o Brasil.

Afastado da costa, esse navio da Marinha afundou, em 1983, depois de bater no Cabeço da Sapata, e continua intacto, em posição de navegação.

No seu interior é possível fazer penetrações de vários níveis de dificuldade e encontrar objetos que ainda estão em seu interior, desde roupas nos armários até utensílios da cozinha.

Mergulho na Corveta V-17 (foto: All Angle/Zaira Matheus)
Mergulho na Corveta V-17 (foto: All Angle/Zaira Matheus)

LEIA TAMBÉM: “Isolado e paradisíaco, arquipélago de Fernando de Noronha também tem opções econômicas”

SAIBA MAIS
Atlantis Divers
www.atlantisdivers.com.br
(*com informações da Atlantis Divers)

 

Salvar

Salvar

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*