Conheça os bastidores da fábrica original dos pastéis de Belém, em Lisboa

Desde 1837, um casarão de azulejos azuis de Belém, bairro de Lisboa, produz um dos doces portugueses mais famosos: os pastéis de Belém.

Tudo começou quando os mosteiros de Portugal foram fechados pela Revolução Liberal de 1820 e, para sobreviver, o vizinho Mosteiro dos Jerónimos começou a fazer os tais pastéis de nata.

Mesmo distante da capital, naquela época, a região começou a conquistar clientes, devido à proximidade com endereços históricos como a Torre de Belém e o Mosteiro dos Jerónimos.

foto: Jordiet./Flickr-Creative Commons

LEIA TAMBÉM: “Ilha da madeira: a versão inusitada de Portugal”

Hoje, a situação é outra. Bondes não levam mais do que trinta minutos até o local e a casa, sempre lotada, é uma das atrações turísticas mais famosas de Lisboa.

Bastidores da fábrica de pastéis de Belém, em Lisboa (foto: Kim Kash/Flickr-Creative Commons)

Neste vídeo, o Viagem em Pauta leva você para conhecer os bastidores dessa fábrica, onde apenas cinco funcionários sabem a receita completa dos pastéis.

LEIA TAMBÉM: “Dicas de sobrevivência para encarar o Caminho de Santiago de Compostela”

CONHEÇA OS BASTIDORES

‘Volta do Mundo em 80 Segundos

Esta é uma espécie de ‘serviço ilustrado’, em que um destino ou uma experiência turística são abordados em vídeos de apenas um minuto e 20 segundos.

Na segunda metade do século 19, o doutor Samuel Fergusson, acompanhado de um amigo e de seu criado, atravessou a África, de leste a oeste, a bordo de um balão.

Anos mais tarde, o cavalheiro inglês Phileas Fogg deixava Londres para provar que é possível dar uma volta ao mundo, em 80 dias.

Clássicos da literatura de aventura, ‘Cinco semanas em balão’ e ‘A Volta ao Mundo em 80 Dias’, escritos por Júlio Verne, são as obras fictícias de Júlio Verne que inspiraram o novo canal de vídeos do Viagem em Pauta.

Confira playlist com outros vídeos no formato: www.youtube.com

arte: Wagner Polak

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*