Estrada Cunha-Paraty é uma das vias mais cenográficas do Brasil, no interior de SP

Estrada Cunha-Paraty (foto: Eduardo Vessoni)

Reinaugurada, em 2016, a Estrada Cunha-Paraty é uma via cênica de 9,4 km sobre paralelepípedos, entre o interior de São Paulo e Paraty, no litoral fluminense.

Sem nenhuma atração turística, a estrada passa pelo Velho Caminho do Ouro e pelo interior do Parque Nacional da Serra da Bocaina. Ainda assim, prepare-se para cruzar uma das mais belas estradas brasileiras, uma continuação da SP-171, entre Guaratinguetá e Paraty.

SAIBA MAIS: “Entre a serra e o mar, Cunha é destino de artes e aventura”

E quer saber? Fazer um bate e volta nessa estrada já vale como atração turística.

Dá pra tomar café da manhã em Cunha, almoçar em Paraty e ainda voltar para o jantar em Cunha. Só não se esqueça que o tráfego na Estrada Parque é permitido até às 18 horas.

LEIA TAMBÉM: “Conheça atrações de aventura em Cunha, a 230 km de São Paulo”

arte: Wagner Polak

‘Volta ao mundo em 80 segundos’ é uma espécie de ‘serviço ilustrado’, em que um destino ou uma experiência turística são abordados em vídeos de apenas 80 segundos.

Confira playlist com outros vídeos no formato: www.youtube.com

3 Comentário

  1. Morando aqui em Guaratingueta, tenho informações de trafego livre, e atualmente um rápido e crescente aumento do turismo aqui das cidades vizinhas, que só tinham Ubatuba como alternativa do acesso ao litoral. Acredito que tenha sim, ainda a falta de policiamento após as 18 horas, principalmente do lado carioca.

  2. Como assim o trafego é permitido até as 18h? recentemente voltei de Paraty em torno das 21h e não tive problema algum, alias nem imagino qual trecho ali da serra que é fechado pois não vi nenhum tipo de porteira ou cancela, nem nada com informativo.

    De onde é essa informação de que o trafégo é permitido apenas até as 18h?
    Lá é muito lindo memso, eu só passei a noite mas quero voltar em breve.

    Abraço

    • Everton, obrigado pelo seu comentário e pela visita ao site.

      A informação nos foi passada pela própria secretaria de turismo de Cunha, órgão que nos acompanhou durante a realização desta matéria, e reconfirmada, por telefone, dias antes da publicação deste texto.

      Abraços e seja sempre bem vindo ao site.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*