Praias da Bahia que você não deve deixar de visitar

MANGUE SECO

Localizado em uma península, a 220 km de Salvador, Mangue Seco é o destino pé na areia com melhor infraestrutura da região e ainda vive sob as sombras (literalmente) de coqueiros e de Tieta, a personagem de Jorge Amado que deu fama à região.

Em Mangue Seco, o turismo acontece, basicamente, em torno de duas atrações: os passeios de bugue nas dunas da região que se movimentam de acordo com a pressa dos ventos; e o rio Real, cujas águas salgadas do mar recebe pequenas embarcações que fazem paradas em atrações como a Ilha da Sogra.

SAIBA MAIS: “Mangue Seco e Praia do Saco são destinos paradisíacos, entre Bahia e Sergipe”

ITAQUENA

Itaquena, uma das praias isoladas, entre Trancoso e a Praia do Espelho (foto: Eduardo Vessoni)

Localizada em uma área preservada, conhecida como Refúgio de Vida Silvestre do Rio dos Frades, essa praia é rodeada por mata nativa, mar esverdeado e areia branca, na metade do caminho entre Trancoso e a praia do Espelho.

Alguns setores abrigam piscinas naturais que surgem durante o período de maré baixa.

JACUMÃ

A região só deve ser visitada durante a maré baixa, quando piscinas naturais se formam na beira da praia.

Jacumã, praia que fica no roteiro que vai de Trancoso à Praia do Espelho, no litoral sul da Bahia (foto: Eduardo Vessoni)

A atração fica a duas horas de caminhada das praias do sul de Trancoso.

PRAIA DO ESPELHO

Praia do Espelho, no sul da Bahia (foto: Eduardo Vessoni)

Essa é a faixa de areia da sofisticação seletiva que cobra para ficar em bares em frente ao mar, mas tem uma baía em forma de ferradura que represa águas mornas e tranquilas.

SAIBA MAIS: “Trilha entre a Praia do Espelho e Caraíva é a Bahia que passa devagar”

CARAÍVA

Rio são ruas e faixas de areia são calçadas.

Caraíva (foto: Eduardo Vessoni)

Localizada a pouco mais de 100 km de Porto Seguro, a pacata vila de pescadores de Caraíva tem como principal atração o rio que dá nome ao destino, cuja única forma de acesso é em breves viagens de canoa, uma vez que esse destino de ruas de areia não permite a entrada de carros.

LEIA TAMBÉM: “Praias isoladas do litoral sul da Bahia se exibem em viagem de bicicleta”

ABROLHOS

Farol da Santa Bárbara, visto da ilha Siriba, em Abrolhos (foto: Enrico Marcovaldi/Instituto Baleia Jubarte)

Criado em 1983, o Parque Nacional Marinho dos Abrolhos protege uma área de pouco mais de 91 mil hectares e é formado por outras ilhas menores e sem acesso humano, como a Redonda, Sueste e Guarita.

VEJA VÍDEO

LEIA TAMBÉM: “Saiba como é viajar em um liveaboard, em Abrolhos”

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*