Exposição celebra os 60 anos dos Smurfs

Exposição The Smurfs Experience, em Bruxelas, na Bélgica (foto: Divulgação)

Com investimento de cinco milhões de euros e cenário em uma área de mais 1.500 m², a exposição The Smurf Experience foi inaugurada no último dia nove de junho para comemorar os 60 anos dessas famosas criaturas azuis.

Aberta em Bruxelas, capital da Bélgica, e exposição combina som, imagem e tecnologia, com apresentações e atividades interativas.

A visita à réplica da aldeia dos Smurfs dura 1h15 e passa por nove salas temáticas, onde a interação multimídia permite aos fãs conversar com alguns dos Smurfs, entrar em uma casa de cogumelos e até voar nas costas de uma cegonha.

The Smurfs Experience, em Bruxelas, na Bélgica (foto: Divulgação)

Esses personagens de cinco polegadas de altura foram criados pelo artista Peyo, na Bélgica, em 1958; e, durante anos, foram um fenômeno mundial, entre as crianças e adultos do mundo inteiro.

Sua primeira aparição aconteceu no mesmo ano, na história do cavaleiro Joan em que uma mãozinha azul aparecia atrás de uma pedra, sendo revelada às crianças, cinco semanas depois da publicação.

Traduzidos para cerca de 30 idiomas, os Smurfs ganharam adaptações em seus nomes, em diversos países, como Les Schtroumpfs, De Smurfen, Die Schlümpfe, I Puffi e Los Pitufos.

Estátua do vilão Gargamel, em uma das salas da exposição The Smurfs Experience, em Bruxelas, na Bélgica (foto: Divulgação)

Ao lado do repórter Tintim, os Smurfs são considerados os quadrinhos belgas mais conhecidos, mundialmente, fora da Bélgica.

Embaixadores das Nações Unidas, desde 2016, os Smurfs protagonizam uma experiência educacional nessa exposição que também trata de temas como tolerância, solidariedade, amizade e proteção ambiental.

A exposição segue turnê mundial de cinco anos, a partir de 2019.

The Smurfs Experience, em Bruxelas, na Bélgica (foto: Divulgação)

Capital mundial dos quadrinhos
Bruxelas é considerada a capital mundial das histórias em quadrinhos e abriga um roteiro auto-guiado com 54 murais que homenageiam personagens criados na Bélgica.

Visitante observa quadro com imagem de quadrinho belga, no Belgium Comic Strip Center, considerado uma espécie de meca dos quadrinhos, em Bruxelas (foto: Eduardo Vessoni)

No entanto, mais do que arte de rua em forma de histórias em quadrinhos, esses trabalhos começaram a ganhar muros e paredes laterais de edifícios, nos anos 90, a partir de um projeto em que a prefeitura cedia espaços para fins publicitários, em troca de apoios financeiros de empresas para que os desenhos fossem realizados.

Considerados a Nona Arte, os quadrinhos estão por todos os lados. E não é só na rua.

SAIBA MAIS: “Capital mundial das histórias em quadrinhos, Bruxelas tem roteiro para fãs de HQs”

Localizada na rua Plattesteen, a obra ‘Broussaille‘ do artista Frank Pé foi a primeira a ganhar os muros de Bruxelas, em julho de 1991, no projeto que levou personagens das histórias em quadrinhos para as ruas da capital belga (foto: Eduardo Vessoni)
SAIBA MAIS
The Smurf Experience
Brussels Expo Hall 4 (Bruxelas)
17€ (adulto) e 11€ (crianças)
www.smurfexperience.com

LEIA TAMBÉM: Conheça o restaurante em que você precisa mergulhar para jantar”

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*