5 atrações diferentes em Caldas Novas e Rio Quente, em Goiás

Localizado no sul de Goiás, o Circuito das Águas Quentes tem mania de grandeza.

É endereço do maior lençol hidrotermal do planeta; vê passar nos fundos de casa o maior rio de águas quentes do mundo; e abriga a maior praia artificial de águas quentes correntes, no maior parque aquático da América do Sul.

Muito mais do que piscinas termais e parques aquáticos bem estruturados, Caldas Novas, a 160 km de Goiânia, aproximadamente, pode surpreender quem anda procurando experiências novas.

O destino, considerado a principal porta de entrada para atrações concorridas da região,  como o município de Rio Quente, tem trilhas em uma serra que já foi confundida com um vulcão, mergulho em águas a mais de 30 graus, passeio de escuna e até alambique artesanal.

CONFIRA ATRAÇÕES

⇒ Parque Estadual de Caldas Novas
É desse parque com mais de 12 mil hectares, na serra entre Caldas e Rio Quente, que vêm as famosas águas, naturalmente, aquecidas.

Primeiro parque estadual de todo Goiás, criado em 1970, o PESCaN é considerado o mais estruturado de todo o estado e abriga mirantes no alto do platô com vistas panorâmicas de Caldas Novas e do Rio Quente, localizadas nas extremidades do parque.

Parque Estadual de Caldas Novas (foto: Eduardo Vessoni)

Pouco explorado, o parque tem duas trilhas em meio ao Cerrado, abertas ao público, que terminam em cachoeiras, e uma rota exclusiva para ciclistas, cujos 11,4 km de extensão da Trilha da Siriema terminam em um mirante natural com vista panorâmica do Rio Quente Resorts e de um cânion na Serra de Caldas Novas.

SAIBA MAIS: “Caldas Novas que você ainda não conhece: confira atrações diferentes”

⇒ Mega tirolesa

foto: Divulgação

No Rio Quente Resorts, tem turismo para família em águas, naturalmente, quentes; tem lugar para ver animais selvagens; e até piscina com ondas.

Mas quem procura algo mais radical conta também com a mega tirolesa do Hot Park, uma descida de um quilômetro de extensão, a 45 metros de altura; e o Xpirado, um toboágua com 32 metros de altura e 146 de comprimento.

⇒ Passeio de escuna
A 10 km do centro, o Náutico Praia Clube Hotel faz turismo às margens do Lago Corumbá, onde hóspedes e visitantes fazem passeios de escunas, nas águas represadas pela construção da Hidrelétrica Corumbá, em 1989.

Passeio de escuna no Náutico Praia Clube Hotel, em Caldas Novas (foto: Eduardo Vessoni)

Entre as mais de 300 piscinas termais de Caldas, esse parque aquático se destaca também pela megahidromassagem de 12 metros de comprimento, sob tendas coloridas com proteção UV, e pelo cenário verde que desponta no horizonte. SAIBA MAIS

⇒ Mergulho guiado
Localizado no sul de Goiás, o Hot Park, no Rio Quente Resorts, tem o mergulho guiado que pode ser feito por qualquer pessoa (mesmo por aqueles que não saibam nadar ou não possuam certificado de mergulho).

A experiência acontece em um lago artificial de 9 mil m², em um braço do Rio Quente, com profundidade de até seis metros.

LEIA TAMBÉM: “10 experiências inusitadas de Goiás”

⇒ Cachaça
Mas nem só com água quente se faz turismo no sul de Goiás.

A cachaçaria Vale das Águas Quentes, em Caldas Novas, produz quatro tipos diferentes de cachaças, com envelhecimento de dois a oito anos, em barris de jequitibá, umburana e carvalho, além de licores com frutas do Cerrado.

Cachaçaria Vale das Águas Quentes, em Caldas Novas (foto: Eduardo Vessoni)

Em cenário de madeira que remete aos engenhos clássicos e alambiques de cobre, o turista pode fazer uma visita guiada para conhecer etapas da produção ao setor. Não deixe de provar o famoso sorvete de rapadura com cobertura de melaço, servido em uma bolacho tipo waffle.

10 experiências inusitadas de Goiás

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*