Glaciar suspenso é atração da Patagônia, no Chile

O minúsculo vilarejo de Puyuhuapi, na Patagônia chilena, é uma das paradas de quem encara a clássica Carretera Austral e abriga o impressionante Ventisquero Colgante.

Localizado próximo dessa estrada com mais de 1.200 km, entre a Região dos Lagos e o setor mais extremo do continente, esse glaciar suspenso tem 1.200 metros de altura e 19 km de extensão, no Parque Nacional Queulat.

Esse atrativo natural é uma espécie de gelo eterno que flutua sobre a vegetação verde e úmida daquelas terras frias.

Ventisquero Colgante, glacial em Puyuhuapi, na Patagônia chilena (foto: Eduardo Vessoni)

SAIBA MAIS: “Patagônia argentina ou chilena? Saiba quais são as diferenças e programe-se”

Segundo a página oficial do turismo do Chile, essa enorme massa de gelo fica em uma selva virgem que “nunca antes foi cruzada por trilhas nem habitada por colonos”, formando um território ainda inexplorado.

Vista do Puyuhuapi Lodge & Spa, em Puyuhuapi, na Patagônia chilena (foto: Eduardo Vessoni)

O glaciar fica em Puyuhuapi, cidade com pouco mais de 500 habitantes que vivem ao redor das águas marinhas que alimentam o canal que deu nome ao povoado. O local é um vilarejo criado, em 1930, e é uma das atrações da Carretera Austral.

COMO CHEGAR
O aeroporto principal da região está em Balmaceda, a 55 km de Coyhaique, capital da região de Aysén.

Para quem vai de avião, a rota Porto Montt-Balmaceda é operada pela LATAM e pela Sky Airline, e dura 1h10, aproximadamente.

Puyhupai Lodge & SPA, na Patagônia chilena (foto: Eduardo Vessoni)

O acesso terrestre a Puyuhuapi se dá pela Carretera Austral. Considerada um dos maiores orgulhos da engenharia chilena, essa via exige cuidados do visitante como o aluguel de um carro 4×4 e velocidade reduzida, sobretudo nos trechos estreitos de cascalhos soltos.

O que fazer na Patagônia chilena

Os mais aventureiros podem chegar também por vias marítimas, a bordo dos navios da Naviera Austral em direção a Puerto Chacabuco, localizado a 82 km de Coyhaique; e da Navimag, cujo principal destino é a Laguna San Rafael, a partir de Porto Montt e conexão em Puerto Chacabuco.

LEIA TAMBÉM: Chile abriga a versão mais isolada e selvagem da Patagônia. Confira dicas

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*