‘Isla Diferente’ tem praia aos pés de um vulcão, na Espanha

Em Lanzarote, uma das sete ilhas do arquipélago das Canárias, por onde quer que se olhe, tudo são vulcões. Só para se ter uma ideia, das duas centenas de cones vulcânicos de toda a ilha, apenas duas não são vulcões.

Localizada a mil quilômetros da Espanha e a 140 km da costa da África, Lanzarote é um dos destinos mais surreais em território espanhol, onde bar funciona dentro de lavas vulcânicas, parque nacional tem montanhas de fogo e um labirinto subterrâneo de cavernas dão acesso a diferentes salões.

Não é à toa que o destino é conhecido como a ‘Isla Diferente’ (‘Ilha Diferente’, em português)

Mas a atração mais procurada desse pedaço de terra mais oriental do arquipélago é a Isla Graciosa, no Arquipélago Chinijo.

Playa de la Cocina, praia aos pés do vulcão Montaña Amarilla, na Isla Graciosa (foto: Eduardo Vessoni)

SAIBA MAIS: “Terra de vulcões, ilha de Lanzarote é a versão surreal da Espanha”

Considerada a maior reserva marinha do continente europeu, essa ilha de 27 km² abriga a Playa de la Cocina, uma estreita faixa de areia que fica aos pés do vulcão Montaña Amarilla.

Essa é uma das paradas dos traslados em barcos que saem do povoado de Órzola, no norte de Lanzarote, e levam visitantes a praias de águas cristalinas rodeadas por picos vulcânicos e baías de águas tranquilas.

Isla Graciosa com vista do vulcão Montaña Amarilla (foto: Eduardo Vessoni)

La Graciosa é a única ilha habitada da região e seu cenário árido é cortado por um casario, convenientemente, pintado de branco que dá outros tons àquele povoado sem ruas asfaltadas, cujo acesso principal é Caleta de Sebo.

Para ver do alto todo aquele estado de graça, o Mirador del Río é outra parada obrigatória.

LEIA TAMBÉM: “Espanha tem bar e restaurante dentro de corredor de lava vulcânica”

La Graciosa, vista do Mirador del Río (foto: Eduardo Vessoni)

Localizado em um edifício que se camufla sobre as rochas de um penhasco, a 400 metros de altitude, esse mirante projetado pelo escultor e artista canário César Manrique tem vista total da La Graciosa e do Parque Natural del Archipiélago Chinijo.

Aliás, nesse destino vulcânico de terreno irregular e convenientes colinas com vistas panorâmicas, os mirantes são paradas obrigatórias para quem ainda não se convenceu da monumentalidade das Canárias.

Interior do restaurante do Jameos del Agua, em Lanzarote, nas Ilhas Canárias, Espanha (foto: Eduardo Vessoni)

LEIA TAMBÉM: “20 anos do Nobel de Literatura: conheça a casa-museu de José Saramago, em Lanzarote”

VEJA VÍDEO

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*