Aniversário de Fernando de Noronha: confira dicas para economizar na ilha

É difícil acreditar que aquelas terras isoladas com praias de águas turquesas um dia foram chamadas de Ilha Maldita. Já foram também Quaresema, São Lourenço, Pavônia e até Isle Delphine.

Mas nesses mais de 500 anos, desde sua descoberta, o nome que faz todo brasileiro dar um suspirada profunda é Fernando de Noronha.

Praias do Meio e da Conceição, vistas do Forte da Vila dos Remédios, em Fernando de Noronha (foto: Eduardo Vessoni)

No próximo dia 10 de agosto, dia de São Lourenço, esse arquipélago de origem vulcânica completa 516 anos desde que o italiano Américo Vespúcio aportou na ilha em uma frota armada com seis caravelas, marcando sua descoberta.

As comemorações acontecem desde o início do mês com um show do cantor Lenine, na sede do Projeto Tamar e segue durante agosto com atividades educacionais, mutirão de saúde para os moradores, apresentação de stand up comedy e shows das bandas Planta e Raiz e Jeito Moleque.

De origem vulcânica, Fernando de Noronha fica a 545 km do Recife e é um dos destinos mais cobiçados do litoral brasileiro.

SAIBA MAIS: “Fernando de Noronha, a Ilha Maldita”

QUANDO IR

fotos: Eduardo Vessoni

Embora pequeno, o arquipélago tem variedade de atividades que parece não caber na programação. Definitivamente, Noronha não é para viajantes apressados.

Para economizar, de abril a julho os valores praticados na ilha costumam cair até 30% com a campanha Mais Noronha, quando pousadas, restaurantes e fornecedores de serviços dão descontos. 

COMO CHEGAR

Com apenas duas companhias aéreas operando a partir de Natal e do Recife, não é tarefa fácil encontrar promoções de passagens para a ilha, exceto no inverno local, de março a junho.

Os voos diretos para Noronha têm saídas diárias de Recife (Gol e Azul) e de Natal (Azul) e duram 60 minutos, aproximadamente. 

ANTES DE IR

A Taxa de Preservação Ambiental é obrigatória para entrar na ilha e custa R$ 73,52 por dia. Para agilizar seu desembarque no aeroporto, dá para pagar com antecedência no site www.noronha.pe.gov.br.

Já o ingresso ao Parque Nacional Fernando de Noronha custa R$ 106 (válido por 10 dias) e dá acesso a praias, trilhas e mergulhos dentro da área do parque. SAIBA MAIS

 

LEIA TAMBÉM: “Praia brasileira é eleita a melhor do mundo”

MÃO DE VACA
Visitar o paraíso na Terra tem seu preço e quando o destino é Fernando de Noronha, os custos são bem altos, diga-se de passagem.

Mas é possível, sim, desembarcar naquelas terras exibidas sem estourar o orçamento. Para isso, o Viagem em Pauta elaborou esse guia com dicas para você conhecer, finalmente, um dos destinos mais cobiçados do litoral brasileiro.

ONDE FICAR

TRANSPORTE ECONÔMICO

COMO ECONOMIZAR NA ALIMENTAÇÃO

 

CONFIRA ATRAÇÕES

⇒ GRÁTIS

Atrações grátis de Fernando de Noronha dão uma folga para seu orçamento

⇒ CACHOEIRA

Cachoeira é atração temporária na praia mais bonita do mundo, no Brasil

⇒ MIRANTES

Mirantes de Fernando de Noronha mostram outras perspectivas da ilha

⇒ PÔR DO SOL

3 lugares para ver o pôr do sol, em Fernando de Noronha

⇒ OFF ROAD 1

Trilha alternativa tem vista inusitada de Fernando de Noronha, em Pernambuco

⇒ OFF ROAD 2

Trilha Capim Açu é a versão selvagem (e para poucos) de Fernando de Noronha

⇒ TARTARUGAS

Ilha brasileira tem número recorde de ninhos de tartarugas, nesta temporada

⇒ MERGULHO

Mergulho em Fernando de Noronha

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*