Conheça o interior de uma das maiores bibliotecas do mundo

Vamos combinar que visitar bibliotecas não costuma ser o programa mais popular para quem sai de férias.
Mas na capital da Irlanda, onde pubs desviam a atenção até do viajante mais dedicado aos clássicos da literatura, uma biblioteca rouba a cena e é responsável (vejam só) por uma das atrações mais concorridas de Dublin: a biblioteca antiga da Trinity College.
Eleito um dos dez ícones da Irlanda, segundo os internautas do site TripAdvisor, o local abriga a impactante Long Room, uma sala de madeira escura com 65 metros de comprimento. No local, estão expostos os 200 mil livros mais antigos dessa biblioteca de teto abobadado construída entre 1712 e 1732.

Entrada para a Long Room, na Trinity College (foto: Eduardo Vessoni)
Entrada para a Long Room, na Trinity College (foto: Eduardo Vessoni)

No salão principal, entre bustos de filósofos e escritores como Francis Bacon, Isaac Newton e Sócrates, o visitante pode ver de perto documentos históricos como a cópia da Proclamação da República da Irlanda de 1916 e uma harpa irlandesa de carvalho do século 15, uma das mais antigas do país.
Bustos de filósofos e escritores como Francis Bacon, Isaac Newton e Sócrates podem ser vistos na Long Room, em Dublin (foto: Trinity College Dublin / Gillian Whelen)
Bustos de filósofos e escritores como Francis Bacon, Isaac Newton e Sócrates podem ser vistos na Long Room, em Dublin (foto: Trinity College Dublin / Gillian Whelen)

Considerada uma das  maiores bibliotecas do mundo, o conjunto de oito prédios de bibliotecas possui quase três milhões de livros e existe desde que a rainha Isabel I da Inglaterra autorizou a fundação da Trinity College, em 1592.
Antiga biblioteca da Trinity College, universidade de Dublin, capital da Irlanda (foto: Eduardo Vessoni)
Antiga biblioteca da Trinity College, universidade de Dublin, capital da Irlanda (foto: Eduardo Vessoni)

Long Room (foto: Trinity College Dublin / Gillian Whelen)
Long Room (foto: Trinity College Dublin / Gillian Whelen)

Um dos destaques do edifício aberto para visita pública é o Livro de Kells, manuscritos de evangelhos ilustrados de mais de mil anos, escritos por monges celtas e decorados com arte céltica em alto relevo.
(imagem: Trinity College Dublin)
(imagem: Trinity College Dublin)

Pelas salas desta instituição de ensino do final do século 16 passaram nomes como Samuel Beckett (Nobel da Literatura de 1969); Bram Stoker (aquele mesmo que você está pensando); e o dramaturgo Oscar Wilde.
É por estes (e outros bons motivos) que a fila para visitar a biblioteca começa bem antes da abertura dos portões.
Nunca ninguém (muito menos viajantes em férias) quis tanto chegar cedo para entrar em uma biblioteca.
 
SAIBA MAIS
Old Library / Trinity College Dublin
onde: 
Nassau Street, s/n (Dublin)
quando: de segunda a sábado das 9h30 às 17h; e domingo  das 9h30 às 16h30 (de maio a setembro) e do meio-dia às 16h30 (de outubro a abril)
quanto: €9
www.tcd.ie
Conheça Dublin: www.visitdublin.com
 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*