Argentina tem trekking em bosque petrificado de 150 milhões de anos

O que eram bosques tropicais até os movimentos tectônicos que dariam origem às cordilheiras dos Andes, há milhares de anos, transformou-se em um dos cenários mais áridos da Patagônia argentina. Localizado na Província de Santa Cruz, a 110 km de El Calafate, o Bosque Petrificado La Leona é um inusitado cemitério de árvores milenares que se petrificaram após intensas atividades vulcânicas na região e pela erosão causada pela ação dos fortes ventos patagônicos.
O cenário inóspito desse sítio arqueológico parece não convidar os menos experientes, mas a trilha de três horas pelo parque tem baixo grau de dificuldade e cruza troncos petrificados de até 1,2 metro de extensão e fósseis de dinossauros que habitaram essa região de cenário lunar.
LEIA TAMBÉM: “Patagônia argentina ou chilena? Saiba quais são as diferenças e programe-se”
foto: Ulrich Peters/Flickr-Creative Commons
foto: Ulrich Peters/Flickr-Creative Commons

Detalhe de troncos petrifcados de La Leona, na Patagônia argentina (foto: Ulrich Peters/Flickr-Creative Commons)
Detalhe de troncos petrifcados de La Leona, na Patagônia argentina (foto: Ulrich Peters/Flickr-Creative Commons)

A atração, localizada no interior de uma depressão de 800 hectares, aproximadamente, fica entre El Calafate e El Chaltén, capitais nacionais dos glaciais e do trekking, respectivamente.
Foi na região de La Leona que uma expedição arqueológica encontrou, em 2001, restos de um Puertosaurus Reuili, considerado o maior esqueleto de dinossauro descoberto até hoje, uma estrutura com mais de 40 metros de extensão.
LEIA TAMBÉM: “As 8 melhores atrações na Patagônia argentina”

VEJA MAIS IMAGENS

  • foto: Ulrich Peters/Flickr-Creative Commons
    foto: Ulrich Peters/Flickr-Creative Commons

  • Detalhe de troncos petrifcados de La Leona, na Patagônia argentina (foto: Ulrich Peters/Flickr-Creative Commons)
    Detalhe de troncos petrificados de La Leona, na Patagônia argentina (foto: Ulrich Peters/Flickr-Creative Commons)

  • Detalhe de troncos petrifcados de La Leona, na Patagônia argentina (foto: Ulrich Peters/Flickr-Creative Commons)
    Troncos petrificados de La Leona, na Patagônia argentina (foto: Ulrich Peters/Flickr-Creative Commons)

  • Detalhe de troncos petrifcados de La Leona, na Patagônia argentina (foto: Ulrich Peters/Flickr-Creative Commons)
    Detalhe de troncos petrificados de La Leona, na Patagônia argentina (foto: Ulrich Peters/Flickr-Creative Commons)

  • foto: Ulrich Peters/Flickr-Creative Commons
    foto: Ulrich Peters/Flickr-Creative Commons

  • Bosques Petrificados La Leona, na Patagônia argentina (foto: Ulrich Peters/Flickr-Creative Commons)
    Bosques Petrificados La Leona, na Patagônia argentina (foto: Ulrich Peters/Flickr-Creative Commons)

SAIBA MAIS
Site oficial da Patagônia argentina
www.patagonia.gov.ar
Como chegar
A partir de El Calafate, deve-se tomar a RP 5 e pegar o desvio em direção à clássica Ruta 40, passando pelo parador La Leona, de onde é necessário seguir por mais dez km até Cerro Los Hornos.
Quando ir
A temporada de caminhadas na região costuma ir de outubro a abril e os visitantes só podem circular pela área com acompanhamento de guias.

LEIA TAMBÉM: “Pinturas de mais de 13 mil anos são destaques da Patagônia argentina”
 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*