De Guaraná Jesus à cachaça: conheça rotas de bebidas no Brasil

Pra acordar, socializar, comemorar e até para afogar as mágoas. Tem bebida para todo tipo de situação.
E no Brasil não é diferente.
De Norte a Sul, o País abriga diversos destinos que têm bebidas como uma das atrações turísticas da cidade, como Garibaldi, declarada ‘Capital do Espumante’; o Vale dos Vinhedos, na Serra Gaúcha; e o Sudeste brasileiro, conhecido pela produção de cachaças.
Escolha seu copo (ou taça ou xícara) e conheça destinos brasileiros que fizeram fama com suas produções locais de bebidas:
ESPUMANTES

‘Túnel à la glace’, na Vinícola Peterlongo (foto: Eduardo Vessoni)
‘Túnel à la glace’, na Vinícola Peterlongo (foto: Eduardo Vessoni)

Localizada no Rio Grande do Sul, a 110 km de Porto Alegre, Garibaldi é a Capital do Espumante, onde o Brasil viu nascer seu primeiro espumante, em 1913, pela família Peterlongo. O destino conta com mais de 10 vinícolas especializadas na bebida, abertas para degustação e visitas.
LEIA TAMBÉM: “Responsável pelo 1º champanhe do Brasil, vinícola tem tour em cave subterrânea centenária”
CERVEJAS ARTESANAIS
Blumenau, Brusque, Gaspar e Joinville, cidades catarinenses de grande influência alemã, são alguns dos destinos que fazem parte dessa rota que conta com cervejarias para visitação e até um museu dedicado à bebida, com peças da extinta Cervejaria Feldmann, de Blumenau.
Bar da Amazon Beer, na Estação das Docas, em Belém (foto: Eduardo Vessoni)
Bar da Amazon Beer, na Estação das Docas, em Belém (foto: Eduardo Vessoni)

Em Belém, no Pará, uma cervejaria levou a floresta amazônica para dentro da garrafa e comercializa cervejas com açaí, bacuri, taperebá, priprioca e até cupulate, como é conhecido o chocolate amazônico feito com a semente do cupuaçu.
SAIBA MAIS: “Cervejaria do Pará leva floresta amazônica para dentro da garrafa”
VINHO
foto: Gilmar Gomes/Divulgação
foto: Gilmar Gomes/Divulgação

Embora São Roque, Santa Catarina e até a Bahia sejam produtores de vinho, é no Rio Grande do Sul que se encontra o endereço mais famoso da bebida: o Vale dos Vinhedos, na Serra Gaúcha. A região abriga Bento Gonçalves, Garibaldi e Monte Belo do Sul.
LEIA TAMBÉM: “10 sugestões de experiências inusitadas na Serra Gaúcha”
CACHAÇA
Eis a bebida símbolo da cultura brasileira, considerada patrimônio histórico e cultural do Brasil.
Os roteiros turísticos mais populares no País ficam no Nordeste e em alguns estados do Sudeste, como Paraty, Salinas e o interior de São Paulo. A mineira Salinas, por exemplo, abriga um museu com 2.200 garrafas e 60 marcas produzidas.
LEIA TAMBÉM: “‘Caminho dos Engenhos’ é rota obrigatória para amantes de cachaça, na Paraíba”
CAFÉ
foto: Jesús Dehesa/Creative Commons-Fflickr)
foto: Jesús Dehesa/Creative Commons-Fflickr)

Considerado um dos maiores exportadores de café do mundo, o Brasil conta com rotas turísticas dedicadas à bebida preferida do brasileiro, como  o Paraná e sua Rota do Café, com mais de 30 atrativos em nove municípios; e o Rio de Janeiro, onde se localizam fazendas históricas de cidades como Vassouras, Barra do Piraí e Valença, no Vale do Café.
CAJUÍNA
Patrimônio cultural do Piauí, a cajuína tem o caju como ingrediente básico e é bastante popular também no Nordeste brasileiro. A bebida, feita da extração do suco da fruta, não é gasosa, nem alcoólica, e tem coloração dourada.
GUARANÁ JESUS
foto: WIkimedia Commons
foto: WIkimedia Commons

Extremamente doce e coloração rosada, essa bebida gaseificada é do estado do Maranhão e ganhou fama nacional. A fórmula inicial foi criada por um farmacêutico que resolveu se enveredar pelo ramo de bebidas gaseificadas e, atualmente, a marca pertence à Coca Cola Company.

(* com informações do Ministério do Turismo)

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*