Área de proteção ambiental no rio Araguaia é a versão mais isolada de Goiás

Vista da RPPN Portal do Jaburu, nos limites da APA Meandros do Araguaia, em Goiás (foto: Eduardo Vessoni)
Vista da RPPN Portal do Jaburu, nos limites da APA Meandros do Araguaia, em Goiás (foto: Eduardo Vessoni)

Neste episódio, o Viagem em Pauta visita a impactante APA Meandros do Araguaia, no norte de Goiás.
Essa Área de Proteção Ambiental é a versão mais isolada e preservada do rio Araguaia, entre Goiás e Tocantins.
LEIA TAMBÉM: “10 experiências inusitadas de Goiás”
Vista da RPPN Portal do Jaburu, nos limites da APA Meandros do Araguaia, em Goiás (foto: Eduardo Vessoni)
Vista da RPPN Portal do Jaburu, nos limites da APA Meandros do Araguaia, em Goiás (foto: Eduardo Vessoni)

Considerada uma das maiores concentrações de biodiversidade do Cerrado brasileiro, essa região é endereço de animais selvagens como iguanas, tartarugas, botos, cervos-do-pantanal, jacarés e onças.
O local abriga quase 360 mil hectares de área preservada, em uma região conhecida como planície de inundação, uma espécie de Pantanal de Goiás.
LEIA TAMBÉM: “‘Vale Encantado’, na região de Pinga Fogo, é trilha inédita de Goiás”
APA Meandros do Araguaia (foto: Eduardo Vessoni)
APA Meandros do Araguaia (foto: Eduardo Vessoni)

O distrito de Luiz Alves, em São Miguel do Araguaia, a 530 km de Goiânia, é a porta de entrada para a região.
O destino é uma das últimas cidades ribeirinhas, antes do Araguaia dar origem à Ilha do Bananal, no Tocantins, e é famoso por abrigar alguns dos melhores pontos de pesca do rio Araguaia, um dos mais piscosos.
A temporada para pesca esportiva vai de março a outubro.

VEJA VÍDEO

* O Viagem em Pauta viajou com o apoio da Goiás Turismo e da GoPro.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*