Argentina fecha parques nacionais por conta do coronavírus que ameaça o país

Trekking no Perito Moreno, na Patagônia argentina (foto: Eduardo Vessoni)

CONFIRA ÚLTIMAS NOTÍCIAS NO SITE DO VIAGEM EM PAUTA

A Administración de Parques Nacionales (APN) da Argentina, órgão do governo para a conservação e manejo de parques nacionais e monumentos naturais do país, acaba de anunciar o fechamento de suas áreas de preservação.

Com cerca de 34 parques nacionais, o país adotou a medida, primeiramente, em 11 áreas protegidas. Segundo nota da APN, a escolha de tais parques se deve ao volume maior de visitantes naqueles locais, com alto apelo turístico, evitando assim “a alta concentração de público e reforçar assim as medidas de prevenção dispostas pelo Ministério da Saúde”.

Perito Moreno, no Parque Nacional Los Glaciares, em Calafate (foto: mzagerp/Flickr-Creative Commons)

Até segunda ordem estão suspensas as entradas aos seguintes parques: Iguazú, Lanín, Nahuel Huapi (Bariloche), Los Alerces, Los Glaciares (onde se encontra o glacial Perito Moreno), Tierra del Fuego (Ushuaia), El Palmar, Quebrada del Condorito, Chaco, Pre-Delta e Talampaya.

Segundo o último boletim emitido pelo Ministério da Saúde, no dia 14 de março, a maioria dos casos de COVID-19 são importados. Até agora, o país já contabilizou 45 pessoas contaminadas, das quais duas morreram.

No Brasil, medidas para evitar aglomeração de pessoas em ambientes fechadas também estão sendo tomadas, como o cancelamento de eventos e espetáculos.

LEIA TAMBÉM: “Dez filmes e séries sobre viagens para ver na Netflix em tempos de pandemia”

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*