llhas Virgens Britânicas, no Caribe, anunciam primeiros casos de coronavírus

Deadmans Beach, Peter Island. Localizada ao sul de Tortola, a principal ilha do arquipélago, Peter Island é um pequeno pedaço de terra com 1620 hectares banhados pelas águas do Caribe, do oceano Atlântico e do canal Francis Drake (foto: Eduardo Vessoni)
O Ministério da Saúde e Desenvolvimento Social das Ilhas Virgens Britânicas, arquipélago com mais de 60 ilhas, entre o Caribe e o oceano Atlântico, confirmou nesta 5ª-feira (26 de março), os primeiros casos de COVID-19 em seu território.

Segundo nota para a imprensa, foram diagnosticados dois residentes da ilha da Tortola. Os infectados, que não possuem ligação um com outro, são do sexo masculino e com histórico de viagens recentes a países de alto risco.

O resultado das amostras, enviadas à Agência de Saúde Pública do Caribe (CARPHA), deram positivo e os dois foram orientados à permanecerem em quarentena obrigatória em casa, assim como seus familiares.

“O Primeiro Ministro Andrew A. Fahie e o governador Augutus Jaspert informaram que os dois residentes, ao retornarem, entraram em contato com as autoridades de saúde, passaram por testes de COVID-19 e se resguardaram em quarentena preventiva”, informou a nota.

LEIA TAMBÉM: “Dez filmes e séries sobre viagens para ver na Netflix em tempos de pandemia”

Píer de acesso a Biras Creek, em Virgin Gorda. As Ilhas Virgens Britânicas são consideradas a "capital mundial da navegação" e "capital mundial da vela"
Píer de acesso a Biras Creek, em Virgin Gorda (foto: Eduardo Vessoni)

Até o momento, de acordo com Carvin Malone, Ministro da Saúde e Desenvolvimento Social das Ilhas Virgens Britânicas, já foram testadas 27 pessoas, com 25 resultados negativos. Nove estão sob observação médica e outras 107 com suspeita estão de quarentena doméstica.

O governo local também agiliza prontidão nas unidades de saúde locais para atender ao aumento antecipado da demanda de serviços, inclusive à relacionadas com suprimentos e equipamentos adicionais de saúde disponíveis no território.

“Sob as orientações técnicas da Organização Mundial da Saúde, nossas estratégias de contenção da doença, teste e quarentena estão em andamento, 24 horas por dia”, disse o Ministro da Saúde.

SAIBA MAIS: “Treze (irrecusáveis) motivos para conhecer as Ilhas Virgens Britânicas”

* com informação da assessoria de imprensa

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*