Conheça o Brasil em locações de filmes gravados em pontos turísticos nacionais

Já que o mundo ainda deve ficar isolado por algumas meses e as viagens físicas estão fora de cogitação, o Viagem em Pauta preparou uma lista de filmes nacionais que têm a geografia do Brasil como cenário (ou protagonista).

Recentemente, o Ministério do Turismo também fez uma lista de cinema em casa com produções brasileiras gravadas em pontos turísticos.

Em tempos de isolamento social forçado, a sua viagem por enquanto vai ser no sofá ou na tela do computador, em destinos, naturalmente, cinematográficos, como Rio de Janeiro, Serra Gaúcha e o Rio São Francisco.

foto: Reynermedia/Flickr-Creative Commons

LEIA TAMBÉM: “Dez filmes e séries sobre viagens para ver na Netflix em tempos de pandemia”

CONFIRA SELEÇÃO

CABACEIRAS
(Paraíba)

Cabaceiras, no interior da Paraíba (foto: Antonio David/Divulgação)

A 166 km de João Pessoa, em pleno semiárido, essa cidade ficou famosa em todo o Brasil como cenário de mais de 30 produções, entre documentários e longas nacionais, como ‘Cinemas, Aspirinas e Urubus’, ‘O Auto da Compadecida’ e ‘Canta Maria’. Daí o curioso título de Roliúde Nordestina.

SAIBA MAIS: “Conheça Cabaceiras, a ‘Roliúde’ nordestina, na Paraíba”

SERRA GAÚCHA
(Rio Grande do Sul

Maria Fumaça de Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha (foto: Divulgação)

A região de Bento Gonçalves serviu de cenário para “O Filme da Minha Vida”.

O roteiro, uma adaptação realizada entre Selton Mello e Marcelo Vindicatto, mesma dupla que escreveu ‘O Palhaço” e ‘Feliz Natal’, é baseado em “Um Pai de Cinema”, do escritor chileno Antonio Skármet, conhecido pela obra “O carteiro e o poeta”.

A região também já foi cenário para a produção ‘O Quatrilho’, produção de 1995 com direção de Fábio Barreto.

imagem: Reprodução

VEJA TAMBÉM: “10 sugestões de experiências inusitadas na Serra Gaúcha”

RIO SÃO FRANCISCO

“Quanto choro e quanta gargalhada tem dentro de um rio?”

Em 1h30 de documentário, cinco diretores de diferentes estilos cinematográficos (Camilo Cavalcante, Eduardo Goldenstein, Eduardo Nunes, Ana Rieper e Gustavo Spolidoro) fazem uma jornada de 2.830 km pelos cinco estados banhados pelo rio São Francisco.

‘5x Chico – o velho e sua gente’ é um belo registro dos hábitos, lendas e a busca pela sobrevivência daquelas comunidades desse rio que corta o Sertão e deságua no mar do Nordeste.

CHAPADA DOS VEADEIROS
(Goiás)

‘Ser Tão Velho Cerrado’ é um documentário ambientado na Chapada dos Veadeiros e conta não só com depoimentos de figuras da luta pela preservação do Cerrado, como também ambientalistas e a comunidade científica.

Pôr do sol, visto do Morro da Baleia (foto: Eduardo Vessoni)

LEIA TAMBÉM: “Dez filmes e séries sobre viagens para ver na Netflix em tempos de pandemia”

PIRENÓPOLIS
(Goiás)

Pirenópolis, em Goiás (foto: Augusto Miranda/MTur)

‘Dois filhos de Francisco’, a história da dupla sertaneja Zezé Di Camargo & Luciano, teve a maior parte das cenas gravadas em Pirenópolis, cidade a 120 km de Goiânia.

Tombado como Patrimônio Histórico pelo IPHAN, o destino é cercado de morros, cachoeiras e outras belezas naturais.

LEIA TAMBÉM: “7 atrações imperdíveis de Goiás”

RIO DE JANEIRO

Cidade brasileira mais visitada por turistas, segundo o Ministério do Turismo, o Rio foi cenário para a produção de nacionais como ‘Cidade de Deus’ e ‘Central do Brasil’, além de produções estrangeiras.

O destino já foi protagonista também em ‘007 Contra o Foguete da Morte’ (1979) e na primeira parte da “Saga Crepúsculo: Amanhecer” – Parte 1″ (2011).

Vista aérea do Rio de Janeiro (foto: Ramon Llorensi/Flickr-Creative Commons)

VEJA TAMBÉM: “5 atrações imperdíveis em Paraty”

FERNANDO DE NORONHA
(Pernambuco)

‘Sangue Azul’, com Daniel de Oliveira e Matheus Nachtergaele no elenco, é o primeiro longa-metragem rodado, inteiramente, no arquipélago.

Entre os cenários que Noronha emprestou para o filme, o público poderá ver o Morro do Pico, o porto de Santo Antônio, a Praia da Conceição e a ponta Air France.

Cena de ‘Sangue Azul’, filme gravado em Fernando de Noronha (foto: Divulgação)

LEIA MAIS: “Fernando de Noronha é cenário de ‘Sangue Azul’”

* com informações do Ministério do Turismo

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*