Confira dicas de entretenimento online (e como ajudar a produção cultural do país)

Foto meramente ilustrativa (foto: Nick Vidal-Hall/Flickr-Creative Commons)
* esta é uma agenda permanente de eventos virtuais para tempos de isolamento social que pode ser atualizada a qualquer momento e é uma ação voluntária do editor do site

Nas últimas semanas, vimos uma onda de eventos culturais acontecendo em sites e redes sociais. De forma inédita, estamos assistindo a shows, concertos, lives, cursos e entrevistas, via celular e na tela do computador.

Tudo lindo, solidário e… de graça.

Mas até quando artistas, produtores culturais e casas de entretenimento vão poder manter essa agenda sem que nenhum dinheiro pingue na conta?

Como a crise ainda deve demorar para ir embora e os boletos já estão batendo à porta, o Viagem em Pauta listou alguns eventos, campanhas e financiamentos coletivos para a gente apoiar os responsáveis por um dos nossos momentos mais importantes da vida: o entretenimento.

Aliás, neste link tem um texto (duro, porém realista e necessário) daquilo que também penso desse tão mal tratado capítulo da cultura no Brasil.

Nesses tempos de isolamento, a população (e os artistas) só precisam de abraço, ainda que seja assim:

SAIBA COMO APOIAR

Streaming
OK, já sabemos que os pagamentos para os artistas costumam ser bem baixos, mas uma forma de apoiar os músicos desse país tão injusto com a classe musical é usando esses serviços de distribuição digital. Aqui neste link e neste outro, você pode ouvir as playlists que o Viagem em Pauta criou, a partir de trabalhos publicados aqui no site.

Atualmente, artistas costumam hospedar seu conteúdo musical em plataformas como Spotify, Deezer, Google Play Music e YouTube Music.

SAIBA MAIS: “Artistas dão dicas de discos para viajar em casa, em tempos de pandemia”


Financiamento coletivo
Para tentar minimizar os danos com os cancelamentos de eventos, produtoras e grupos teatrais mantêm financiamentos coletivos permanentes em sites de crowdfunding.

É possível colaborar, mensalmente, com um pequeno patrocínio que costuma começar em R$ 5 como o da produtora do Terça Insana, com a campanha #MantenhaOVentiladorLigado, no Catarse; e o financiamento recorrente da Uzyna Uzona, companhia do Teatro Oficina, em São Paulo.

‘Manifesta Arte em Rede’, evento com mais de 200 artistas (imagem: Reprodução)

No esquema ‘pague quanto puder’, o projeto Manifesta Arte em Rede tem uma conta no Vakinha para ajuda aos mais vulneráveis à Covid-19, como pessoas em situação de rua, indígenas e famílias de baixa renda. Idealizado pela produtora cultural Luciana Gandelini, o festival de artes segue até o próximo dia 15 de abril com cerca de 200 artistas de diversas áreas. 

Nos próximos dias, a extensa e variada programação tem entre os destaques contação de histórias com Maria Maranhão e música medieval com Henrique Trovador (9 de abril, às 17h e 21h, respectivamente); aula-vídeo com o grupo teatral Mata! (10 de abril, às 18h); e o divertido ‘Canto de Fraldas’, em que os músicos XaMÃEnga e PAIaço fazem paródias sobre as dificuldades de ser pais.

Voltada para o acolhimento do público LGBT, a Casa 1 está com sua agenda de palestras e atividades suspensas, mas segue na campanha de plantão de escuta online e recebimento de doações de alimentos e produtos de higiene pessoal.

Localizada na Bela Vista, é uma ONG de acolhida de jovens LGBTs expulsos de casa e ficou conhecida pela biblioteca comunitária, atendimento psicológico e variedades de cursos de capacitação, como idiomas, ioga e preparatório para o ENEM.


Festivais de música
Algo impensável há até um mês, os festivais virtuais não param de ser lançados nas redes. Embora muitos deles sejam gratuitos, artistas da música encontraram uma forma de seguir na ativa e promover seus trabalhos que, consequentemente, podem gerar novas ações, como venda de produtos e engajamento nas redes.

imagem: Divulgação

Nos próximos dias, a internet recebe eventos como a programação virtual do MIS; o ‘Festival Fico Em Casa BR’ no Instagram, cuja 3ª edição segue até a próxima sexta-feira (10 de abril); e o ‘Festival Palco em Casa, cuja 3ª edição, entre os dias 9 e 12 de abri terá shows que vão do frevo ao fado.

VEJA TAMBÉM: “Shows, espetáculos e eventos culturais online (e gratuitos): artistas dão dicas”


Serenata online
No ano de seu 30º aniversário, o Trovadores Urbanos trocou as emocionantes serenatas debaixo da janela pelo… Whatsapp.

Com uma equipe de mais de 50 músicos, que costumavam ser contratados para festas e eventos comemorativos, o grupo tem investido em apresentações pelas redes sociais.

“A gente teve que se reinventar e agora fazemos serenata em áudio e em vídeo”, explicou Maída Novaes, criadora dos Trovadores Urbanos, via mensagem de áudio para o Viagem em Pauta.

Impedidos pela necessária quarentena, a companhia tem investido em mensagens que podem ser enviadas via mensagem de áudio, como o exemplo aí abaixo, ou via vídeo.

Desde que foi criado, em 1990, foram mais de cem mil serenatas com conteúdo feito por um departamento de criação de textos personalizados. Curiosamente, a companhia já vinha oferecendo esse tipo de serviço virtual, antes mesmo da crise do coronavírus, em formato de dueto e em serenata.

“Essa ideia surgiu com esse mundo tecnológico e para atender comunidades fora do país. Por exemplo, tem gente com no Brasil, mas mora no Japão, nos Estados Unidos ou no Canadá”, explica Maída, cuja empresa vem se digitalizando desde 2018.

Em tempos de coronavírus, a trupe trocou também o tradicional ‘Seresta de Sexta’, cantoria na sacada da Casa dos Trovadores, em Perdizes, por lives no Instagram e no Facebook, às sextas-feiras, às 20h.


Eu bebo, sim
Com o objetivo de apoiar estabelecimentos impactados pela quarentena no Brasil, a campanha ‘Brinde do Bem’ pretende arrecadar cinco milhões de reais até o próximo dia 31 de maio.

imagem ilustrativa (foto: Caravel Productions/Pixabay)

A campanha funciona assim: você garante a sua cerveja para quando tudo isso passar, dá aquela força para seu bar preferido continuar de pé (mesmo a portas fechadas) e a cervejaria paga o estabelecimento em dobro.

O resgate nos bares participantes pode ser feito até o dia 31 de dezembro de 2020.

Procuradas pelo Viagem em Pauta, duas casas do centro paulistano não quiseram se manifestar sobre a campanha. Até a publicação dessa reportagem, o Firoco Drinks e o Templários Beer Club, também em São Paulo, lideravam a lista, com mais de R$ 30 mil arrecadados cada um. SAIBA MAIS


Curso
Sede da banda Mawaca, o Estúdio Mawaca é um espaço cultural com excelente curadoria de shows e cursos,

Temporariamente online, o Cia. Coral Mawaca tem programação de aulas com exercícios vocais e histórias de canções de diversas partes do mundo.

Os encontros são semanais, às terças-feiras, e são conduzidas pelas cantoras do próprio Mawaca, em dias alternados.

A atividade é voltada para todos os públicos, mesmo para que não tem experiência vocal ou leitura musical, e é baseada em um repertório formado por canções africanas, balcânicas, indianas e japonesas, entre outras.

LEIA TAMBÉM: “Cinema em casa: confira eventos de cinema e dicas de sites para streaming de filmes”

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*