Festival ‘É Tudo Verdade’ tem exibição virtual de filmes estendida

Como o Viagem em Pautahavia anunciado, o festival de documentários ‘É Tudo Verdade’ teve sua edição 2020 em formato digital. Com cerca de 50 horas de exibição, a 25ª edição aconteceu nos sites do Itaú Cultural e Spcine programação até o último dia 5 de abril, com 30 títulos de produções não-ficcionais (longas-metragens, curtas e séries).

Mas o sucesso foi tão grande que o evento segue no site do Itaú Cultural até o dia 19 de abril.

São duas seleções de filmes que tiveram destaques ao longo da história do festival de documentários, totalizando nove produções.

LEIA TAMBÉM: “Cinema em casa: confira eventos de cinema e dicas de sites para streaming de filmes”

imagem: Reprodução

Na primeira mostra, o festival faz uma retrospectiva dos primeiros filmes premiados do evento, como ‘A Negação do Brasil’ (Joel Zito Araújo); o biográfico ‘A Pessoa É para o que Nasce’ (Roberto Berliner); o sensível ‘Nós que Aqui Estamos por Vós Esperamos’ (Marcelo Masagão); e ‘Rocha que Voa’ (Erik Rocha).

Já a segunda reúne filmes que exploram aspectos do mundo cinematográfico: ‘Cinemagia’ filme de Alan Oliveira sobre o auge e queda das vídeo locadoras no Brasil; ‘Cine Mambembe – o Cinema Descobre o Brasil’ (Laís Bodanzky e Luiz Bolognesi); ‘Cine São Paulo’ (Ricardo Martensen e Felipe Tomazelli); ‘O Homem da Cabine’ (Cristiano Burlan); e ‘Quando as Luzes das Marquises se Apagam’, documentário em que Renato Brandão aborda a trajetória dos cinemas de rua do centro paulistano.

(foto: m4tik/Flickr-Creative Commons)
SAIBA MAIS
Festival ‘É Tudo Verdade’
etudoverdade.com.br

Itaú Cultural
itaucultural.org.br

VEJA TAMBÉM: “Conheça o Brasil em locações de filmes gravados em pontos turísticos nacionais”

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*