Autódromo de Interlagos celebra 80 anos

Autódromo de Interlagos, em São Paulo (foto: Morio / Wikemedia Commons)
Curiosamente, até 1936, São Paulo realizava suas provas de automobilismo nas ruas.

Mas desde que a francesa Hellé Nice se acidentara no GP Cidade de São Paulo, matando seis pessoas e ferindo outras 30, também em 1936, era a hora da maior cidade do Brasil ter uma pista para chamar de sua.

Com um público de 15 mil pessoas, o Autódromo de Interlagos seria inaugurado com duas provas, em 12 de maio de 1940, com uma pista de 7.960 metros.

Interlagos é um dos circuitos automobilísticos mais importantes e complexos do mundo”

- João Luiz Ottoni / diretor do Autódromo de Interlagos

Desde então já teve corridas de longa duração (“24 horas de Interlagos”), foi declarado patrimônio público de São Paulo e sediou emocionantes provas de Fórmula 1. Foi ali também que Ayrton Senna venceu, pela primeira vez, no próprio país.

As primeiras corridas ocorreriam em 1939, meses antes da inauguração adiada duas vezes por conta das chuvas que alagavam a pista.

Acidente com o carro da francesa Hellé Nice, no primeiro Grande Prêmio de São Paulo (foto: Domínio Público)

LEIA TAMBÉM: “Conheça a região da Suíça que inspirou o bairro Interlagos, em São Paulo”

Mais do que corridas

Entre as diversas reformas pelas quais passou, a partir dos anos 60, a mais recente transformou o Autódromo de Interlagos em um espaço multiuso, como lançamentos de carros, shows e até carnaval fora de época.

O festival Lollapalooza, que teve sua edição de abril cancelada por conta da pandemia de coronavírus, foi adiado para os dias 4, 5 e 6 de dezembro e acontece também no autódromo com apresentações das bandas Guns N’ Roses e The Strokes.

Autódromo de Interlagos (foto: José Cordeiro/SPTuris)

Mas com uma capacidade para até 55 mil pessoas, as arquibancadas de Interlagos foram feitas mesmo para ver corridas (e a economia paulista agradece por isso). De acordo com a Prefeitura de São Paulo, 77,5% do público do GP Brasil de 2018 era formado por turistas e o evento foi responsável por R$ 334 milhões na economia paulista.

Recentemente, o local voltou a ser notícia (mas dessa vez não sobre suas curvas ou ultrapassagens arriscadas).

Em 2019, o prefeito Bruno Covas propôs a concessão do autódromo para a iniciativa privada, após o polêmico projeto de lei 705/17 em que o então prefeito de São Paulo, João Doria, autorizava a alienação do Complexo Interlagos, no âmbito do Plano Municipal de Desestatização.

Coronavírus

Em atendimento às orientações para conter a crise do coronavírus, os eventos em Interlagos estão suspensos por tempo indeterminado.

De acordo com a comunicação do autódromo, os “promotores do GP Brasil de Fórmula 1 continuam trabalhando na organização da corrida que será disputada em novembro”.

VEJA TAMBÉM: “10 lugares incríveis no Brasil para você matar saudade do mundo lá fora”

As curiosidades do autódromo

Projetado com uma pista inicial de quase oito km de extensão, Interlagos foi perdendo suas dimensões, ao longo dos anos, e hoje possui um circuito de 4.309 metros, como plano de adaptação das exigências da organização da Fórmula 1.

Atualmente, o circuito conta com 11 curvas e pista com larguras que variam de 12 a 15 metros.

Com quatro vitórias no local, o alemão Michael Schumacher é o piloto que mais venceu os Grandes Prêmios de Fórmula 1 em Interlagos.

Autódromo de Interlagos (foto: José Cordeiro/SPTuris)

O Circuito de Interlagos é um marco na história da F1 e na vida de Ayrton. É um lugar de referência para cada brasileiro, servindo de inspiração as suas conquistas pessoais”, Viviane Senna, em depoimento para o site do Autódromo de Interlagos.

Entre os brasileiros, estão Emerson Fittipaldi e Ayrton Senna (duas vezes cada um), Felipe Massa (2006 e 2008) e José Carlos Pace que, após dez anos da conquista do título, em 1975, emprestou seu nome para Interlagos, que passaria a se chamar Autódromo Municipal José Carlos Pace.

Atualmente, suas pistas abrigam também competições de Fórmula Vee (carros de menor custo), Fórmula Truck (caminhões de corrida), Stock Car (carros de passeios modificados) e Super Bike (motocicletas).

LEIA TAMBÉM: “Viagens incríveis para fazer, quando tudo isso passar”

SAIBA MAIS
Autódromo de Interlagos
www.autodromodeinterlagos.com.br

* com informações do Autódromo de Interlagos e da SPTuris

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*