LATAM Airlines Argentina deixará de voar

A retomada do turismo pelo mundo mal começou e as (más) notícias já começam a dar as pistas dos desafios que vêm pela frente.

Impactada pela pandemia de COVID-19, a LATAM Airlines Argentina anunciou hoje ( 17 de junho) o fim de suas operações de carga e de passageiros.

Com mais de três milhões de pessoas transportadas, em 2019, e há 15 anos operando no país, a empresa deixa de voar para 12 destinos argentinos e outros quatro países (Estados Unidos, Brasil, Chile e Peru), cujas rotas continuarão sendo operadas pelas outras subsidiárias do grupo.

“A Argentina tem sido e seguirá sendo sempre um país fundamental. As outras filiais do Grupo LATAM continuarão conectando os passageiros deste país com a América Latina e com o mundo”, explica o CEO Roberto Alvo.

foto: Divulgação

VEJA TAMBÉM: “Com medo e desconfiado, brasileiro ainda deve demorar para viajar”

Para tranquilizar o mercado, a LATAM informou em nota para a imprensa que a subsidiária argentina é a única que está encerrando as operações.

Com a notícia, o Grupo LATAM Airlines passa a atuar em cinco mercados da América Latina (Brasil, Chile, Colômbia, Equador e Peru) e mantém também operações internacionais na Europa, Estados Unidos, Caribe, Oceania, África e Ásia.

Segundo a assessoria de imprensa, a companhia aérea opera 1.400 voos diários, aproximadamente, e transporta mais de 74 milhões de passageiros por ano.

LEIA TAMBÉM: “No pós-pandemia, Nordeste é preferência dos brasileiros: veja destinos diferentões”

*com informações da assessoria de imprensa

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*