5 destinos brasileiros mais procurados para o pós-pandemia

D

esde que o mundo foi paralisado pela pandemia de covid-19, o setor aéreo vem colecionando números desanimadores.

De acordo com análise divulgada pelo buscador de viagens Kayak, a busca de voos no Brasil, que em 1º de março registrava um aumento de 59% com relação ao mesmo dia no ano anterior, teve seu pior momento no último dia 30 de abril, quando foi registrada uma queda de -81%.

A crise está longe de ser superada e ainda não é hora de cair na estrada.

fonte: Kayak

VEJA TAMBÉM: “Retomada do turismo: como destinos, atrações e hotéis estão se preparando”

Mas o novo centro de dados do Kayak, divulgado na última quarta-feira (17 de junho), aponta que a quase paralisação nas viagens aéreas começa a dar espaço para os primeiros sinais de recuperação do setor.

Embora acredite-se que a América Latina deva ser a última região a se recuperar, com a crise ainda em andamento e governos com política antecipada de flexibilização, cinco destinos nacionais registraram aumento na procura por voos.

Passeio de barco pelo rio Capiberibe, no Recife (foto: Eduardo Vessoni)

LEIA TAMBÉM: “10 lugares incríveis no Brasil para você matar saudade do mundo lá fora”

Mais procuradas

Segundo os resultados apresentados pelo Kayak, Recife vem em 5º lugar, com um aumento semanal de 13% na busca de passagens para a capital pernambucana.

O ranking segue com Belém (+16%), Manaus (+20%) e Foz do Iguaçu (+26%).

No entanto, confirmando o que o Viagem em Pauta já havia adiantado por aqui (“No pós-pandemia, Nordeste é preferência dos brasileiros”), a primeira posição da lista de cidades mais procuradas da semana ficou para a baiana Porto Seguro.

Atualizada no último dia 17 de junho, a pesquisa aponta que as procuras de passagens aéreas para o destino subiram impressionantes 54%, com relação à semana anterior.

Praia do Espelho, no sul da Bahia (foto: Eduardo Vessoni)

VEJA TAMBÉM: “Com medo e desconfiado, brasileiro ainda deve demorar para viajar”

* fonte: Kayak

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*