Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha, lança roteiros para ciclistas

Não tem como escapar. Uma viagem à Serra Gaúcha significa encher (muitas) taças de vinhos ou espumante e colecionar alguns (indesejáveis) quilos, em cantinas e restaurantes históricos.

Mas a partir de novembro, a turística Bento Gonçalves dá uma mãozinha (e duas rodas) para quem quiser compensar os estragos e passa a contar com roteiros ciclísticos com extensões de 10 a 29 km, em oito diferentes passeios com níveis de dificuldade e duração de até oito horas.

Dá para fazer desde um pedal matutino leve por construções históricas da época dos imigrantes italianos até uma travessia exigente de dia inteiro pelo Vale do Rio das Antas.

As novas rotas são resultado da parceria entre a empresa de ecoturismo Caminhos do Sertão Cicloturismo e o hotel Dall’Onder.

Conheça os roteiros que serão lançados


1. Caminhos de Pedra

Com opções que vão de 10 km (3h de duração) a 29 km (8h), o roteiro “Caminhos de Pedra” tem início na Salumeria, estabelecimento de embutidos localizado no interior de uma casa do final do século 19, e segue até a Casa da Ovelha, um dos destaques dessa rota declarada Patrimônio Histórico do Rio Grande do Sul.

Ciclistas nos "Caminhos de Pedra", em Bento Gonçalves (foto: Eduardo Vessoni)
Ciclistas nos “Caminhos de Pedra”, em Bento Gonçalves (foto: Eduardo Vessoni)

A casa feita com madeiras de araucária, erguida em 1917, é conhecida pela criação de ovelhas do tipo Lacaune e produção de queijos como pecorino, labineh, feta e mascarpone, além de experiências vivenciais como a amamentação de cordeiros, tosquia de ovelhas e um curioso programa de pastoreio em que são demonstradas as técnicas de recolhimento do rebanho sob a liderança de um dedicado cão da raça border-collie.

2. Vale dos Vinhedos
Este roteiro pela primeira região brasileira a contar com classificação de Denominação de Origem (DO) de vinhos é marcado por visitas a algumas das principais vinícolas da região como a Marco Luigi, Larentis, Pizzato e Miolo.

As opções de passeio variam de 12 a 27 km de extensão e podem ser concluídos em até oito horas.

Vale dos Vinhedos (foto: Gilmar Gomes/Divulgação)
Vale dos Vinhedos (foto: Gilmar Gomes/Divulgação)

O Vale dos Vinhedos, um dos cinco roteiros temáticos de Bento Gonçalves, ocupa uma área de pouco mais que 81 km² do nordeste do Rio Grande do Sul, e abriga os municípios de Bento Gonçalves, Garibaldi e Monte Belo do Sul. assim distribuídos:

3. Estrada do Sabor
E dá-lhe mais pedal com degustação de vinhos! Nesta rota de Bento Gonçalves e Garibaldi, o ciclista visitas outros endereços etílicos da região, como a Vinícola Don Laurindo e os Vinhos Betu, e chegam a rodar até 31 km, em um passeio de dificuldade média com duração de 8 horas.

4. Vale do Rio das Antas
Neste roteiro, a contemplação mais demorada dá lugar a longos períodos de pedaladas e poucas paradas.

É possível conhecer a Ponte Ernesto Dorneles, construção sobre o rio das Antas, considerada uma das maiores do mundo em arcos paralelos suspensos, e o Mirante da Ferradura que tem vista panorâmica das águas do mesmo rio que abraçam, em um curso em forma de ferradura, as montanhas locais.

CONFIRA GALERIA DE IMAGENS

  • foto: Caminhos do Sertão/Divulgação

  • Ciclismo nos vinhedos foto: Jonatha Junge/Caminhos do Sertão)

  • Ponte Ernesto Dorneles, construção sobre o rio das Antas (foto: Eduardo Vessoni)
    Ponte Ernesto Dorneles, construção sobre o rio das Antas (foto: Eduardo Vessoni)

  • Ferradura do Vale do Rio das Antas, na SErra Gaúcha (foto: Almir Dupont)
    Ferradura do Vale do Rio das Antas, na SErra Gaúcha (foto: Almir Dupont)

  • Ciclistas nos "Caminhos de Pedra", em Bento Gonçalves (foto: Eduardo Vessoni)
    Ciclistas nos “Caminhos de Pedra”, em Bento Gonçalves (foto: Eduardo Vessoni)


SAIBA MAIS
Caminhos do Sertão Cicloturismo
Os serviços começam a funcionar em novembro de 2014 e podem ser contratados a partir de uma pessoa.
www.caminhosdosertao.com.br

Dall’Onder Grande Hotel

www.dallondergrandehotel.com.br

Site do turismo oficial de Bento Gonçalves

www.turismobento.com.br

2 Comentários

    • Rodrigo, obrigado pela mensagem.
      Sou o jornalista responsável por esse texto publicado, em 2017.
      Como você pode ver no SERVIÇO, ambas empresas estão citadas (inclusive a Dallonder).

      Com relação ao passeio nos mirantes, a informação me foi passada por um dos idealizadores da Caminho dos Sertões, na época em que eu estive na região para o lançamento do programa ciclístico no hotel.

      Seja sempre bem vindo por aqui e fico á disposição para mais esclarecimentos.

      Abraços

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*