10 lugares incríveis no Brasil para você matar saudade do mundo lá fora

A crise causada pela pandemia de coronavírus está sem hora para terminar e ainda deve demorar para a gente fazer turismo no Brasil. Mas como sonhar não custa nada, o Viagem em Pauta selecionou destinos para você conhecer quando tudo isso passar.

O país é gigante, tem cenários variados em seis impressionantes biomas e, mais do que nunca, vai precisar da sua visita nos próximos meses. Lembra aquela história de que o turismo é uma das indústrias mais lucrativas da economia?

Em todos esses anos de site, procurei desembarcar nos destinos mais inusitados e desconhecidos do Brasil para trazer para você outras opções de turismo em terras nacionais.

LEIA TAMBÉM: “Conheça parques nacionais do Brasil com fotos em 360º”

CONHEÇA DESTINOS

CAMBARÁ DO SUL
(Rio Grande do Sul)

Dono do maior conjunto de cânions da América do Sul, o destino vê crescer sob os pés uma cadeia de montanhas de 250 km de bordas de cânions, a menos de 200 km de Porto Alegre. SAIBA MAIS

CHAPADA DOS VEADEIROS
(Goiás)

Formada por 5 municípios (Alto Paraíso de Goiás, Colinas do Sul, Teresina de Goiás, São João d’Aliança e Cavalcante), a Região Turística da Chapada dos Veadeiros fica a 220 km de Brasília e é um dos destinos mais visitados de Goiás. SAIBA MAIS

ILHA GRANDE
(Rio de Janeiro)

Não muito longe de São Paulo, a Baía da Ilha Grande é um dos lugares mais exclusivos do litoral sudeste do Brasil. Só na Ilha Grande, um dos destinos dessa baía que abriga também Paraty e Angra do Reis, são quase 200 km², mais de 100 praias e 12 enseadas. CONFIRA GUIA

BONITO
(Mato Grosso do Sul)

Gruta Lago Azul (foto: Eduardo Vessoni)

A 265 km da capital Campo Grande, o destino tem flutuações no rio mais cristalino do Brasil; grutas milenares que podem ser visitadas sem muito esforço; roteiros ciclísticos; e até esportes radicais como o rapel negativo de 72 metros de altura, no Abismo Anhumas. SAIBA MAIS

CHAPADA DAS MESAS
(Maranhão)

No sul do Maranhão, a Chapada das Mesas é daqueles lugares onde cachoeiras lapidam pedras escuras no corredor estreito de um cânion, finais de tarde pintam pedra encantada fincada no meio do rio e o turista tem a sensação de ser o primeiro a chegar por ali. VEJA ATRAÇÕES

SUL DA BAHIA

Piscinas naturais que emergem bem na beira da praia, falésias que se erguem sobre faixas de areia e uma sequência de outros cenários que só podem ser vistos por quem chega a pé ou de bicicleta. VEJA ROTEIROS

LEIA TAMBÉM: “5 praias isoladas de Porto Seguro, na Bahia”

GALINHOS
(Rio Grande do Norte)

A 170 quilômetros ao norte de Natal, Galinhos segue fazendo turismo em outro ritmo. No ritmo do vento, da maré de canais estreitos do manguezal e das torres eólicas que alteram o cenário das dunas de areia. CONHEÇA

BARRA DO CAMARATUBA
(Paraíba)

Considerado um dos trechos mais selvagens do estado, o destino é conhecido por suas extensas praias de águas agitadas, piscinas naturais de água doce e até uma caminhada que começa em águas rasas de manguezal, segue a correnteza do rio e termina na foz do rio Camaratuba. SAIBA MAIS

FERNANDO DE NORONHA
(Pernambuco)

Nem precisa muito para convencê-lo a visitar o destino mais exclusivo do litoral brasileiro. A pouco mais de 540 km do Recife, Noronha é endereço da praia mais bonita do mundo, tem turismo para todos os estilos de viajantes e, na medida do possível, consegue ser democrático para todos os orçamentos.

SAIBA MAIS: “Fernando de Noronha para mãos de vaca: dicas para economizar”

ALTER DO CHÃO
(Pará)

A cerca de 1h20 de avião de Belém, é possível fazer turismo não só em áreas urbanas (daquelas que a gente quase esquece que está em terras amazônicas) mas também no interior da maior floresta tropical do planeta. E, certamente, é isso o que você está buscando por ali. SAIBA MAIS

LEIA TAMBÉM: “Cinema em casa: confira eventos de cinema e dicas de sites para streaming de filmes”

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*