Voos no Brasil registram quarto mês de crescimento

A pandemia não acabou e viajar ainda é uma experiência não recomendada pelos especialistas. Mesmo assim, as companhias aéreas e os voos no Brasil parecem começar a ver (alguma) luz no fim do túnel.

De acordo com dados divulgados pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), as empresas nacionais alcançaram em agosto 70% do número de voos realizados no período pré-pandêmico, em março de 2020. Segundo a ABEAR (Associação Brasileira das Empresas Aéreas), a média foi de 1.680 saídas diárias, o quarto mês consecutivo de crescimento no número de voos domésticos.

Desde o início da pandemia, este é o segundo melhor desempenho dos voos no Brasil, atrás apenas de janeiro deste ano, quando o índice foi de 75%.

photography of airplane during sunrise
foto: Anugrah Lohiya/Pexels.com

Para o presidente da ABEAR, Eduardo Sanovicz, o aumento se deve ao número de vacinados no país. “A vacinação contra a Covid-19 está influenciando no crescimento da demanda na indústria das companhias aéreas”, explica Sanovicz, em nota da IATA a que o Viagem em Pauta teve acesso.

Um exemplo recente das mudanças dos voos no Brasil é o da GOL, que anunciou o retorno de seu voos internacionais a partir do dia 3 de novembro, com destino a Montevidéu, capital do Uruguai.

A empresa anunciou também a retomada das decolagens para destinos caribenhos como Cancún (a partir de Brasília) e Punta Cana (a partir de Guarulhos), a partir dos dias 12 e 13 de novembro, respectivamente.

man holding luggage bag
foto: Victor Freitas/Pexels.com

SAIBA MAIS: “Voar na Argentina está ficando inviável”, diz IATA”

Enquanto muitos países ainda se encontram fechados para o turismo, como a Argentina, alguns destinos já veem a retomada das viagens, como Aruba, cujo aeroporto dessa ilha caribenha registrou, em julho de 2021, um aumento de 90% no número de passageiros, com relação a julho de 2019.

CONFIRA WEB STORIES NO LINK

LEIA TAMBÉM: “GOL anuncia retorno de voos internacionais”

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*