Teatro Municipal de São Paulo faz 110 anos com programação especial

Inaugurado em setembro de 1911 diante de uma multidão de 20 mil pessoas, o Teatro Municipal de São Paulo terá programação especial com participação do público, a partir de setembro.

O projeto assinado pelo escritório Ramos de Azevedo dava ao prédio a primeira iluminação da cidade totalmente por energia elétrica e foi inspirado nos teatros de ópera da Europa como um símbolo da alta sociedade do ciclo do café da São Paulo da época.

foto: Teatro Municipal/Reprodução

LEIA TAMBÉM: “Bombeiro faz instrumentos musicais com escombros do Museu Nacional”

Para conhecer melhor essas e outras histórias, o teatro abrigará a instalação “Fantasmagoria Theatro Municipal de São Paulo”, com direção de Felipe Hirsch e Daniela Thomas.

Essa experiência sensorial histórica e artística leva o público por um tour guiado que percorre espaços do teatro, como o saguão, escadaria e coxias, em um espetáculo-exposição-percurso.

foto: Ricardo Klein/Municipal

Para contar as histórias e representar acontecimentos nesse icônico prédio centenário, artistas de todos os grupos artísticos do teatro se revezam em apresentações performáticas e projeções, integrando a concepção cenográfica.

“[O aniversário] nos faz lembrar da importância da arte para a sociedade e do seu potencial de resistência e reinvenção, mesmo em tempos turbulentos”, analisa Andrea Caruso Saturnino, diretora geral do Teatro Municipal, em nota enviada ao Viagem em Pauta.

foto: Ariel Bravo/Divulgação

Outro destaque é a ópera “María da Buenos Aires”, dirigida por Kiko Goifman, diretor de cinema que assina sua primeira produção operística.

O espetáculo celebra o centenário de Astor Piazzolla, em forma dessa ópera-tango que leva ao palco a história da prostituta María da Buenos Aires no submundo noturno da capital portenha, e com música do compositor e bandoneonista Piazzolla.

LEIA TAMBÉM: “100 anos de Astor Piazzolla”

VEJA DETALHES NO LINK

LEIA TAMBÉM: “Conheça o novo Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo”

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*